Cientistas desvendam os segredos genéticos do cancro

Um projeto internacional de investigação juntou esforços para desvendar alguns dos segredos genéticos do cancro. As descobertas podem ser fundamentais para futuras terapias.

O Pan-Cancer Project é um programa de investigação que tem como objetivo entender melhor o cancro e perceber possíveis formas de o tratar. Esta quarta-feira foram publicados mais de duas dúzias de artigos científicos sobre o assunto em várias revistas científicas, naquele que é um esforço de mais de mil investigadores.

Embora não ofereça perspetivas práticas a curto prazo, entender melhor a teoria por detrás da doença é fundamental para futuros tratamentos. Adquiriu-se um mais alargado conhecimento das mutações genéticas e novas similaridades entre diferentes tipos de cancro, por exemplo.

Este tipo de informação, de acordo com o New Atlas, pode ser usado para diagnosticar que tipo de tumor um paciente tem e personalizar o plano de tratamento com base no genoma único do seu cancro.

“O conhecimento acumulado sobre a origem e evolução dos tumores pode permitir o desenvolvimento de novas ferramentas para detetar cancros mais cedo, bem como terapias mais direcionadas, a fim de tratar os pacientes com mais eficácia”, disse Lincoln Stein, que colabora no Pan-Cancer Project.

Os investigadores descobriram pelo menos uma mutação causal em quase todos os tipos de cancro, deixando apenas 5% dos tumores com origens inexplicáveis. Anteriormente a esta panóplia de estudos, quase um em cada três tumores eram de causas genéticas desconhecidas.

Através do estudo mais afincado do genoma do cancro, a vasta equipa de investigadores espera descobrir ainda mais mutações que levam ao crescimento do cancro.

“As descobertas que compartilhamos com o mundo hoje são o culminar de uma colaboração sem paralelos, de uma década, que explorou todo o genoma do cancro”, explicou Stein.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. esses cientistas aos magotes desvendam tudo e mais alguma coisa mas nunca desvendam o essencial a cura é que queremos e não o desvendamento das bugigangas.

      • mas afinal esses craques da ciência não são pagos a peso de ouro? ou acha mesmo que eles ganham o salário migalhinhas nacional? que interesse tem essa genética toda para quem sofre de cancro? de nada, absolutamente nada de nada. interessa é a cura o resto é apenas bla bla.

  2. Uma vez mais, o provérbio popular ” Devagar, devagarinho se leva a água ao moinho” está a ser seguido pelos cientistas. Não sejam tão egoístas ao pensarem só no momento atual; compreendo perfeitamente o desejo dos atuais cancerosos mas, nunca se esqueçam nos vindouros. A investigação científica deseja dar respostas mas, nem sempre é fácil obter respostas imediatas e, por isso, ela segue o provérbio: Devagar, devagarinho se leva a água ao moinho

RESPONDER

Líderes da UE alertam Londres para respeitar acordo do Brexit

Os líderes da União Europeia (UE) alertaram o Governo britânico, este sábado, que os dois lados devem implementar o acordo do Brexit, numa reunião com o primeiro-ministro britânico à margem da cimeira do G7. A presidente …

Variante Delta está a crescer em Portugal. Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada

As autoridades de saúde confirmam que já foi detetada, em Portugal, a transmissão comunitária da variante Delta do novo coronavírus. Esse cenário estará a ser mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo. "Até …

Vírgula permite aos deputados receberem abono de exclusividade mesmo mantendo cargos em empresas

Um parecer da Comissão de Transparência permite aos deputados acumularem funções em empresas enquanto recebem o subsídio de exclusividade na Assembleia da República. Tudo por culpa de uma vírgula que desperta interpretações diversas. A situação é …

Grupo Espírito Santo só tem verbas para pagar 2,6% das dívidas

Os credores reclamam 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o império Espírito Santo só tem cerca de 300 milhões de euros. De acordo com o semanário Expresso, aquilo que resta do império Espírito Santo …

CTT reclamam dívidas de 67 milhões ao Estado

Os CTT iniciaram um processo de arbitragem contra o Estado, reclamando um total de 67 milhões de euros em compensações pelo impacto da pandemia de covid-19 e pela extensão unilateral do contrato de concessão. "Os CTT …

O candidato de Costa ao Porto só durou 24 horas (e a "asneira" pode sair-lhe cara)

Está lançada a confusão no PS Porto com a escolha do candidato do partido às próximas eleições autárquicas. O secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, não resistiu às reacções negativas à sua escolha para …

Mourinho Félix ao ataque. BdP "subjugou-se" à ex-ministra das Finanças

O antigo secretário de Estado Adjunto e das Finanças criticou, esta sexta-feira, a "falha grave" do Banco de Portugal (BdP) ao se ter subjugado à antiga ministra das Finanças quanto à capitalização inicial do Novo …

Castillo obtém a maioria dos votos nas Presidenciais peruanas

Pedro Castillo obteve a maioria dos votos nas eleições presidenciais de domingo no Peru, com 50,168% dos votos, restando apenas 0,328% para contar, uma distância que a sua rival, Keiko Fujimori, não será capaz de …

Câmara de Lisboa arrisca multa de 80 milhões devido à partilha de dados

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) terá cometido quatro violações à lei da Proteção de Dados, puníveis cada uma com uma coima até aos 20 milhões de euros. Em declarações ao jornal Público, Elsa Veloso, advogada …

Joanetes e ossos partidos. A moda dos sapatos pontiagudos teve um alto custo na Inglaterra medieval

A moda dos sapatos pontiagudos na Inglaterra medieval desencadeou uma onda de joanetes, que, por sua vez, levaram a que as pessoas caíssem e partissem ossos. O século XIV assistiu à chegada de uma abundância de …