Anuradha Sengupta / Flickr

Cabul, Afeganistão

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira.

Centenas de soldados do exército afegão e oficiais fugiram para Tajiquistão, para o Irão e para o Paquistão nas últimas semanas, após as ofensivas dos Talibãs.

Em comunicado, o exército paquistanês indicou que os soldados receberam passagem segura para o Paquistão na noite de domingo, referiu a agência Reuters. “Os soldados afegãos receberam comida, abrigo e os cuidados médicos necessários de acordo com as normas militares estabelecidas”, acrescentou a nota.



Os Talibãs intensificaram a sua ofensiva desde que os Estados Unidos (EUA) anunciaram a sua retirada militar para setembro. Washington disse que continuará a realizar ataques aéreos para apoiar as forças afegãs que enfrentam ataques insurgentes. Já a defesa afegã está a rever a sua estratégia de guerra para concentrar forças em áreas críticas.

O Exército do Paquistão disse que os soldados afegãos serão devolvidos ao país de origem após o devido processo, como ocorreu com outros 35 militares no início de julho.

Taísa Pagno //