Expulsão de Carola Rackete recusada. Salvini pergunta se o juiz “bebeu copo de vinho”

Angelo Carconi / EPA

Matteo Salvini

A justiça italiana recusou assinar a ordem de expulsão do país da capitã do navio humanitário “Sea Watch 3”, emitida pelas autoridades italianas e defendida pelo ministro do Interior italiano.

A Procuradoria de Agrigento, Sicília, tomou esta decisão um dia depois da juíza Alessandra Vela ter decidido libertar Carola Rackete, que se encontrava em prisão domiciliária desde sábado depois de ter atracado, sem autorização, na ilha de Lampedusa para realizar o desembarque de 40 migrantes que tinham sido resgatados há vários dias ao largo da Líbia.

A informação foi avançada, esta quarta-feira, pela porta-voz italiana da ONG Sea Watch, Giorgia Linardi, numa conferência de imprensa em Roma. A representante explicou que a Procuradoria de Agrigento não irá deliberar sobre a ordem de expulsão pelo menos até 9 de julho, quando a capitã do Sea Watch 3 deverá ser ouvida pelas autoridades judiciais italianas no âmbito da investigação aberta por suspeita de ajuda à imigração ilegal.

A mesma porta-voz confirmou que a alemã, de 31 anos, foi transportada para um “lugar seguro” para protegê-la da atenção dos media, mas sem falar de eventuais ameaças, ao contrário do porta-voz da mesma organização em Berlim, Ruben Neugebauer, que no mesmo dia referiu que a jovem já recebeu algumas.

Linardi acrescentou que a capitã é “uma mulher livre” e, como tal, não é garantido que permaneça em Itália. “Carola precisa de ter o seu tempo depois de quatro dias de detenção, compreender tudo o que aconteceu e também enfrentar duas investigações“.

A decisão de terça-feira da juíza encarregue pelo inquérito preliminar em Agrigento foi fortemente criticada por Matteo Salvini, ministro do Interior italiano, que acusou uma parte da magistratura de “fazer política” e considerou uma “vergonha” a deliberação.

“Violou as leis. Arriscou a vida de alguns militares e agora está livre. Volta para a Alemanha para causar problemas e para colocar em perigo a vida daqueles que defendem o país”, acrescentou o também vice-primeiro-ministro.

No Facebook, o líder da extrema-direita italiana criticou ainda mais a decisão judicial de libertarem a alemã: “O juiz bebeu um copo de vinho antes de decidir?”.

Os representantes da Sea Watch e de outras ONG envolvidas no resgate de migrantes no Mediterrâneo, como a Open Arms ou a Mediterranea, e de organizações como os Médicos sem Fronteiras falaram hoje à comunicação social em Roma depois de terem recusado comparecer numa comissão do Parlamento italiano. O motivo apresentado foi o facto da Sea Watch não ter sido convidada para a comissão parlamentar.

Durante a conferência de imprensa em Roma, as ONG defenderam que a capitã alemã atuou em conformidade com o direito marítimo. Em declarações aos jornalistas, a Mediterranea afirmou que, caso se depare com uma situação similar, “irá agir como está previsto nos regulamentos das leis internacionais marítimas” o que “significa colocar a salvo as pessoas que se encontram a bordo”.

Carola Rackete foi acusada de resistência ou violência contra um navio de guerra estrangeiro, bem como da tentativa de abalroamento, por ter chocado com uma patrulha da Guardia di Finanza durante as manobras no porto de Lampedusa e foi ainda acusada de ter entrado em águas territoriais italianas sem autorização. Estas acusações podem valer-lhe uma pena de prisão de dois a dez anos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

  1. A vida dá muitas voltas; pode ser que um dia, seja ele ou a sua Família a precisar de apoio, de ajuda, de auxílio e toda a gente lho negue… isso sim, é que seria JUSTIÇA.
    No imediato, é dever da raça humana ajudar… depois de o perigo passar, há que avaliar e equacionar as melhorea soluções. Estando a Itália ali mais perto, é um problema, de facto. Mas se a montante dos problemas, as nações SE UNISSEM para verdadeiramente ajudar, tudo estaria melhor.
    Bom resto de tarde.

    • A senhora sabe de onde é que esta menina cheia de boas intençoes tirou o dinheiro para fazer andar aquele navio? eu digo-lhe .
      Esta menina e o outro rapazito portugues que ajudava a transportar libaneses recebem dinheiro dos traficantes de de pessoas e tambem mamam de subsidios que a UE dá por cada refugiado ajudado.
      Páre de tratar criminosos como coitadinhos. porque se esta e o outro fossem gastar dinheiro do proprio bolso andavam num barco a remos a travessar o tejo ali na zona de Santarem.

  2. Mussolini foi pendorado como um porco para jubilo da população.
    Este e a escoria que o acompanha tenha o mesmo destino.

  3. A base de tudo isto,são os traficantes, que se fartam de ganhar dinheiro com este negocio, e que uma vez que os metem nesses barcos, informam essas hipócritas, como essa comandante, que só quer dar nas vistas, para os irem recolher em alto mar. Entretanto, já receberam o deles. E esta espécies de samaritanos do mar? quem alimenta esses barcos e suas gentes? Se estes migrantes, vem para a Europa a fazer o que estão a fazer, por exp, na Suécia, a imporem as suas leis, então que fiquem a viver no mediterrâneo. Se não se puser fim a esta situação, os traficantes de pessoas, não mais vão parar. Sobre esses, ninguém diz nada. Quem está a ganhar com isso além dos traficantes ? As coisas, são bem diferentes do que parecem. Essa gente, aparentemente, deveriam ser gente humilde, por precisarem dos outros! mas é exactamente o contrario. São arrogantes e vem para dominar, e impor as suas regras. Raios os partam. Tem o que merecem. Para além do mais, o eventual sofrimento porque acham que estão passando, tem relação directa com o que terão feito no passado. Agora, as consequências estão aí.

  4. … Magno Casimiro o seu comentário é para ajudar este individuo italiano ? tanta hipocrisia humana, politica só comentários populistas e que não resolvem nada de nada pois a xenofobia não ajuda os pensamentos neofascista.

  5. E depois admiram-se quando a extrema direita ganha votos na Europa e até eleições.Foi a falta de inteligência da esquerda e do “seu” politicamente correcto que originou a ascensão de Mussolini e de Hitler nos anos 20/30 do sec passado, e que agora está a criar as condições para que outro tipo de direita assuma o poder. Depois queixam-se com os mesmos argumentos de sempre. Que os juízes italianos são mestres em fazer politica não é novidade nenhuma. Por isso é que já apareceram diversos partidos liderados por ex-juízes…

  6. Salvini é o Cara! Ele está certíssimo, que os alemães recebam toda essa gente que encomenda. Aliás, aqui no Brasil, o Supremo Tribunal Federal está a realizar uma licitação para compra de vinhos importados 4 selos. Acho que é por isso que o tal Battiste ficou aqui por tantos anos a desfrutar da dolce vida. Parabéns Salvini.

    • Vê lá se ele não faz o mesmo aos brasileiros que vivem na Itália, que muitos italianos consideram uma praga e, mais do que uma vez, já ouvi italianos a dizer que os brasileiros deviam ser expulsos!…

  7. Esta nem um tostão do seu bolso gastaria para ajudar quem quer que fosse, não passa duma traficante como tantos outros que se valem da infelicidade destes desgraçados.
    só este navio gasta mais num dia que os vossos carros gastam para ir trabalhar num ano.
    POBRE COITADA A HEROÍNA

  8. Vê lá se ele não faz o mesmo aos brasileiros que vivem na Itália, que muitos italianos consideram uma praga e, mais do que uma vez, já ouvi italianos a dizer que os brasileiros deviam ser expulsos!…

RESPONDER

Cientistas criam algoritmo para identificar covid-19 a partir do som da tosse

Investigadores de vários países criaram um algoritmo que afirmam poder identificar se uma pessoa tem covid-19 a partir do som da sua tosse. Cientistas do México, Estados Unidos, Espanha e Itália, liderados por uma equipa do …

Para proteger o fundo do mar, novo sistema permite atracar vários barcos com uma só "âncora"

Quando vários barcos se amontoam numa enseada durante a noite, cada um deles lança uma âncora que pode potencialmente danificar os corais e a vida marinha no fundo do mar. O sistema Seafloat foi criado …

Japão e Estados Unidos assinam acordo de cooperação para exploração da Lua

O Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) assinaram um acordo de colaboração entre os dois países no programa Artemis, para a exploração da …

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …