Há uma “galáxia fantasma” escondida ao lado da Via Láctea

V. Belokurov based on the images by Marcus and Gail Davies and Robert Gendler

Da esquerda para a direita: Grande Nuvem de Magalhães, Via Láctea, Antlia 2

Uma equipa de astrónomos descobriu um enorme objeto nos dados do satélite Gaia da Agência Espacial Europeia. Com o nome “Antlia 2” ou “Ant 2”, o objeto não foi detetado até agora devido à sua densidade extremamente baixa.

Ant 2, apesar de ser uma vizinha da nossa galáxia, escondeu-se bem: atrás do manto do disco da Via Láctea.

De acordo com o estudo publicado a 9 de novembro no arxiv, o repositório da Universidade de Cornwell, Ant 2 é uma galáxia anã. À medida que as estruturas surgiram no início do Universo, as galáxias anãs foram as primeiras a serem formadas, por isso, a maior parte das suas estrelas são mais velhas, com uma massa baixa e pobres em metal.

Contudo, em comparação com os outros satélites anões conhecidos da nossa galáxia, a Ant 2 é enorme, sendo tão grande como a Grande Nuvem de Magalhães e um terço do tamanho da Via Láctea.

“Este é um fantasma de uma galáxia“, disse Gabriel Torrealba, principal autor do estudo. “Objetos tão difusos como a Ant 2 nunca foram vistos antes. A nossa descoberta só foi possível graças à qualidade dos dados de Gaia”.

A missão Gaia da ESA produziu o mais rico catálogo de estrelas até hoje, incluindo medições de alta precisão de aproximadamente 1,7 mil milhões de estrelas e revelando detalhes inéditos sobre a Via Láctea.

Os autores do estudo, provenientes do Taiwan, Reino Unido, Estados Unidos, Austrália e Alemanha, procuraram satélites da Via Láctea nos novos dados de Gaia, usando as estrelas RR Lyrae. Estas estrelas são velhas e pobres em metal, tipicamente encontradas numa galáxia anã.

“Estrelas RR Lyrae foram encontradas em todos os satélites anões conhecidos, por isso quando vimos um grupo em cima do disco galáctico, não ficámos surpreendidos”, disse o co-autor Vasily Belokurov. “Só quando reparámos na sua localização no céu é que descobrimos que tínhamos encontrado algo novo, já que nenhum objeto previamente identificado surgiu em nenhum dos bancos de dados pelos quais passámos”.

A equipa contactou colegas do Telescópio Anglo-Australiano (AAT), mas, quando verificaram as coordenadas da Ant 2, perceberam que as oportunidades para obter dados de acompanhamento eram limitadas. Só foram capazes de medir os espectros de mais de 100 estrelas gigantes vermelhas pouco antes do movimento da Terra ao redor do Sol tornar Ant 2 inobservável durante meses.

Os espectros permitiram que a equipa confirmasse que o objeto fantasma que viram era real: todas as estrelas estavam a mover-se ao mesmo tempo. Ant 2 nunca se aproximava muito da Via Láctea, ficando sempre a pelo menos 130 mil anos-luz de distância. Os investigadores também confirmaram a massa da galáxia, que era muito menor do que o esperado para um objeto do seu tamanho.

Para o coautor Sergey Koposov, a explicação mais simples para a baixa massa da Ant 2 seria se estivesse a ser “destruída” pelas marés da nossa galáxia. Contudo, o tamanho do objeto permanece sem explicação. “Normalmente, quando as galáxias perdem massa por causa das marés da Via Láctea, encolhem, não crescem”.

Nesta lógica, a Ant 2 teria que ter nascido grande. Embora objetos deste tamanho e luminosidade não estejam previstos nos modelos de formação de galáxias, recentemente têm-se especulado que alguns anões poderiam ser inflamados por uma formação de estrelas vigorosa.

Ventos estelares e explosões de supernovas afastariam o gás não utilizado, enfraquecendo a gravidade que une a galáxia e permitindo que a matéria escura se desviasse também.

