Sobe para 18 o número de mortos no acidente de avião na Índia

Prakash Elamakkara / EPA

As autoridades indianas atualizara para 18 o número de mortes no acidente com o avião da Air India Express, que voava do Dubai para Kozhikode, no sul da Índia, e que se partiu em dois quando, ao aterrar, saiu da pista.

“Infelizmente, 18 pessoas, incluindo os dois pilotos, perderam as suas vidas e 127 pessoas continuam internadas nos hospitais”, afirmou esta sexta-feira o ministro da Aviação Civil, Hardeep Singh Puri, à agência local ANI.

O ministro afirmou na rede social Twitter, a partir do local do acidente, que a caixa negra do avião foi recuperada e o Gabinete de Investigação de Acidentes de Aeronaves da Índia está a investigar. Hardeep Puri partilhou imagens do avião partido em dois, com a cabine a vários metros de distância do resto da aeronave.

O superintendente da polícia Abdul Karim, da cidade de Mallapuram, perto do Aeroporto Internacional de Kozhikode, no Estado de Querala (sul da Índia), para onde foram transportados parte dos feridos, disse à agência Efe que, pelo menos, 18 pessoas continuam em estado crítico.

O avião, um Boeing 737 da companhia Air India Express, subsidiária da companhia Air India, fazia parte da missão especial de repatriação do Governo indiano para trazer cidadãos de volta ao país, por causa da pandemia de covid-19, disseram as autoridades.

Os responsáveis acrescentaram que todos os passageiros estavam a regressar da região do Golfo, na tarde de sexta-feira, havendo a bordo 190 pessoas: 174 passageiros adultos, 10 bebés, dois pilotos e quatro tripulantes de cabine.

O avião, que tinha tentado aterrar, sem êxito, por duas vezes, ultrapassou a pista devido à forte chuva e precipitou-se numa ladeira antes de se partir em dois.

O sul da Índia, em particular o estado de Querala, tem sido assolado por fortes chuvas nos últimos dias, tendo morrido, na sexta-feira, 15 pessoas num deslizamento de terras no distrito montanhoso de Idukki.

O último acidente aéreo relevante na Índia aconteceu em 2010, quando um Boeing 737, também da Air India Express, se despenhou no aeroporto de Mangalore (sudoeste da Índia), causando a morte a 158 pessoas.

O pior desastre aéreo na Índia ocorreu em 12 de novembro de 1996, quando um voo da Saudi Arabian Airlines colidiu no ar com um voo da Kazakhastan Airlines, perto de Charki Dadri, no estado de Haryana, matando todos as 349 pessoas a bordo dos dois aviões.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rio Ave elimina Besiktas e está no play-off da Liga Europa

O Rio Ave venceu os turcos do Besiktas, esta quinta-feira, no desempate por grandes penalidades (4-2), após o 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, seguindo em frente na competição. Em …

Dois dinossauros morreram como as vítimas de Pompeia. Foi há 125 milhões de anos, na China

Um grupo de arqueólogos na China acabou de descobrir dois fósseis de uma nova espécie de dinossauro, que estiveram presos no subsolo por 125 milhões de anos devido a uma erupção vulcânica pré-histórica. Os investigadores …

Batalhas de feiticeiros e círculos de demónios. Revelados textos cristãos que não foram incluídos na Bíblia

Os textos da Bíblia como a conhecemos hoje foram "canonizados" pela primeira vez pela Igreja no final do século IV. No entanto, antes disso, centenas de outros textos religiosos circularam por toda a Cristandade. Há mais …

Autoeuropa confirma que não irá renovar contrato a 120 trabalhadores

A administração da fábrica de automóveis Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, confirmou, esta quinta-feira, que não vai renovar os contratos a termo de 120 trabalhadores ligados à produção dos veículos MPV (Multi-Purpose Vehicle). "A Autoeuropa reafirmou a …

Glaciar na Islândia "escondia" bombardeiro norte-americano da 2ª Guerra Mundial

Os destroços de um bombardeiro norte-americano B-17 Flying Fortress que colidiu com o glaciar Eyjafjallajökull durante a II Guerra Mundial estão gradualmente a aparecer à medida que a geleira recua devido às alterações climáticas. De acordo …

40 anos depois, assassino de John Lennon pede desculpa pelo crime "desprezível"

Mark David Chapman, o homem que assassinou John Lennon, diz que matou o ex-Beatle por "raiva e ciúmes" e pediu desculpa a Yoko Ono, 40 anos depois. Em 1980, Chapman atingiu John Lennon com quatro tiros …

Reportado o primeiro caso de parkinsonismo após infeção de covid-19

Um homem de 45 anos de Israel revelou sintomas da doença de Parkinson (parkinsonismo) logo depois de ter sido infetado com a covid-19. Tal como frisa o portal IFL Science, os vírus foram já muitas …

Pico da segunda vaga em Portugal poderá ser no início de outubro

Um estudo, publicado esta quarta-feira, indica que o pico da segunda vaga em Portugal poderá acontecer no início de outubro, na semana entre 5 e 11 de outubro.  De acordo com a rádio Renascença, previsões da consultora …

Ex-membro dos Panteras Negras vai ser libertado após 49 anos de prisão

Um ex-membro do Partido dos Panteras Negras, que está na prisão há quase meio século, vai finalmente conseguir a sua liberdade, depois de um conselho de liberdade condicional de Nova York ordenar a sua libertação. Jalil …

"Cristiano Ronaldo disse-me que vou ser feliz no Barcelona", revela Pjanic

Reforço do Barcelona elege o seu novo estádio como o melhor de todos mas o seu ídolo no futebol é o treinador do Real Madrid. Miralem Pjanić, que se mudou para o Barcelona neste verão, jogava …