Rocha alienígena desconhecida encontrada na Suécia

(dr) Birger Schmitz

Oest 65: este poderá ser o primeiro caso documentado de um meteorito extinto - isto é, cujo corpo principal já não passa pela Terra por ter sido consumido em sucessivas colisões

Oest 65: este poderá ser o primeiro caso documentado de um meteorito extinto – isto é, cujo corpo principal já não passa pela Terra por ter sido consumido em sucessivas colisões

Retirada de uma pedreira em Thorsberg, na Suécia, onde é extraído calcário, uma estranha rocha está a mudar a nossa compreensão da formação do sistema solar.

O meteorito em causa está enterrado em Thorsberg há pelo menos 470 milhões de anos, e recebeu o nome de Oest 65.

Não é muito grande, mas calcula-se que seja na realidade uma lasca de uma outra rocha, maior – um asteróide com 20 a 30 km de diâmetro.

A história desta pedra começou há cerca de 3 mil milhões de anos, quando o asteróide que a originou atingiu um outro asteróide, com cerca de 100 a 150 km de diâmetro.

Na colisão, o objecto maior fragmentou-se, formando uma “nuvem de pedras” entre Marte e Júpiter.

Desde essa colisão, têm chovido restos do asteróide maior, na forma de condritos, que até hojecaem na Terra.

Mas a composição da pedra Oest 65 é diferente.

Oest 65 é rica em elementos como o irídio, que é relativamente raro na Terra, e de um isótopo particular do néon, em proporções diferentes dos condritos que são encontrados na região.

Há 470 milhões de anos, esta pedra caiu sobre um oceano, afundando-se até ao leito arenoso, que formou o que hoje é a pedreira de calcário de Thorsberg.

Juntamente com esta pedra extraordinária, foram também encontrados cerca de uma centena de condritos.

A queda do Oest 65 coincidiu com um período em que o nosso planeta tinha só um continente, a Gondwana, e estava a acontecer uma expansão massiva de vida invertebrada nos oceanos da Terra.

Os cientistas começam agora a considerar que a pedra será “um resto de um meteorito extinto“, porque o corpo que o originou já foi completamente consumido por colisões no espaço – o que significa que não veremos nunca mais quedas de fragmentos seus.

A descoberta deste fragmento de meteorito é importante, porque mostra que os meteoritos, usados como base de muitas suposições sobre a formação do sistema solar, não são afinal assim tão representativos do que era a cintura de asteróides há 500 milhões de anos atrás.

O resultado da descoberta foi publicado na Nature Communications, num artigo de Birger Schmitz, investigador da Universidade Lund, na Suécia.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Embora “massiva” já tenha entrado no dicionário como um neologismo vindo do Inglês, em bom Português deve usar-se “maciça”.

    Mais uma vez a notícia parece confundir meteoritos com meteoróides.
    A frase “que a pedra (O METEORITO) será ‘um resto de um METEORÓIDE extinto'” parece assim mais correcta.

  2. vai la vai até a BARRACA CUBATA ABANA com tantas desc obertas uiui ja nem se sabe onde se anda e onde se vai etcetetc e agora vem ai um PLANETA GIGANTE uiuiui aiaia a nossa bida,se ele bate neste uiuiiou sera que vaos viver nele ou os.as ( respeito a eles e elas -REFUGIADOS.AS- que a EUROPA ja na sabe como resolver esta QUESTÃO então será melhor começarem a pensar em COLONIZAREM essa TERRA PLANETARIA GIGANTE e passarem para la essa gente ja que a EUROPA na sabe resolver nADA iiiiiiiiiiiiiiii

    A.G.P.

RESPONDER

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Dobradinha poderá render 1,6 milhões de euros a Bruno Lage

Caso consiga alcançar a dobradinha, isto é, vencer o campeonato e a Taça de Portugal, o treinador do Benfica, Bruno Lage, receberá em prémios cerca de 1,6 milhões de euros brutos, avança a imprensa desportiva. A …

Lisboa aumenta seis vezes IMI de prédios devolutos nos centros

A Câmara de Lisboa vai aumentar, em 2020, seis vezes a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para os prédios devolutos nas zonas de maior pressão urbanística, anunciou esta quarta-feira o vereador das Finanças, …

Polícia entrou na federação de futebol da Bulgária e deteve cinco pessoas

Já depois de Borislav Mihailov se ter demitido da presidência da federação da Bulgária, uma unidade da estrutura policial que luta contra o crime organizado no país entrou esta terça-feira na sede da federação, em …

Família holandesa vivia há 9 anos numa cave à espera “do fim dos tempos”

A policia holandesa encontrou uma família de seis pessoas na cave de uma quinta no nordeste do país, onde viviam em isolamento há nove anos e, segundo a imprensa, esperavam “o fim dos tempos”. A polícia …

Kim Jong-un subiu montanha sagrada a cavalo (e deixou a Coreia à espera de um grande anúncio)

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, foi ao monte Paektu, a montanha considerada sagrada pelos norte-coreanos, dar um passeio a cavalo. As imagens foram divulgadas pela agência estatal KCNA, tendo surgido especulações de que virá aí …