Salários em atraso. Sindicato de Jogadores alerta para “situação dramática” no Desportivo das Aves

O Sindicato de Jogadores fala em “situações dramáticas” nas equipas principal e de sub-23 do Desportivo das Aves.

O Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) relatou este sábado “situações verdadeiramente dramáticas” nas equipas principal e de sub-23 do Desportivo das Aves, devido a salários em atraso e condições de trabalho no clube avense.

“Após ouvir os jogadores, o Sindicato identificou situações verdadeiramente dramáticas, que colocam em causa não só a dignidade destes profissionais de futebol, como da própria competição”, referiu, em comunicado, o SJPF, que, devido à pandemia Covid-19, manteve uma reunião por videoconferência com as duas equipas que são geridas pela SAD avense.

Na quinta-feira, o plantel do Desportivo das Aves, último classificado da I Liga, recusou treinar e exigiu a regularização salarial dos meses de janeiro e fevereiro.

A entidade sindical revelou que nos sub-23 há “jogadores com três a quatro vencimentos em atraso, problemas em garantir alojamento e despesas essenciais do dia-a-dia”, além de “jogadores contratados para a equipa principal no mercado de janeiro que não receberam ainda qualquer salário”, o que tem causado “sérias dificuldades financeiras” aos atletas.

Na reunião, houve “relatos sobre as infraestruturas desportivas do clube, nomeadamente condições do campo de treino, assistência ou comodidade dos balneários”, pelo que o SJPF considera que “estas circunstâncias comprometem as condições de trabalho do plantel e a vulnerabilidade dos jogadores põe em causa a integridade das competições em que estão envolvidos”.

“No imediato, o Sindicato irá diligenciar junto da Liga [de clubes] para que oficie o clube no sentido de pôr termo a esta situação, pedir à Comissão de Auditoria que no âmbito do controlo financeiro do mês de março atue com a máxima celeridade e colocar à disposição dos jogadores os mecanismos do Fundo de Garantia Salarial para as competições profissionais e não profissionais”, refere o comunicado.

Caso nada seja feito da parte da SAD do Desportivo das Aves, o SJPF assegurou que “os jogadores irão exercer os meios legais à disposição e, aquando do retorno da competição, ponderam a tomada de medidas de força, entre as quais a greve”.

A situação foi desencadeada em meados de fevereiro, depois de o investidor e dono da administração avense, o chinês Wei Zhao, não ter conseguido efetuar transferências bancárias internacionais a partir do país mais populoso do mundo desde o início do ano.

Na altura, o dirigente justificou os atrasos com o avanço da doença Covid-19, que foi detetada em dezembro em Wuhan e que reduziu ao mínimo os serviços naquela nação asiática.

Os jogadores pediram esclarecimentos aos responsáveis do Desportivo das Aves e as verbas requeridas sobre o mês de dezembro foram desbloqueadas em 14 de fevereiro, situação que nunca mais teve continuidade e arrastou-se aos meses seguintes.

O Desportivo das Aves é o 18.º e último classificado da I Liga portuguesa, com 13 pontos.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mais clube menos clube, que falta faz exatamente o desportivo das aves ao desporto nacional? – Resposta: zero! Por isso se não têm dinheiro não devem ter vícios, fechem essa coisa e dediquem-se à pesca.

RESPONDER

Segunda vaga de moratórias autorizada pela Autoridade Bancária Europeia

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) autorizou a reabertura de moratórias de crédito, com efeitos a partir de 01 de outubro até 31 de março de 2021, dois meses após ter suspendido novas adesões. Num comunicado publicado …

Turquia alvo de críticas duras em reunião da NATO e em risco de sanções

A Turquia esteve esta quarta-feira sob um fogo de críticas na reunião virtual dos Ministros dos Negócios Estrangeiros (MNE) da NATO e, com a deceção manifestada pelos Estados Unidos, deve preparar-se para sanções económicas americanas …

O que Neymar mais quer é voltar a jogar com Messi. Só se vier a custo zero, diz o Barça

O internacional brasileiro Neymar, que alinha pelo PSG, confessou esta quarta-feira que o mais deseja é voltar a jogar com o astro argentino Lionel Messi, com quem partilhou balneário entre 2013 e 2017 no Barcelona. …

Ministro da Administração Interna e procuradora-geral da República vão ser ouvidos no Parlamento

Eduardo Cabrita será ouvido sobre o caso do cidadão ucraniano assassinado nas instalações do SEF e Lucília Gago sobre a "recente diretiva sobre os poderes hierárquicos" na magistratura do Ministério Público. A comissão de Assuntos Constitucionais …

Portugal regista mais 79 mortos e 3.772 novos casos de covid-19

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 79 mortos relacionados com o novo coronavírus, que provoca a covid-19, e 3.772 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

França investiga 76 mesquitas por suspeita de radicalização islâmica

A França vai investigar nos próximos dias 76 mesquitas por suspeitas de radicalização islâmica, anunciou esta quarta-feira o ministro do Interior do país, Gerald Darmanin. Trata-se de 16 templos na região de Paris e 60 no …

Medidas estão a dar resultados. Novas regras apresentadas sábado vão vigorar até 7 de janeiro

O primeiro-ministro afirmou que as medidas adotadas estão a produzir resultados, havendo uma trajetória descendente de novos casos de covid-19, mas advertiu que janeiro é mês de risco e as restrições não podem ser aliviadas. Esta …

Interpol alerta para ameaça do crime organizado ligado às vacinas. Falsificações podem ser fatais

A Interpol emitiu um alerta global aos perigos de burlas à volta da nova vacina para a covid-19. As falsificações podem ser lucrativas para os criminosos e fatais para quem as usar. A Interpol emitiu um …

Alguns distritos de Portugal continental e Madeira com avisos meteorológicos até domingo

Alguns distritos de Portugal continental e o arquipélago da Madeira vão estar a partir de hoje e pelo menos até domingo com vários avisos meteorológicos devido à agitação marítima, vento e queda de neve, de …

R abaixo de 1 em Portugal. Um milhão de pessoas pode já ter tido contacto com o vírus

Um doente covid-19 em Portugal está a infetar, em média, menos de uma pessoa, segundo dados do Instituto Ricardo Jorge revelados esta quinta-feira, que mostram que o Rt voltou a estar abaixo do 1. “Atualmente, o …