Rússia diz que consegue ir a Marte em apenas 45 dias (e depois voltar)

A Rússia anunciou que está a desenvolver um foguete nuclear capaz de chegar a Marte em apenas 45 dias. E depois voltar.

Embora a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) e outras agências espaciais estejam a criar sistemas capazes de levar uma tripulação até Marte, a utilização de foguetes convencionais não só faz com que a longa duração da viagem se torne, por si só, num problema logístico (comida para a tripulação) e de risco acrescido (exposição à radiação) como também faz com que essa viagem seja apenas de ida – a não ser que se arranjasse forma de gerar combustível em Marte, ou se gastassem muitos biliões de dólares extra para transportar para lá todo o combustível necessário para a viagem de regresso.

A Rosatom, órgão que regula o mercado energético russo (incluindo a energia nuclear), alega ter uma solução bastante mais económica e eficiente, que resolve ambos os problemas: um foguete com motor nuclear que poderá chegar a Marte em apenas 45 dias, e que ainda terá combustível suficiente para regressar à Terra, algo que a NASA ainda não é capaz de realizar.

Embora possa parecer bom demais para ser verdade, ninguém pode ignorar que a Rússia desenvolveu este tipo de tecnologia durante várias décadas (a Guerra Fria facilitava esse tipo de “investimentos”) e que já na altura estes motores atómicos eram muito mais eficientes que os motores químicos. Com a tecnologia atual, essa eficiência seria ainda maior, fazendo com que estas promessas não sejam assim tão descabidas.

Infelizmente, a situação económica da Rússia não é a melhor, e embora o valor pedido para o desenvolvimento deste motor seja uma fração daquele que a NASA tem destinado para a criação do seu novo mega-foguetão para chegar a Marte, existem sérias dúvidas sobre se este projecto conseguirá chegar ao fim e ter um produto para apresentar.

O objetivo inicial seria ter um protótipo pronto em 2025.

Aberto até de Madrugada

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …