Shinzo Abe vence legislativas no Japão mas sem votos suficientes para reforma constitucional

CSIS / Flickr

Shinzo Abe, Primeiro-ministro do Japão

A coligação política do primeiro-ministro japonês venceu as eleições parciais de domingo, mas sem conseguir os dois terços necessários na câmara alta do parlamento para levar avante uma reforma constitucional.

Dos 124 lugares que foram a votos, 71 terão sido conquistados pelo conservador Partido Liberal Democrático, de Shinzo Abe, e pelo seu aliado político, Komeito, de acordo com os resultados compilados e divulgados pelo canal público de televisão NHK.

As eleições de domingo foram convocadas para eleger metade dos parlamentares que compõem o Senado, a câmara alta do parlamento nipónico (Dieta). A restante composição será eleita num escrutínio agendado para 2022.

Assim, e apesar de garantir a maioria naquele órgão legislativo (141 lugares num total de 245), Abe não alcançou o número de assentos necessários para poder pressionar uma revisão constitucional.

O objetivo de Abe é emendar a Constituição, adotada depois da Segunda Guerra Mundial, para alterar o carácter pacifista e também para que as forças militares, atualmente denominadas Forças de Autodefesa, tenham um papel mais ativo.

Esta alteração tem de ser aprovada por ambas as câmaras e submetida a referendo.

Embora na câmara baixa, Abe e os aliados assegurem dois terços dos lugares, o mesmo não vai acontecer na câmara alta, desde a votação deste domingo.

“A eleição para a câmara alta não foi realizada para ganharmos dois terços dos assentos, foi para manter a estabilidade“, relativizou Abe, em declarações a outra televisão nipónica.

“Acredito que o povo escolheu a estabilidade política, exortando-nos a seguir as nossas políticas e a realizar a diplomacia para proteger os interesses nacionais do Japão“, afirmou o político.

Abe está no poder há seis anos e meio e está prestes a tornar-se num dos líderes políticos japoneses há mais tempo no Executivo.

Além do artigo pacifista da Constituição japonesa, um novo aumento do imposto sobre o consumo, previsto para outubro próximo e a reforma e a sustentabilidade do sistema nacional de pensões foram alguns dos assuntos que dominaram a campanha eleitoral.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Dinamarca responde a Trump: A Gronelândia não está à venda

O Presidente dos Estados Unidos quer comprar a Gronelândia "por razões estratégicas". A primeira-ministra dinamarquesa já fez questão de relembrar Donald Trump que o território não está à venda. Segundo o Expresso, as declarações do Presidente …

Bacalhau do Mar do Norte está em risco (e pode deixar de chegar às mesas portuguesas)

O bacalhau do Mar do Norte está a desaparecer e poderá mesmo deixar de chegar aos pratos dos portugueses. O alarme chegou com um relatório publicado em julho pelo Conselho Internacional para a Exploração do …

Estado poderá recorrer a contratos a termo mais longos do que o privado

O Estado vai poder recorrer a contratos a prazo mais longos do que o privado. O diploma, aprovado no mês passado no Parlamento, prevê para o setor privado a redução da duração máxima dos contratos …

Bruno Fernandes critica horário tardio dos jogos do campeonato

No final da partida com o SC Braga, Bruno Fernandes falou aos jornalistas e aproveitou para criticar o horário tardio de alguns jogos do campeonato. A partida começou às 21h. Este domingo, 12 jogos depois, o …

Protesto em Hong Kong juntou mais de 1,7 milhões de manifestantes

Mais de 1,7 milhões de pessoas manifestaram-se no domingo, em Hong Kong, informou o movimento pró-democracia que tem liderado os grandes protestos contra a lei da extradição, desde o início de junho. Em conferência de imprensa, …

Medvedev entra no top 5 mundial do ténis. Pedro Sousa sobe 23 lugares

Medvedev, de 23 anos, que nunca tinha vencido um torneio de categoria Masters 1000, subiu três posições e figura pela primeira vez entre os cinco primeiros da tabela. O russo Daniil Medvedev, vencedor do torneio Masters …

Só 2% das escolas em Portugal têm desfibrilhadores

Apenas 129 dos 5.909 estabelecimentos de ensino em Portugal têm desfibrilhadores automáticos externos (DAE), o que representa 2,1%. Os dados recolhidos pelo Jornal de Notícias são do INEM, que assegura ainda que nas comunidades escolares existem …

Cerca de oito mil pessoas retiradas da Grã Canária devido a incêndio

Cerca de oito mil pessoas foram retiradas das suas casas em várias cidades no norte da Grã Canária na sequência do incêndio florestal que lavra desde sábado naquela ilha espanhola. De acordo com a agência de …

Guerra aberta no PSD/Porto. Líder local desafiado a demitir-se

Hugo Neto escreveu mensagem dura contra Rui Rio e agora recebeu uma carta de militantes do Porto pedindo-lhe que se demita, acusado de falta de "caráter, lealdade, responsabilidade e espírito de serviço". "Expostos os motivos pessoais, …

SNMMP promete greve cirúrgica caso acordo com a Antram falhe

Caso as negociações entre o SNMMP e a Antram falhem, o sindicato poderá voltar a fazer greve. Rui Rio acusou o Governo de montar "um circo com fins eleitorais". Depois de no domingo o Sindicato Nacional …