Revelados novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto

Centro de Voo Espacial Goddard da NASA/Chris Smith (USRA)

Esta ilustração mostra como o planeta KELT-9b vê a sua estrela hospedeira

Um estudo revela novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto, que supera os 4.700ºC e é considerado um “Júpiter quente”.

Descoberto em 2016, o longínquo Kelt-9 b, situado a 650 anos-luz da Terra, é o exoplaneta mais quente já descoberto até agora. Supera os 4.700ºC na sua face diurna, uma temperatura que é semelhante à do nosso Sol e que é superior à de 80% de todas as estrelas do universo.

Este exoplaneta gasoso orbita uma estrela que é duas vezes mais quente que o Sol, a uma distância dez vezes mais próxima do que aquela que separa Mercúrio da nossa estrela. Com um tamanho 1,8 vezes maior do que Júpiter e tendo 2,9 vezes a sua massa, é considerado um “Júpiter quente”. A sua órbita completa dura um dia e meio terrestres e ostenta uma gigantesca e brilhante cauda de gás, como se fosse um cometa.

De acordo com o jornal espanhol ABC, para conhecer mais dos seus segredos, investigadores da Universidade da Califórnia usaram dados do telescópio espacial Hubble para obter o espectro de eclipses do planeta ao passar em frente à sua estrela.

Mais tarde, como explicaram em março ao site The Conversation, utilizaram um software para extrair a presença de moléculas e descobriram que havia muitos metais (feitos de moléculas).

A descoberta, relatada em janeiro na revista científica The Astrophysical Journal Letters, surpreendeu a equipa de cientistas, já que se pensava que estas moléculas não estariam presentes em temperaturas tão extremas, mas que se dividiriam em compostos mais pequenos.

Sujeito à forte atração gravitacional da sua estrela hospedeira, o Kelt-9 b está a ser “bloqueado por marés”, o que significa que a mesma face do planeta está permanentemente voltada para a estrela. Segundo o diário, isto faz com que haja uma grande diferença de temperatura entre os lados diurno e noturno do planeta.

Como as observações do eclipse sondam o lado diurno mais quente, as moléculas observadas poderiam ser arrastadas por processos dinâmicos desde as regiões mais frias, como o lado noturno ou desde as profundidades do interior do planeta.

“Estas observações sugerem que as atmosferas destes mundos extremos estão a ser regidas por processos complexos que ainda não são bem compreendidos”, observam os cientistas.

Além disso, escreve o ABC, o Kelt-9 b tem uma órbita inclinada de cerca de 80 graus, o que sugere um passado violento, com possíveis colisões, o que, na verdade, também se observa em muitos outros planetas desta classe.

“O mais provável é que este planeta se tenha formado longe da sua estrela-mãe e que as colisões tenham ocorrido enquanto migrava para dentro, em direção à estrela”, dizem os investigadores.

Isto apoia a teoria de que os grandes planetas tendem a formar-se longe da sua estrela hospedeira em discos proto-estelares e capturam materiais gasosos e sólidos à medida que migram em direção à sua estrela.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social marca "o mais ambicioso compromisso" da UE

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …

"Uma cena da Idade Média". Refugiado encontrado morto e cercado de ratos em acampamento grego

O jovem, proveniente da Somália, foi encontrado morto dentro de uma tenda no início desta semana. No momento em que as autoridades chegaram ao local, cerca de 12 horas após a morte do rapaz, o …

Coreia do Norte alega que a covid-19 poderia flutuar em balões vindos do Sul

A Coreia do Norte pediu aos seus cidadãos que não leiam panfletos de propaganda enviados através de balões do Sul, alegando que a covid-19 poderia entrar no país através das gotículas. De acordo com a agência …

Autoagendamento a partir dos 60 anos deve arrancar no final da próxima semana

O autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 deverá passar a contemplar as pessoas a partir dos 60 anos, em vez dos atuais 65, já no final da próxima semana, adiantou hoje à Lusa fonte …

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …

Juventus quer Zidane para o lugar de Pirlo

O insucesso desportivo da Juventus esta temporada deve fazer com que Pirlo saia do clube. Zidane, que também estará de saída do Real Madrid, é o favorito da vecchia signora. Zinédine Zidane estará a pensar seriamente …

“Incompetência e arrogância”. Cabrita está (novamente) debaixo de fogo, partidos pedem a sua demissão

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, está mais uma vez no centro da polémica. Depois de ter avançado com uma requisição civil para que mais de 20 imigrantes fossem transportados para o Zmar, durante a …

Fernando José é o candidato do PS a Setúbal. Ana Catarina Mendes concorre à Assembleia Municipal

O deputado e vereador socialista Fernando José é o cabeça de lista do PS às próximas eleições autárquicas para a Câmara de Setúbal e Ana Catarina Mendes à Assembleia Municipal, revelou fonte oficial do Partido …

Portugal na zona de queda dos restos do foguetão chinês

O foguete de Longa Marcha chinês que foi lançado a 29 de abril, e agora está a preocupar o mundo. As previsões é que a reentrada na atmosfera se dê até ao próximo dia 9 …