Rocha alienígena desconhecida encontrada na Suécia

(dr) Birger Schmitz

Oest 65: este poderá ser o primeiro caso documentado de um meteorito extinto - isto é, cujo corpo principal já não passa pela Terra por ter sido consumido em sucessivas colisões

Oest 65: este poderá ser o primeiro caso documentado de um meteorito extinto – isto é, cujo corpo principal já não passa pela Terra por ter sido consumido em sucessivas colisões

Retirada de uma pedreira em Thorsberg, na Suécia, onde é extraído calcário, uma estranha rocha está a mudar a nossa compreensão da formação do sistema solar.

O meteorito em causa está enterrado em Thorsberg há pelo menos 470 milhões de anos, e recebeu o nome de Oest 65.

Não é muito grande, mas calcula-se que seja na realidade uma lasca de uma outra rocha, maior – um asteróide com 20 a 30 km de diâmetro.

A história desta pedra começou há cerca de 3 mil milhões de anos, quando o asteróide que a originou atingiu um outro asteróide, com cerca de 100 a 150 km de diâmetro.

Na colisão, o objecto maior fragmentou-se, formando uma “nuvem de pedras” entre Marte e Júpiter.

Desde essa colisão, têm chovido restos do asteróide maior, na forma de condritos, que até hojecaem na Terra.

Mas a composição da pedra Oest 65 é diferente.

Oest 65 é rica em elementos como o irídio, que é relativamente raro na Terra, e de um isótopo particular do néon, em proporções diferentes dos condritos que são encontrados na região.

Há 470 milhões de anos, esta pedra caiu sobre um oceano, afundando-se até ao leito arenoso, que formou o que hoje é a pedreira de calcário de Thorsberg.

Juntamente com esta pedra extraordinária, foram também encontrados cerca de uma centena de condritos.

A queda do Oest 65 coincidiu com um período em que o nosso planeta tinha só um continente, a Gondwana, e estava a acontecer uma expansão massiva de vida invertebrada nos oceanos da Terra.

Os cientistas começam agora a considerar que a pedra será “um resto de um meteorito extinto“, porque o corpo que o originou já foi completamente consumido por colisões no espaço – o que significa que não veremos nunca mais quedas de fragmentos seus.

A descoberta deste fragmento de meteorito é importante, porque mostra que os meteoritos, usados como base de muitas suposições sobre a formação do sistema solar, não são afinal assim tão representativos do que era a cintura de asteróides há 500 milhões de anos atrás.

O resultado da descoberta foi publicado na Nature Communications, num artigo de Birger Schmitz, investigador da Universidade Lund, na Suécia.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Embora “massiva” já tenha entrado no dicionário como um neologismo vindo do Inglês, em bom Português deve usar-se “maciça”.

    Mais uma vez a notícia parece confundir meteoritos com meteoróides.
    A frase “que a pedra (O METEORITO) será ‘um resto de um METEORÓIDE extinto'” parece assim mais correcta.

  2. vai la vai até a BARRACA CUBATA ABANA com tantas desc obertas uiui ja nem se sabe onde se anda e onde se vai etcetetc e agora vem ai um PLANETA GIGANTE uiuiui aiaia a nossa bida,se ele bate neste uiuiiou sera que vaos viver nele ou os.as ( respeito a eles e elas -REFUGIADOS.AS- que a EUROPA ja na sabe como resolver esta QUESTÃO então será melhor começarem a pensar em COLONIZAREM essa TERRA PLANETARIA GIGANTE e passarem para la essa gente ja que a EUROPA na sabe resolver nADA iiiiiiiiiiiiiiii

    A.G.P.

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …