Risco de derrame de combustível por navio encalhado existe, mas é baixo

Tiago Petinga / Lusa

O porta-voz da Autoridade Marítima garantiu hoje que o risco de derrame de combustível pelo navio encalhado no Bugio é baixo, já que a embarcação não tem danos estruturais, mas admitiu que o barco tem sido muito fustigado.

“O risco existe. O navio já está há algum tempo a ser fustigado pela ondulação, mas para já não apresenta danos estruturais. A bordo estão 130 toneladas de combustível marítimo e 20 toneladas de resíduos oleosos”, disse o comandante Fernando Pereira da Fonseca.

Apesar de o risco ser baixo, o comandante adiantou que a Autoridade Marítima já tem um plano de contingência em curso.

De acordo com o comandante Fernando Pereira da Fonseca, já foi deslocado material de combate à poluição da base logística de Troia para Lisboa, sendo que parte do material está na Base Naval e outra vai a Docapesca.

“Todas as equipas estão de prontidão. Há um centro de controlo para a coordenação dos meios prontos e a Marinha já tem 120 militares em prontidão para reforçar estas equipas. Mas para já a probabilidade é baixa, o navio mantém a sua integridade estrutural”, disse.

O comandante adiantou ainda que a equipa da responsabilidade do armador estava hoje de manhã a ultimar os preparativos em terra para dar início à operação de desencalhe do navio “Betanzos” ao largo do Bugio.

Em declarações hoje à agência Lusa, o comandante Fernando Pereira da Fonseca adiantou que o rebocador de grandes dimensões vindo de Gibraltar chegou quinta-feira a Lisboa por volta das 17:30, bem como o material de tração que chegou por via aérea.

“Neste momento, a empresa do rebocador está a preparar o cabo de reboque em terra. O armador já apresentou o detalhe do plano que tenciona fazer ao Capitão do Porto e logo que o cabo esteja pronto e acharem uma janela de oportunidade olhando para a maré e estado do mar com certeza vão tentar fazer a manobra”, disse.

O comandante explicou, contudo, que a manobra é da responsabilidade do armador e, por isso, a Autoridade Marítima Nacional não sabe qual o momento exato do início da operação.

“Nós não temos uma hora nem um período para que isso aconteça. Estão permanentemente a avaliar a situação e quando acharem que será a altura correta, irão fazê-lo”, disse.

No que diz respeito aos tripulantes que foram resgatados na quinta-feira, o comandante adianta que estão todos bem, tendo alguns deles sido ouvidos como testemunhas na Capitania.

“Foram ouvidos, uma vez que ocorreu um acidente marítimo, agora há um processo de averiguações instaurado pela Polícia Marítima. Por isso, têm que ser ouvidos os elementos da tripulação que agora estão a cargo do armador”, disse.

O navio de bandeira espanhola “Betaznos”, com 10 tripulantes a bordo, encalhou na madrugada de terça-feira, cerca das 01:00, à saída da barra de Lisboa, após uma falha total de energia e da tentativa de fundear.

As tentativas de desencalhe realizadas logo na terça-feira e, depois, na quarta-feira e quinta-feira, foram infrutíferas.

A operação de resgate da tripulação do navio encalhado junto ao Bugio, na foz do rio Tejo, foi concluída durante a tarde de quinta-feira, por um helicóptero da Força Aérea Portuguesa.

Os 14 elementos da tripulação, dez da tripulação e quatro elementos técnicos, que foram resgatados por um helicóptero da Força Aérea Portuguesa.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Microsoft quer usar a inteligência artificial para salvar a nossa história

https://vimeo.com/349508365 Muitas pessoas olham para a tecnologia como a ameaça que vai condenar a nossa espécie, mas a Microsoft planeia agora usar inteligência artificial para preservar a nossa cultura, linguagem e história. O projeto "AI for Good", …

Uber cobrou 100 vezes mais a passageiros nos Estados Unidos

Vários passageiros da Uber nos Estados Unidos denunciaram que a empresa lhes cobrou 100 vezes mais do que o preço inicialmente apresentado na aplicação, noticia a BBC. A Uber já reagiu, dizendo que o problema …

Barbie alia-se à ESA para mostrar que as mulheres também podem ser astronautas

A Barbie e a Agência Espacial Europeia (ESA) deram as mãos para incentivar as crianças a tornarem-se na próxima geração de astronautas, engenheiras e cientistas espaciais, realçando as conquistas da única astronauta viva da Europa, …

Filho de Júlio Iglesias e portuguesa querem a sua parte da herança, que pode chegar aos 30 milhões

Agora que foi reconhecido, pelo tribunal, como filho de Júlio Iglesias, Javier Sánchez quer ter direito à sua parte da herança - 30 milhões de euros - e a uma indemnização por danos morais. Segundo divulgou …

Na terceira semana de julho contam-se cisnes no rio Tamisa (e é um assunto real)

Há vários séculos que contar cisnes no rio Tamisa é um assunto sério e real. Swan upping é o nome desta tradição que conta com a participação da coroa britânica. A tradição manda: na terceira semana …

Ciborgues vão dominar a Terra até ao final do século XXI, diz cientista

A ideia de que as máquinas com inteligência artificial irão coexistir, dominar ou até mesmo destruir a humanidade tem ganho destaque na ficção científica. Esta ideia está presente e tem ganho grande popularidade como, por exemplo, …

Concorrência acusa associações de anunciantes e de agências de publicidade de violarem regras de mercado

A Autoridade da Concorrência (AdC) acusou a Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) e a Associação Portuguesa de Agências de Publicidade, Comunicação e Marketing (APAP) "de limitarem o normal funcionamento do mercado ao estipularem uma regra …

Vídeo raro mostra últimos índios isolados da Amazónia para evitar um genocídio

Imagens da tribo isolada Awá, que não mantém contacto com o exterior e que está ameaçada pelo avanço dos madeireiros, na Amazónia, foram divulgadas pela organização não-governamental (ONG) Survival International como uma forma de alerta …

KLM citou estudo sobre lugares onde é mais provável sobreviver

Citando um estudo da Time, a companhia aérea KLM escreveu que "a taxa de mortalidade para os assentos no meio do avião é maior" e foi muito criticada. Após a polémica recente em que a tripulação …

Elefantes são os nossos aliados na luta contra as alterações climáticas

Os elefantes-da-floresta desempenham um papel importantíssimo na luta contra as alterações climáticas, nomeadamente no armazenamento de carbono. No entanto, a espécie está em vias de extinção. Isto de acordo com um novo estudo publicado esta segunda-feira …