Sinais de água em três exoplanetas apontam para possível existência de vida extraterrestre

NASA / JPL-Caltech

Ilustração do possível aspeto do sistema TRAPPIST-1 a partir de um ponto de vista próximo do planeta TRAPPIST-1f (direita).

O telescópio espacial Hubble encontrou água em três dos exoplanetas a orbitar a estrela Trappist-1, a apenas 40 anos-luz de distância do nosso Sol.

Segundo o The Mirror, que cita os atrónomos, três exoplanetas do tamanho da Terra noutro sistema solar têm provalvelmente “susbtanciais” quantidades de água. A descoberta feita pelo telescópio espacial Hubble aumenta a possibilidade de existência de vida nos planetas a orbitar a estrela Trappist-1, que fica a 40 anos-luz de distância do sol.

Cada uma das órbitas do planeta na “zona habitável” da estrela, o corredor estreito onde as temperaturas são suaves o suficiente para permitir que corpos de água superficial como lagos e oceanos sobrevivam.

Acredita-se que um total de sete planetas de tamanho semelhante ao da Terra orbite a estrela Trappist-1.

A nova pesquisa aponta para que, apesar de enormes perdas de água, os exoplanetas conseguem ainda possuir e armazenar grandes quantidades, apesar da poderosa radiação da estrela.

O Dr Amaury Triaud, membro da equipa internacional da Universidade de Birmingham, disse que “as observações do Hubble são de grande importância. Informam-nos sobre o ambiente irradiador dos planetas à volta da Trappist-1, e principalmente se podem permanecer habitáveis durante milhões de anos, como a Terra”.

“No entanto, algumas das conclusões sobre a habitabilidade dos sete planetas de Trappist-1 são atenuadas pelo nosso conhecimento difuso sobre as massas dos planetas. Obtemos observações cruciais, capazes de refinar as massas planetárias, enquanto escrevemos”.

A radiação ultravioleta de uma estrela pode fazer com que os planetas sequem através de um processo chamado desassociação que faz com que as moléculas de água se separem.

Os astrónomos estudaram os níveis de radiação UV emitidos pelo Trappist-1, que sugerem que os planetas internos poderiam ter perdido 20 vezes mais água nos últimos oito mil milhões de anos do que todos os oceanos terrestres combinados.

Mas os exoplanetas do sistema – incluindo os três na zona habitável – podem ter perdido menos de três mares terrestres no valor da água. Isso significa que os planetas poderiam ter mantido quantidades “substanciais” de água nas superfícies, disseram os cientistas.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Foi um asteróide (e nada mais do que um asteróide) que dizimou os dinossauros

Uma equipa internacional de cientistas acaba de reafirmar que foi um asteróide - e nada mais do que este corpo rochoso - que dizimou os dinossauros da face da Terra há cerca de 66 milhões …

Descoberta classe de objetos bizarros perto do enorme buraco negro da Via Láctea

Astrónomos da Iniciativa Órbitas do Centro Galáctico da UCLA (Universidade da Califórnia) descobriram uma nova classe de objetos bizarros no centro da Via Láctea, não muito longe do buraco negro supermassivo chamado Sagitário A*. "Estes objetos …

David Lynch lança curta-metragem no Netflix em dia de aniversário

O realizador norte-americano lançou no Netflix, esta segunda-feira, uma curta-metragem de 17 minutos. David Lynch lançou, esta segunda-feira, no dia do seu 74.º aniversário, uma curta-metragem de 17 minutos no Netflix, escreve o jornal Público. "What Did …

Dois homens confessam ter roubado (e depois devolvido) quadro de Klimt

A dupla de assaltantes disse que tinha roubado a pintura, em fevereiro de 1997, e que a devolveu "como um presente para a cidade". Dois homens confessaram ter roubado, e logo depois devolvido, a pintura de …

Ozzy Osbourne revela que tem Parkinson

O músico britânico, de 71 anos, revelou, esta terça-feira, que foi diagnosticado com a doença de Parkinson. De acordo com o The Guardian, Ozzy Osbourne fez esta revelação durante uma entrevista no programa Good Morning America, …

Jorja Smith regressa ao NOS Alive em 2020

A cantora britânica é a mais recente confirmação do NOS Alive 2020. O Passeio Marítimo de Algés volta assim a receber Jorja Smith pelo segundo ano consecutivo. “A artista que fez história com um dos concertos …

Confirmada a autenticidade de um raro auto-retrato de Van Gogh

Os principais especialistas holandeses da obra de Van Gogh concluíram que um auto-retrato de 1889 foi realmente pintado pelo artista. A notícia é avançada pelo jornal local holandês Dutch News, que recorda que a autenticidade desta …

Serviço de streaming Disney+ chega a Portugal no verão

O serviço de streaming da Disney chega à Europa a 24 de março. Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Itália, Espanha, Áustria e Suíça serão os primeiros países a receber o Disney+. Em Portugal, a plataforma …

Tal como os cães, lobos bebés também brincam ao "busca" (e surpreendem os cientistas)

Brincar ao "busca" com o seu cão não é tão fácil como parece. É uma habilidade tão avançada que muitos cientistas acreditam que só terá aparecido após milhares de anos de domesticação. No entanto, isto pode …

Corpo de Paulo Gonçalves chega a Portugal na quinta-feira

O corpo do piloto português chega a Portugal, esta quinta-feira, ao final da manhã, disse à agência Lusa fonte da Secretaria de Estado das Comunidades. O corpo de Paulo Gonçalves, que morreu na sequência de queda na sétima …