Sporting. Antigo olheiro diz que Jorge Jesus tentou agarrar invasores

O antigo observador do Sporting José Laranjeira disse hoje que, durante a fuga, o treinador Jorge Jesus tentou agarrar elementos que invadiram a academia de Alcochete, acrescentando que Bas Dost era o único jogador com “ferimentos visíveis”.

O ‘olheiro’, que trabalhava no Sporting desde a época 2013/2014, à data treinado por Leonardo Jardim, mas que atualmente se encontra no Rio Ave, foi ouvido na manhã de hoje como testemunha na 13.ª sessão do julgamento da invasão à academia ‘leonina’, em 15 de maio de 2018, com 44 arguidos, incluindo o ex-presidente do clube Bruno de Carvalho, que decorre no Tribunal de Monsanto, em Lisboa.

A testemunha contou ao coletivo de juízes, presidido por Sílvia Reis, que estava no corredor do edifício da ala profissional aquando da invasão, não tendo visto o que se passou no interior do balneário.

José Laranjeira afirmou que “o único ferimento visível” era o do holandês Bas Dost, a sangrar da cabeça, quando ainda não tinha sido tratado.

Já no exterior do edifício, mas ainda no interior da academia, o observador relatou ter visto o “mister Jorge Jesus atrás” dos elementos, quando estes já estavam em fuga.

“[O mister Jorge Jesus disse] Agarrem este, agarrem aquele. Queria agarrar um indivíduo, mas não sei quem é. Nem sei se o chegaram a agredir [Jorge Jesus]. Há um indivíduo que passa por ele a correr, mas não sei se o agride ou tenta agredir”, explicou a testemunha.

Poucos minutos depois, acrescentou, viu “três a quatro indivíduos” a falar com Jorge Jesus e com o jogador William Carvalho, numa conversa “pacífica”, durante a qual estariam a pedir “justificações e explicações” a esses elementos, entre os quais estava o antigo presidente da claque Juventude Leonina Fernando Mendes, que a testemunha, naquele momento, não sabia quem era.

Nessa conversa, esses elementos disseram ao então treinador do Sporting que “não estavam à espera daquilo, que chegaram mais tarde e que tinham ido à academia para falar com o plantel”.

José Laranjeira revelou não ter sido agredido nem ameaçado, sublinhando que os invasores disseram para que os elementos do ‘scouting’ (prospeção) não se metessem, pois não era nada com eles.

Após o ataque, a testemunha foi ao balneário, descrevendo um cenário de “muita confusão fora do normal e com lixo e equipamentos pelo chão”.

José Laranjeira esteve presente na reunião de 14 de maio de 2018, véspera do ataque, entre o staff com o então presidente do clube Bruno de Carvalho, com André Geraldes e com mais elementos do conselho de administração, que não soube identificar.

Nessa reunião, o observador reiterou o que outras testemunhas já contaram em tribunal, que Bruno de Carvalho lhes perguntou quem é que estava com aquela direção, e que, quem não estivesse, que o assumisse logo ali.

O antigo funcionário do Sporting acrescentou que o antigo presidente do Sporting não apresentou um motivo para esta conversa, mas deduziu que se tratasse do “iminente despedimento” do treinador Jorge Jesus.

Bruno de Carvalho disse ainda que no dia seguinte (dia do ataque) se encontrariam todos na academia.

O julgamento prossegue durante a tarde de hoje com as inquirições do jogador João Palhinha, atualmente emprestado ao Sporting de Braga, e de Gonçalo Rodrigues, funcionário do Sporting, à data dos factos responsável pelo gabinete de apoio ao atleta.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …

Identificado em Portugal o primeiro caso da variante da África do Sul

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul foi identificado esta sexta-feira em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), adiantou à agência Lusa a instituição. O caso identificado …

Está a nascer o primeiro comboio português a hidrogénio (e vai substituir o Vouguinha)

Já arrancou o projecto para o desenvolvimento do primeiro comboio português a hidrogénio. A iniciativa visa transformar as automotoras a gasóleo que circulam na Linha do Vouga - o comboio chamado Vouguinha - por células …

Guardiola diz que Bernardo Silva "sempre foi importante" para City

O treinador Pep Guardiola disse esta sexta-feira que o português Bernardo Silva “está de volta” ao melhor nível e que “sempre foi importante" para o Manchester City, depois de ter "sentido" dificuldades na temporada passada. “Ele …

Fauci fala de "sentimento libertador" após saída de Trump da Casa Branca

O infeciologista Anthony Fauci, o principal rosto da Casa Branca no combate à pandemia de covid-19, admitiu um sentimento "libertador" após a saída da administração de Donald Trump e afirmou que poderá agora falar sobre …

Parlamento Europeu pede lei que reconheça como "fundamental" direito a desligar

O Parlamento Europeu (PE) pediu na quinta-feira à Comissão Europeia que proponha uma lei que reconheça o "direito a desligar" como sendo "fundamental", permitindo assim que "quem trabalhe por meios digitais desligue os aparelhos fora …