Alternativamente, a baixa densidade da Ant 2 pode significar que é necessária uma modificação nas propriedades da matéria escura. A atual teoria predominante prevê que a matéria escura se acumule nos centros das galáxias. Dada a aparência da nova anã, pode ser necessária uma partícula de matéria escura que não se agrupe.

“Estamos a perguntar-nos se esta galáxia é apenas a ponta de um icebergue, e a Via Láctea está cercada por uma grande população de anãs quase invisíveis semelhantes a esta”, admitiu o co-autor Matthew Walker.

O espaço entre a Ant 2 e o resto das anãs galácticas é tão grande que isso pode ser uma indicação de que falta alguma física importante nos modelos de formação de galáxias anãs.

Encontrar mais objetos como este mostrará quão comuns são estas “galáxias fantasmagóricas”. E resolver este enigma pode ajudar os investigadores a entender como as primeiras estruturas do Universo primitivo surgiram.

ZAP // Phys

PARTILHAR

RESPONDER

A Terra em 4K. Empresa vai transmitir vídeos do Espaço em tempo real

A empresa Momentus assinou um novo contrato que fornecerá transporte e implementação no Espaço para a Sen, uma empresa britânica que está atualmente a construir um serviço de streaming de vídeo 4k e em tempo …

Hertz abre falência nos Estados Unidos, mas sobrevive em Portugal

O presidente executivo da Hertz Portugal afirmou esta quarta-feira que, apesar do inevitável “dano reputacional”, a falência da empresa nos EUA não afeta a sua atividade no país, onde opera de forma “independente” em regime …

Sintomas da doença de Lyme podem ser perigosamente confundidos com covid-19

Alguns dos sintomas característicos da doença de Lyme podem ser confundidos com covid-19. Isto pode trazer sérias consequências devido ao diagnóstico tardio da doença. Quando doenças semelhantes a uma gripe se desenvolvem em pessoas que passam …

Revelada a lotação máxima de várias praias portuguesas

Em contexto de pandemia de covid-19, o número de banhistas que pode entrar numa determinada praia será controlado. Foi revelada a lotação máxima das praias para as regiões do Algarve (Barlavento e Sotavento) e de …

Café na Coreia do Sul contrata um robô-barista para evitar a propagação da covid-19

O café Daejon, na Coreia do Sul, "contratou" um barista-robô para servir bebidas aos seus clientes, tentando evitar assim a propagação da pandemia de covid-19, que já matou mais de 350 mil pessoas em todo …

Incêndios: PSD aponta falta de meios aéreos e avisa que covid-19 não justifica atrasos

O PSD apontou hoje falta de meios aéreos de combate a incêndios no terreno e acusou o Governo de ter ficado "aquém" nas reformas e mudanças na floresta, avisando que a pandemia de covid-19 não …

Lançamento da SpaceX adiado devido ao mau tempo

O lançamento da SpaceX, que estava previsto para hoje, foi adiado devido às condições meteorológicas. Haverá uma nova tentativa no sábado, às 20h22 de Lisboa. O esperado era que a SpaceX lançasse esta quarta-feira dois astronautas …

"Não consigo respirar". Protestos nos EUA pela morte de homem negro às mãos da polícia

Milhares de pessoas protestaram, esta terça-feira à noite, em Minneapolis, cidade no estado norte-americano do Minnesota, contra a morte de George Floyd, um homem negro que acabou por falecer depois de um episódio com a …

Um em cada três americanos não acredita que o azeite vem das azeitonas

Um terço dos norte-americanos entrevistados numa sondagem disse não acreditar ou não ter certeza de que o azeite vem das azeitonas. O produto alimentar é usado por menos de metade das famílias do país. Uma sondagem …

A pandemia separou casais de namorados. Dinamarca abre fronteiras a quem prove estar numa relação

Esta segunda-feira, a Dinamarca diminuiu o controlo na fronteira com outros países nórdicos e com a Alemanha para que casais transfronteiriços, separados pela pandemia, se reencontrem. A partir desta segunda-feira, os casais separados pela pandemia podem …