Sondas espaciais com “cunho” português vão passar perto de Vénus

As sondas espaciais europeias Solar Orbiter e BepiColombo, ambas com tecnologia e ciência portuguesas, vão passar perto de Vénus a 9 e 10 de agosto, respetivamente, anunciou esta segunda-feira a Agência Espacial Europeia (ESA).

A passagem por Vénus é uma manobra necessária para que ambas as sondas possam chegar ao seu destino.

A Solar Orbiter, lançada em fevereiro de 2020, é um veículo espacial de observação do Sol, que envolve uma parceria entre a ESA e a congénere norte-americana NASA.

A BepiColombo, que, em bom rigor, é composta por duas sondas, enviadas para o espaço num módulo em outubro de 2018, visa explorar Mercúrio, numa missão conjunta entre a ESA e a congénere japonesa Jaxa.

Segundo um comunicado da ESA, a passagem das sondas por Vénus “oferece uma oportunidade sem precedentes de estudar o ambiente de Vénus de diferentes localizações ao mesmo tempo e, além disso, em localizações que não são tipicamente visitadas por um orbitador planetário”.

A maior aproximação da Solar Orbiter – projetada para produzir as primeiras imagens dos polos do Sol — a Vénus será às 05h42 (hora de Lisboa) de 9 de agosto, a 7.995 quilómetros de altitude, enquanto a aproximação máxima da BepiColombo será às 14h48 de 10 de agosto, a 550 quilómetros.

Não será possível obter imagens de alta resolução de Vénus, apenas fotografias a preto e branco tiradas por duas das três câmaras do módulo da BepiColombo. Espera-se que a primeira imagem esteja disponível em 10 de agosto e a maioria das restantes no dia seguinte.

De acordo com a ESA, pode haver ainda esta semana uma oportunidade para a Solar Orbiter observar o lado noturno de Vénus.

A Agência Espacial Europeia espera, ainda, que os dados recolhidos pela passagem da Solar Orbiter e da BepiColombo por Vénus possam fornecer informações úteis à missão da sonda EnVision, que será lançada em 2030 para estudar a atmosfera do planeta.

No início de outubro deste ano, o módulo BepiColombo que transporta as duas sondas fará a primeira de seis aproximações a Mercúrio, a 200 quilómetros de altitude.

As duas sondas serão colocadas na órbita do planeta no fim de 2025 com o intuito de estudarem, nomeadamente, o seu campo magnético e a sua exosfera (camada mais externa da atmosfera).

A astrofísica Joana S. Oliveira faz parte da equipa científica da missão BepiColombo da ESA e a empresa Efacec construiu um equipamento eletrónico que monitoriza a radiação espacial durante a viagem e a operação de uma das sondas do módulo.

Em 27 de novembro, a Solar Orbiter fará uma aproximação final à Terra, a 460 quilómetros de altitude. Depois disso, passará regularmente por Vénus para aumentar progressivamente a inclinação da sua trajetória para melhor observar as regiões polares solares, essenciais para a compreensão do ciclo da atividade do Sol.

As empresas portuguesas Critical Software, Active Space Technologies e Deimos Engenharia estiveram envolvidas em vários componentes da sonda solar.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …