Selo com 2.700 anos pode provar existência de governador de Jerusalém

Foi descoberto na Cidade Velha de Jerusalém um pequeno selo de barro com 2.700 anos que pode ser a prova material da existência de um governador da cidade.

Arqueólogos israelitas descobriram um selo de barro com 2.700 anos que terá pertencido a um governador de Jerusalém. Esta é a primeira vez que a expressão “governador de Jerusalém”, apenas conhecida na Bíblia, surge num objeto encontrado naquela cidade.

De acordo com o DN, o objeto tem o tamanho de uma pequena moeda – onde estão representados dois homens simétricos, de pé e de frente um para o outro, vestidos com mantos – e foi encontrado perto da praça do Muro das Lamentações, na Cidade Velha de Jerusalém.

A descoberta, que data do século VI ou VII a.C., foi revelada esta segunda-feira no âmbito de uma escavação arqueológica. Segundo a coordenadora da escavação, a arqueóloga Shlomit Weksler-Bdolah, o artefacto apoia a versão bíblica da existência de um governador da cidade de Jerusalém há 2.700 anos.

“Esta é uma descoberta muito pouco comum”, sustenta a arqueóloga. O selo não menciona o nome do governador. Ainda assim, vai ser submetido a exames científicos para confirmar o seu vínculo com a cidade.

O achado foi anunciado pela Autoridade das Antiguidades, poucas semanas após a decisão de Donald Trump reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Igreja perdeu 50 milhões de euros com a pandemia (e há dioceses em lay-off)

Ao cabo de dois meses de paragem por causa da pandemia de covid-19, as missas regressam, neste sábado, mas com regras novas para evitar a propagação do coronavírus. Uma paragem que resultou num "prejuízo" de …

Reabertura de ATL adiada para 15 de junho. Creches arrancam segunda-feira (sem apoios para os pais)

As Atividades de Tempos Livres (ATL) não integradas em estabelecimentos escolares só poderão voltar a funcionar a partir de 15 de junho, duas semanas depois daquilo que estava inicialmente previsto. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, …

Governo britânico vai continuar a pagar 80% dos salários durante mais três meses

O Governo britânico vai continuar a pagar durante mais três meses 80% do salário de trabalhadores em lay-off devido à pandemia de covid-19, e reduzir gradualmente o valor até ao fim do sistema, em outubro. O …

Resgate à TAP deverá ser feito através de empréstimo obrigacionista

A ajuda do Estado à TAP deverá chegar através de um empréstimo obrigacionista convertível em ações, avança o jornal Expresso neste sábado. Este é o cenário mais provável para a TAP, apurou o semanário, que …

Lisboa pode receber a final deste ano da Liga dos Campeões

Istambul não está agradada com a ideia de receber a final da Liga dos Campeões sem adeptos no estádio. Por isso, outras hipóteses estão a ser consideradas, nomeadamente Lisboa. A final da Liga dos Campeões está …

Há mesmo algo de reconfortante quando dizemos palavrões

Um novo estudo sugere que, nas circunstâncias certas, dizer palavrões em voz alta parece fazer as pessoas sentirem menos dor. Exatamente como e porque é que o ato de dizer asneiras consegue fazer com que as …

"Paraministro" de Costa. Gestor independente chamado para negociar plano económico de retoma

O primeiro-ministro, António Costa, convidou o diretor executivo da petrolífera Partex, António Costa Silva, para estudar o plano de recuperação económica. De acordo com o semanário Expresso, que avança a notícia na sua edição deste …

Termina o dever cívico de confinamento

O Conselho de Ministros aprovou esta sexta-feira o fim do “dever cívico de recolhimento”, que entrará em vigor na próxima segunda-feira, prevê a resolução que prolongou a situação de calamidade até 14 de junho. A situação …

"Ratos" de musgo espalham-se pelos glaciares do Ártico (e intrigam cientistas)

A presença de estranhas bolas de musgos nos ecossistemas de glaciares tem atraído a atenção da comunidade científica. Estas estranhas criatura proliferam no Ártico, mas também em regiões da Islândia e América do Sul. Especialistas de …

Há 29 países que podem visitar a Grécia a partir de 15 de junho. Portugal ficou de fora

A partir de 15 de junho, cidadãos oriundos de 29 países poderão visitar a Grécia, revelou esta sexta-feira o Governo helénico, dando conta que a lista elaborada teve em conta a situação epidemiológica de cada …