Cientistas desenvolveram uma retina humana em laboratório

Cientistas da Johns Hopkins University, nos Estados Unidos, desenvolveram a partir do zero tecido da retina humana para aprender como é que são compostas as células que nos permitem ver o mundo a cores.

Os cientistas concentraram-se no desenvolvimento de células que nos permitem ver o azul, o vermelho e o verde – ou fotorrecetores de três cones no olho humano. Apesar de a maioria das experiências sobre a visão serem feitas em cobaias e peixes, nenhuma dessas espécies tem a visão diurna e colorida dos seres humanos. Assim, a equipa criou o tecido do olho humanos em laboratório.

A autora principal do estudo, publicado Science, Kiara Eldred, referiu que é a visão de cores tricromática “que nos diferencia dos outros mamíferos”. “A nossa equipa tentou descobrir que caminhos é que as células percorrem para nos proporcionar esta visão especial a cores.”

Durante vários meses, à medida que as células cresciam em laboratório e se transformavam em tecido retiniano, a equipa descobriu que as células que detetam o azul se materializavam primeiro, seguidas pelas de deteção de vermelho e verde.

Além disso, chegaram à conclusão de que a chave para a troca molecular é o fluxo e refluxo do hormónio da tiróide. A glândula da tiróide, que não estava no laboratório, não controla o nível deste hormónio, mas o próprio tecido ocular sim.

Quando entenderam que era a quantidade do hormónio da tiróide que ditava se as células se tornariam recetores azuis, vermelhos ou verdes, descobriram então que conseguiam manipular o resultado, criando retinas oculares que, se fizessem parte do olho de um ser humano, veriam apenas o azul, ou o verde ou o vermelho.

A descoberta de que o hormónio tireoidiano é essencial fornece informações sobre por que os bebés prematuros, que reduziram os níveis dos hormónios tireoidianos por não terem o suprimento materno, têm uma incidência maior de distúrbios da visão.

Estas descobertas são apenas o primeiro passo. No futuro, os cientistas gostariam de usar organóides para aprender ainda mais sobre a visão de cores e os mecanismos envolvidos na criação de outras regiões da retina, como a mácula. Como a degeneração macular é uma das principais causas de cegueira nas pessoas, entender como cultivar uma nova mácula pode levar a tratamentos clínicos inovadores.

 

PARTILHAR

RESPONDER

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …