Na pediatria do São João há caixotes de lixo guardados em berços

Marcello Casal Jr. / ABr

Os relatos de falta de condições na ala pediátrica do Hospital de São João, no Porto, continuam. Mães de crianças afirmam que há caixotes de lixo a serem guardados em cima de berços.

Numa altura em que se espera o arranque das obras da nova ala pediátrica do Hospital de São João, no Porto, as mães de crianças ali tratadas continuam a denunciar situações que caracterizam a pediatria como um pesadelo.

Segundo o Jornal de Notícias, entre essas denúncias está o facto de alguns caixotes de lixo estarem a ser guardados em cima de berços.

Foi um pesadelo. O isolamento térmico não existe. Há fita-cola nas janelas para o frio não entrar. O meu marido chegou a cobrir o menino com o casaco. De noite é como se estivéssemos na rua”, conta ao jornal Sara Rêgo, que esteve nas instalações com o filho de três meses, depois de o bebé ter tido um problema cardíaco.

Uma outra mãe conta que quando os eu filho foi transportado entre os contentores, onde funciona temporariamente a ala pediátrica, seguiu numa ambulância antigo sem que o berço fosse preso. “Era a enfermeira que ia a segurá-lo”, confessou ao JN.

Já Ana Silva conta que “na Neonatologia, o serviço foi fantástico. Quando chegámos à Pediatria vimos um mundo completamente oposto. Não temos espaço e há caixotes do lixo colocados em cima dos berços”.

Para alimentar o filho, Ana conta que tem de recorrer ao uso de uma seringa. No entanto, se na Neonatologia ela era imediatamente deitada fora, na Pediatria as ordens são para conservá-la durante 24 horas.

A administração do Centro Hospitalar de São João recebeu o anteprojeto esta semana, prevendo arrancar com as obras da nova ala pediátrica no fim do primeiro semestre de 2019.

“O Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário São João informa que a partir de março de 2019, e com a conclusão das obras em curso nos pisos 7 e 8 do edifício central, será possível a transferência de crianças da pediatria oncológica e da pediatria cirúrgica para espaços do edifício central do hospital”, anunciou em comunicado a administração.

Além disso, acrescenta que “não existindo disponibilidade imediata de espaço para alojar todo o internamento da pediatria médica no edifício central do São João, as crianças deste serviço mantêm-se nas instalações provisórias, até ser encontrada uma solução alternativa adequada”.

Entretanto, adianta o Observador, estas instalações serão alvo de obras de remodelação e expansão de modo a permitir dar mais conforto às crianças internadas e respetivos familiares.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Centeno pediu e Marcelo recebeu o governador do Banco de Portugal

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu o governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, esta segunda-feira à tarde, a pedido deste. O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, recebeu esta segunda-feira à tarde, no Palácio …

Vila romena reelege autarca que morreu de covid-19 dez dias antes

Os moradores de Deveselu, na Roménia, decidiram prestar uma última homenagem ao presidente da Câmara, nas eleições locais deste domingo, que morreu devido a complicações provocadas pela covid-19 dez dias antes. De acordo com a agência …

Jogador do Rio Ave recusou jogar

Matheus Reis não quis defrontar o Vitória de Guimarães porque quer sair rapidamente de Vila do Conde. Presidente anunciou suspensão do atleta. O Rio Ave apareceu no duelo com o Vitória de Guimarães (0-0) sem Matheus …

António Joaquim entrega recurso no Supremo no caso do homicídio do triatleta

O advogado de António Joaquim, condenado pelo Tribunal da Relação pelo homicídio do triatleta Luís Grilo, entregou, esta segunda-feira, no Supremo Tribunal de Justiça um recurso sobre essa decisão, defendendo a sua revogação e a …

57% dos portugueses diz que a pandemia dificultou acesso à saúde (e mais de 600 mil perderem consultas)

Mais de metade dos portugueses (cerca de 57%) considera que a pandemia dificultou o seu acesso aos cuidados de saúde, sendo a população mais idosa (69%) e os doentes crónicos (70%) quem mais manifesta esta …

“Negacionista e bem raivosa”. Livro de ex-ministro da Saúde revela reação de Bolsonaro à pandemia

O primeiro ministro da Saúde do mandato de Jair Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, publicou um livro sobre o combate à pandemia no Brasil e revelou que o Presidente teve uma reação “negacionista” e “raivosa”. De acordo …

"É um génio". Futre acredita que João Félix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo

O antigo internacional português e antigo jogador do Atlético de Madrid Paulo Futre acredita que João Felix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo. "É um génio. Cada vez que a bola passa pelos …

Seis novos sauditas indiciados na Turquia pela morte de Khashoggi

Os seis sauditas, indiciados a alguns dias do segundo aniversário do homicídio, não se encontram na Turquia e devem ser julgados à revelia. O procurador de Istambul indiciou, esta segunda-feira, seis novos sauditas suspeitos de …

Expressões neutras e imagens de homens e mulheres. Governo quer militares a usar linguagem inclusiva

O Ministério da Defesa quer que os militares comecem a usar uma linguagem mais inclusiva e menos discriminatória nos documentos e comunicações oficiais, de acordo com uma diretiva enviada Estado-Maior-General das Forças Armadas e aos …

Trump acusado de incentivar afro-americanos a não votar em 2016. E queria a filha Ivanka como vice

A equipa da campanha digital de Donald Trump tentou dissuadir milhões de afro-americanos de votar nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016, segundo uma investigação hoje divulgada por jornalistas da estação de televisão britânica Channel 4 …