Robot Curiosity identifica “arrotos” de metano em Marte

NASA

A sonda norte-americana Curiosity

O robot Curiosity – criado pela NASA para explorar a superfície de Marte – identificou metano no planeta vizinho da Terra, o que poderá ser um sinal de que terá havido vida no planeta vermelho no passado – ou mesmo no presente.

O robot detectou a presença constante de níveis bastante baixos do gás, mas também registou picos de concentração bem mais elevada.

O fato de existir metano em Marte é intrigante porque, na Terra, 95% do gás tem origem em organismos microbiais, como as bactérias.

Os investigadores levantam agora a hipótese de que a presença destas moléculas em Marte possa ser um sinal de existência de vida no planeta.

A equipe do Curiosity não conseguiu identificar de onde vinha exactamente o metano encontrado, mas a maior probabilidade é de que tenha vindo dos depósitos subterrâneos que são periodicamente vasculhados pelo robot.

O professor Sushil Atreya, responsável pelo projecto, disse que era possível que os chamados hidratos de metano estivessem envolvidos.

“Isto é algo como gaiolas moleculares de água-gelo, onde o gás metano está aprisionado. De vez em quando, as moléculas poderiam ser desestabilizadas, talvez por alguma tensão mecânica ou térmica, e o gás metano é libertado, encontra o seu caminho através de fendas ou fissuras na rocha, e chega à atmosfera “, explicou o professor, investigador da Universidade de Michigan, à BBC.

A questão que ainda permanece no ar é como o metano terá chegado aos depósitos originais.

O gás pode ter vindo de microorganismos; pode também ter tido origem num processo natural, como reacções químicas decorrentes da interacção de água com alguns tipos de formações rochosas.

Até agora, é apenas especulação. Mas pelo menos, o Curiosity já identificou o gás.

Vida

Uma forma de investigar se o metano de Marte tem origem biológica ou geológica seria estudar os tipos, ou isótopos, de átomos de carbono no gás.

Na Terra, a vida favorece uma versão mais leve do elemento (carbono-12) sobre uma mais pesada (carbono-13).

Uma proporção alta de C-12 em relação a C-13 em rochas antigas da Terra foi interpretada como prova de que existia actividade biológica no nosso planeta há quatro mil milhões de anos atrás.

Se os cientistas descobrirem provas similares em Marte, seria surpreendente. Mas, infelizmente, os volumes de metano detetados pelo Curiosity são demasiado pequenos para se poder fazer esse tipo de análise.

Outra grande descoberta do Curiosity foi a confirmação da existência de compostos orgânicos, ricos em carbono, em amostras de rochas.

É a primeira vez que são identificados elementos orgânicos em materiais da superfície do Planeta Vermelho.

O robot encontrou indícios de cloro-benzeno num pedaço de rocha pulverizada extraído de um lamito, um tipo de rocha sedimentar, baptizado de Cumberland.

O cloro-benzeno é um anel de carbono com cinco átomos de hidrogénio e um átomo de cloro ligados.

A equipa do Curuiosity não consegue ter a certeza se o elemento químico estava especificamente presente no Cumberland ou se foi produzido durante o aquecimento na análise.

Mas mesmo que seja o último caso, os cientistas estão confiantes de que a molécula seria, no mínimo, derivada de estruturas de carbono maiores que as que estavam no local.

Mais uma vez, os cientistas estão interessados em confirmar a existência de tais produtos orgânicos porque a vida como a conhecemos só pode existir onde há capacidade de troca de moléculas de carbono.

Onde estas moléculas não existirem, não há vida. O que não significa que, onde existam, haja automaticamente vida.

ZAP / BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A noticia, propalada pela BBC, aceita acriticamente a origem biotica do metano. O facto de haver metano em Marte nao indicia que alguma vez tenha havido vida ali. Ha’ planetas
    com oceanos de metano, como e’ o caso de Titan. A origem abiotica do metano (e tambem do petroleo) e’ cientificamente respeitavel e defendida por cientistas eminentes, como Thomas Gould por exemplo. Os hidrocarbonetos fazem parte da massa de muitos planetas e nao teem necessariamente uma origem fossil.

    • Caro Jorge,
      Obrigado pelo seu contributo para a discussão.
      Repare por favor no 9º e no último parágrafos da peça:
      “O gás pode ter vindo de microorganismos; pode também ter tido origem num processo natural, como reacções químicas decorrentes da interacção de água com alguns tipos de formações rochosas.”
      “Onde estas moléculas não existirem, não há vida. O que não significa que, onde existam, haja automaticamente vida.”

RESPONDER

Falta de funcionários. Brandão Rodrigues responsabiliza algumas escolas por atraso no processo

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, lembrou que algumas escolas demoraram a iniciar o processo de contratação de funcionários, garantindo que atualmente há muito mais assistentes e novas formas de colmatar as necessidades dos …

Cientistas inventam novo método para testar neurotoxinas letais sem usar cobaias

Os testes em animais não vão ser mais precisos relativamente a um grupo de neurotoxinas mortais, graças a uma nova investigação da Universidade de Queensland, na Austrália. Por mais benéfica que a Ciência seja para a Humanidade, …

México concede asilo a Morales. Ex-Presidente da Bolívia promete regressar "com mais força"

O ex-Presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou na segunda-feira que está de partida para o México, país que lhe concedeu asilo político, mas prometeu regressar brevemente "com mais força e energia", um dia depois de …

Avós e tios do bebé encontrado no lixo vivem em Portugal

Os avós e os tios do bebé recém-nascido encontrado, na semana passada, num caixote do lixo, em Lisboa, vivem em Portugal e já foram contactados pelo embaixador cabo-verdiano. Em declarações ao jornal Público, o embaixador Eurico …

Aranhas e formigas inspiram metal que não se afunda

Cientistas criaram um metal altamente hidrofóbico que não se consegue afundar. As possíveis aplicações deste material estão a entusiasmar a comunidade científica. A tradição de os humanos se inspirarem nos animais e na natureza para algumas …

Hubble capta uma galáxia que tem 12 clones no céu

O telescópio espacial Hubble captou uma galáxia que parece ter sido duplicada várias vezes, aparecendo em regiões distantes do Universo. A galáxia, apelidada de Sunburst Arc, fica a a quase 11 mil milhões de anos-luz da …

Exoplanetas, explosões de estrelas e mais de mil objetos desconhecidos. Vídeo da NASA mostra "a beleza da paisagem cósmica"

https://vimeo.com/371950351 A NASA revelou esta terça-feira um panorama em vídeo do céu austral (hemisfério celestial sul), construído graças a 208 imagens captadas pelo caçador de planetas TESS (Exoplanets in Transit) durante um ano. Em comunicado, a …

John Cleese esgota três coliseus em 48 horas

John Cleese vai estar no Coliseu de Lisboa com “Last Time To See Me Before I Die” durante três dias. O humorista britânico esgotou as três datas em apenas 48 horas. Durante esta madrugada (10), a …

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …