Se for ao Mundial, vacine-se!

Sanofi Pasteur / Flickr

-

A Organização Mundial de Saúde apelou hoje aos adeptos que viajem ao Brasil para o Mundial de Futebol que comprovem se têm as vacinas em dia para evitar contagiar e serem contagiados por doenças altamente infecciosas.

A mensagem da OMS surge a propósito da Semana Anual da Vacinação nas Américas, que começa hoje e dura até dia 30 e cuja mensagem faz uma alusão ao futebol: “Vacinação. A tua melhor jogada!“.

“Elegemos este tema como uma chamada à acção para destacar a importância de estar protegido contra as doenças evitáveis mediante vacinação, em particular o sarampo e a rubéola, durante a próxima edição do Mundial de Futebol”, explicou a assessora regional do programa de imunização da Organização Pan-americana de Saúde (OPS), Alba María Ropero, citada pela EFE.

O Mundial, que decorre em 12 cidades brasileiras entre 12 de Junho e 13 de Julho, é um “caldo de cultivo” propício para que surjam doenças que, de facto, já não são endémicas na região há anos.

A transmissão endémica do sarampo nas Américas foi interrompida em 2002 e a da rubéola em 2009.

“No entanto, o sarampo continua a circular a nível mundial e em países como o Brasil, o Canadá, o Equador e os Estados Unidos foram notificados casos de sarampo vinculados a importações”, recordou Ropero.

A partir da interrupção da circulação endémica do sarampo, em Novembro de 2002, o continente começou a contar casos importados de outros países e até 2012 notificou 2.771.

A maioria deles (1.369) ocorreu em 2011, quando se documentaram 171 surtos a partir de importações, que geraram uma transmissão sustentada em pelo menos três países (Canadá, Equador e Brasil).

“A Semana da Vacinação é uma oportunidade de preparação para enfrentar este desafio e proteger os progressos da região, incluindo os esforços para intensificar as actividades de vacinação orientadas para os viajantes e outros grupos de alto risco, como os trabalhadores da saúde, do turismo, jornalistas”, exemplificou Ropero.

A precaução justifica-se, já que dos 32 países cujas selecções participam no Mundial de 2014, 19 notificaram casos de sarampo em 2013.

Além disso, há precedentes que recordam a necessidade de vacinação.

Eventos desportivos como os Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver em 2010 ou no Mundial de Futebol na África do Sul, no mesmo ano, ficaram associados a grandes números de casos de sarampo no Canadá, Argentina e Brasil”, afirmou a especialista.

A nível global, o tema da Semana Mundial da Vacinação é “Imunização para um Futuro Saudável. Saber, Verificar, Proteger” e a OMS pretende apelar às pessoas para que saibam mais sobre quais as vacinas necessárias, verifiquem se a imunização das suas famílias está actualizada e procurem os serviços de vacinação para proteger todos os familiares.

Na quarta-feira, a organização alertou que mais de 22 milhões de crianças no mundo, cerca de uma em cada cinco, estão por vacinar contra doenças básicas.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo flexibiliza prescrição eletrónica de medicamentos

Esta quinta-feira, foi publicado em Diário da República o decreto-lei que cria o regime excecional de prescrição eletrónica de medicamentos durante o estado de emergência. O Governo criou um regime excecional de prescrição eletrónica de …

Médicos imigrantes impedidos de ajudar a combater o coronavírus nos EUA

Devido às regras dos vistos, muitos médicos imigrantes estão a ser proibidos de ajudar a combater a pandemia de covid-19 fora do hospital em que trabalham. Os Estados Unidos continuam a sentir em força as consequências …

Espanha insiste em emissão conjunta de dívida europeia "a médio prazo"

A ministra da Economia espanhola diz que o acordo alcançado pelo Eurogrupo "fazia falta", mas insiste que haja emissão conjunta de dívida europeia "a médio prazo". O Parlamento espanhol aprovou, entretanto, a renovação do estado …

Hyundai apresenta conceito de novo elétrico conduzido com joysticks

A Hyundai apresentou o conceito para um novo veículo, chamado Prophecy. O carro elétrico não é guiado pelo tradicional volante, mas sim por dois joysticks. As feiras automóveis estão todas interrompidas devido à pandemia de covid-19, …

Hospital da Cruz Vermelha excluído da rede de combate à pandemia

O Hospital da Cruz Vermelha não vai integrar a "rede covid", criada em resposta à pandemia do novo coronavírus, anunciou esta quinta-feira o executivo, realçando que esta decisão é tomada porque, face à situação atual, …

Coronavírus. Luvas de látex são perigosas quando não utilizadas corretamente

Quase como acontece com as máscaras, caso não sejam utilizadas corretamente, as luvas descartáveis de látex podem ser perigosas, ajudando a disseminar mais facilmente o vírus. A pandemia de covid-19 despertou grande interesse de como as …

Bloco de Esquerda "não vai aceitar austeridade" no pós-pandemia

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda diz que "não vai aceitar austeridade" em 2021, após a pandemia da covid-19, e garantiu que, pelo seu partido, "não faltará maioria" para ajudar Portugal a sair de …

Em Canonica d'Adda, homens e mulheres têm dias diferentes para ir às compras

A presidente da câmara de uma pequena cidade da Lombardia, Canonica d'Adda, em Itália, decidiu que homens e mulheres terão dias diferentes para fazer compras, visando limitar a multidão nas lojas e lutar contra a …

Linhas de crédito alargadas a todos os setores de atividade

O Governo alargou os apoios "à globalidade do tecido empresarial", nomeadamente aos setores do comércio e serviços, dos transportes, do imobiliário, da construção, indústrias extrativas e transformadoras. As linhas de crédito lançadas pelo Governo para apoiar …

Rui Rio: PSD não está a cooperar com o PS, mas com o Governo em nome de Portugal

O presidente do PSD, Rui Rio, afirmou esta quinta-feira que não está a cooperar com o PS, mas com o Governo de Portugal na crise da pandemia, esclarecendo que aquilo que defende é uma lógica …