Sindicatos vão agir judicialmente para impedir despedimentos na Segurança Social

SXC

-

O dirigente da Federação de Sindicatos da Administração Pública (FESAP), José Abraão, anunciou que vai agir judicialmente para impedir o despedimento dos funcionários da Segurança Social que a partir desta sexta-feira vão ser colocados em requalificação.

O Instituto da Segurança Social (ISS) publicou na quarta-feira, em Diário da República, uma lista com o nome de 151 funcionários que, a partir de hoje, serão colocados no regime de requalificação.

Em declarações à agência Lusa, José Abraão afirmou que a FESAP vai avançar judicialmente para impedir a “requalificação/despedimentos”.

“Ainda faltam as listas dos assistentes operacionais. Inicialmente era 526, agora falamos de 151. Vamos dar apoio aos nossos associados, tendo em vista não só reclamações, ações em tribunal, providências cautelares individuais, mas vamos também atacar o processo globalmente, pois este processo de requalificação está cada vez mais nebuloso e cirúrgico”, declarou.

O dirigente da FESAP explicou que as listas publicadas referem-se a trabalhadores inseridos nas carreiras de docente e técnicos superiores e “resultam de um procedimento conduzido de forma muito pouco clara e sobre o qual nem o Governo nem o Conselho Diretivo do ISS conseguiram apresentar argumentos que justificassem este verdadeiro despedimento coletivo”.

“Ao contrário do que tem sido afirmado pelo ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares, todos os trabalhadores têm funções atribuídas e desempenham funções essenciais para o desenvolvimento dos serviços ao nível do que é constitucionalmente exigido ao Estado para com os seus cidadãos”, frisou.

Por isso, realçou José Abraão, o objetivo que está na base do processo de requalificação “é puramente economicista”.

Quanto à garantia dada na quarta-feira pela ministra das Finanças, sobre a não existência de um “compromisso firme do Governo para dispensar 12 mil funcionários públicos, dizendo tratar-se de uma estimativa e não uma meta a cumprir”, José Abraão disse estar “muito preocupado”.

“Preocupa-nos que, no dia em que os trabalhadores tiveram conhecimento das listas publicadas, a senhora ministra venha claramente afrontar os trabalhadores da administração pública dizendo que afinal de contas os processos de requalificação conduzem ao despedimento contrariamente ao que o Governo vinha dizendo, nomeadamente Paulo Portas e Marques Guedes”, disse.

De acordo com o dirigente, a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque veio desmenti-los a todos, dizendo claramente que há despedimentos, nomeadamente os que foram admitidos com contrato individual de trabalho a partir do ano 2000.

A ministra das Finanças reconheceu na quarta-feira na Comissão Parlamentar do Orçamento, Finanças e Administração Pública que, de facto, numa situação de requalificação “os trabalhadores identificados como pessoas que, face a uma reestruturação, deixam de ter funções a desempenhar no organismo, serão afastados”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …

Há dez anos, Portugal adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Portugal adotou há 10 anos a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após um debate fraturante que remeteu para mais tarde a adoção de crianças por estes casais, possível apenas desde …

Trabalhadores da Autoeuropa temem perda de centenas de postos de trabalho

A entidade coordenadora das Comissões de Trabalhadores da Autoeuropa assumiu hoje, em comunicado, recear a perda de centenas de empregos no parque industrial, que está sem condições para trabalhar sete dias por semana, após a …

Espécies recém-descobertas de anfíbios já estão em risco de extinção

Uma equipa internacional de cientistas acaba de anunciar a descoberta de duas novas espécies e uma nova subespécie de anfíbios perto do Rio Negro, a norte do Vietname, avança o portal IFL Science. As espécies …

BE e CDS rejeitam "paraministros". Só negoceiam com Costa e Centeno

O Bloco de Esquerda e CDS rejeitam negociações com "paraministros", sublinhando que só discutem com membros do Governo, comentando a manchete do Expresso segundo a qual um gestor petrolífero está a assumir esse papel. O semanário …

Países reinventam turismo. No México, hotéis oferecem 2 noites por cada 2 pagas

A pandemia de covid-19, que já matou mais de 350 mil pessoas em todo o mundo, pôs travão ao turismo mas já há países que preparam a retoma do setor com muitas ofertas e até …