Cientistas desenvolveram uma retina humana em laboratório

Cientistas da Johns Hopkins University, nos Estados Unidos, desenvolveram a partir do zero tecido da retina humana para aprender como é que são compostas as células que nos permitem ver o mundo a cores.

Os cientistas concentraram-se no desenvolvimento de células que nos permitem ver o azul, o vermelho e o verde – ou fotorrecetores de três cones no olho humano. Apesar de a maioria das experiências sobre a visão serem feitas em cobaias e peixes, nenhuma dessas espécies tem a visão diurna e colorida dos seres humanos. Assim, a equipa criou o tecido do olho humanos em laboratório.

A autora principal do estudo, publicado Science, Kiara Eldred, referiu que é a visão de cores tricromática “que nos diferencia dos outros mamíferos”. “A nossa equipa tentou descobrir que caminhos é que as células percorrem para nos proporcionar esta visão especial a cores.”

Durante vários meses, à medida que as células cresciam em laboratório e se transformavam em tecido retiniano, a equipa descobriu que as células que detetam o azul se materializavam primeiro, seguidas pelas de deteção de vermelho e verde.

Além disso, chegaram à conclusão de que a chave para a troca molecular é o fluxo e refluxo do hormónio da tiróide. A glândula da tiróide, que não estava no laboratório, não controla o nível deste hormónio, mas o próprio tecido ocular sim.

Quando entenderam que era a quantidade do hormónio da tiróide que ditava se as células se tornariam recetores azuis, vermelhos ou verdes, descobriram então que conseguiam manipular o resultado, criando retinas oculares que, se fizessem parte do olho de um ser humano, veriam apenas o azul, ou o verde ou o vermelho.

A descoberta de que o hormónio tireoidiano é essencial fornece informações sobre por que os bebés prematuros, que reduziram os níveis dos hormónios tireoidianos por não terem o suprimento materno, têm uma incidência maior de distúrbios da visão.

Estas descobertas são apenas o primeiro passo. No futuro, os cientistas gostariam de usar organóides para aprender ainda mais sobre a visão de cores e os mecanismos envolvidos na criação de outras regiões da retina, como a mácula. Como a degeneração macular é uma das principais causas de cegueira nas pessoas, entender como cultivar uma nova mácula pode levar a tratamentos clínicos inovadores.

 

PARTILHAR

RESPONDER

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …

Terramotos modificaram a geografia de Porto Rico (e a NASA mostra como)

Os terramotos que Porto Rico tem sentido desde dezembro passado, que causaram pelo menos um morto e milhões de dólares em prejuízos, estão também a mudar a geografia desta ilha das Caraíbas. A agência espacial …

Maldivas desesperam por fundos enquanto continuam a afundar

As Maldivas correm o risco de desaparecer completamente a menos que o Governo consiga aceder a financiamentos para combater a subida das águas. Atualmente, 80% do país está um metro abaixo do nível do mar. "Não …

O avião-baleia da Airbus já fez o seu primeiro voo

https://vimeo.com/385554265 O BelugaXL, da Airbus, é um avião-baleia e é a aeronave com mais espaço de carga do mundo. O avião foi desenvolvido para transportar peças de aviões entre as várias fábricas da empresa europeia e …