Remessas de emigrantes crescem 12,5% até julho

As remessas dos emigrantes portugueses voltaram a disparar. Crescem nos primeiros sete meses deste ano em 12,5% e já valem mais de 2,3 mil milhões de euros. A manter-se este ritmo, caminham para superar largamente os volumes de anos anteriores.

Segundo noticiou a Diário de Notícias esta sexta-feria, só em 2012 há registo de um ritmo comparável de aumento: as transferências da diáspora cresceram 13% no ano completo.

Os dados do Banco de Portugal, publicados com a balança de pagamentos de julho, apontam a Suíça e os Estados Unidos (EUA) como os principais países de destino de emigração que estão a fazer aumentar as remessas. Juntos, são responsáveis por praticamente um terço da subida verificada até julho – Suíça valendo 24,5% e EUA 8% dos ganhos neste ponto do ano.

Mas as remessas não estão a crescer em todos os países identificados nas estatísticas do Banco de Portugal. Além de Suíça e dos EUA, as transferências estão a subir em Itália, na Alemanha, no Reino Unido e nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa. Estão, por outro lado, a cair no Brasil, em Espanha, em França e na Holanda. A UE, em conjunto, representa ainda quase metade dos valores (mais de mil milhões), mas menos 3,3% do que no mesmo período do ano passado.

Apesar de tudo, a geografia da evolução das remessas não coincide com a evolução da emigração portuguesa. A Suíça, por exemplo, é um dos países que está a receber menos portugueses (-6% no ano passado), tal como França, Alemanha e Reino Unido.

“Os destinos tradicionais da emigração portuguesa estão a diminuir”, apontou Inês Vidigal, do Observatório da Emigração. Ainda que novos destinos, como Espanha, Holanda e Países Nórdicos, estejam a assistir a aumentos no número de emigrantes portugueses chegados nos anos recentes, estas subidas não compensam as perdas registadas.

Investimento e regresso

Mas, de acordo com o Diário de Notícias, as remessas estão em alta. Embora seja difícil determinar razões para as transferências, José Carlos Marques, do Núcleo de Estudos das Migrações do Instituto Politécnico de Leiria, apontou duas explicações prováveis.

Por um lado, a subida nos volumes vindos da diáspora pode ser “resultante de transferências monetárias para a subsequente realização de investimentos em Portugal, como aquisição ou construção de habitação, por exemplo, por parte dos emigrantes”.

Outra hipótese tem que ver com as intenções de regresso. Para José Carlos Marques, as remessas podem ter em vista a “concretização – ou, pelo menos, a planificação – do regresso de um número importante de emigrantes ao país”. “Antes de regressar ao seu país de origem o emigrante poderá transferir os montantes acumulados no país de destino para o país de origem”, indicou.

Segundo o investigador, “os dados relativos à Suíça parecem confirmar esta afirmação, dado que existem algumas notícias que apontam para o aumento dos regressos de portugueses residentes neste país – em virtude de se aproximarem da idade da reforma e das medidas relativas à declaração do património resultantes do acordo em matéria de transparência fiscal”.

Apesar de os números estarem a diminuir, Portugal continua a produzir anualmente vários milhares de emigrantes – foram mais de 191 mil nos últimos cinco anos. No contexto da UE, continua a ser uma das economias da Europa ocidental onde o peso das remessas é maior (de 2% do PIB no ano passado).

A nível global, a tendência é de grande crescimento dos valores remetidos. Dados do Banco Mundial indicam que, no ano passado, os fluxos de remessas subiam 8,8%, empurrados pelo aumento das migrações, para 689 mil milhões de dólares (623 mil milhões de euros, no câmbio atual). Nos países em desenvolvimento, superam já os volumes de investimento direto externo ou de ajudas ao desenvolvimento.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Com 13 anos, herdeira da Coroa de Espanha discursa pela primeira vez

O rei Filipe VI transmitiu esta sexta-feira à princesa Leonor o compromisso "pessoal e institucional" que possui como herdeira da Coroa na entrega dos Prémios Princesa de Astúrias 2019, cerimónia acompanhada no exterior por uma …

"El Mencho" quer ser o próximo "El Chapo" (e está a matar polícias para o conseguir)

"El Mencho", líder de um dos cartéis mais influentes do México, foi responsável pelo massacre de 14 polícias. O barão da droga quer ser o próximo "El Chapo". No México, Nemesio Oseguera Cervantes, conhecido como "El …

Marcelo promulga regime de acolhimento residencial para crianças e jovens em perigo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta sexta-feira o diploma governamental que estabelece o regime de execução do acolhimento residencial, medida de promoção dos direitos e de proteção das crianças e jovens …

Lenny Kravitz regressa a Lisboa para um concerto em 2020

Lenny Kravitz regressa a Portugal em 2020. O músico irá atuar na Altice Arena, em Lisboa, no dia 25 de julho do próximo ano. Este concerto faz parte da digressão "Here to Love", de apoio ao …

Conspirador condenado a pagar 450.000 dólares por negar massacre de Sandy Hook

Um tribunal de Wisconsin, nos Estados Unidos, condenou um conspirador a indemnizar o pai de uma das crianças que morreu no tiroteio de Sandy Hook, em 2012, com 450.000 dólares depois de este afirmar que …

Adepto do Nápoles acusado da morte de apoiante do Inter

  O adepto do Nápoles tem antecedentes criminais e, segundo a investigação, poderá estar ligado à camorra, uma organização criminosa italiana. Um adepto radical do Nápoles foi esta sexta-feira detido sob a acusação de homicídio de um …

As temperaturas no Qatar estão tão altas que já há ar condicionado nas ruas

As temperaturas no Qatar, um dos lugares mais quentes do planeta, aumentaram tanto que as autoridades estão a instalar equipamentos de ar condicionado no exterior dos edifícios, nas ruas e nos mercados. O país, onde as …

Quadro de Nicolas de Staël vendido em Paris por valor recorde de 20 milhões de euros

Um quadro do pintor francês, de origem russa, Nicolas de Staël, foi vendido por 20 milhões de euros, um recorde para o artista, num leilão que decorreu em Paris e que foi organizado pela casa …

Duterte encoraja polícia a “matar todos” os suspeitos de tráfico de droga

O presidente das Filipinas encorajou o novo chefe da polícia da cidade de Bacolod, no centro do país, a matar todos os suspeitos de tráfico de droga. “Tens permissão para matar todos”, disse esta quinta-feira Rodrigo …

Prisão preventiva para um dos 23 arguidos da Operação Rota do Cabo

A operação Rota do Cabo, que investiga uma rede criminosa de auxílio à imigração ilegal, contava com a participação de funcionários do Fisco, da Segurança Social e do SEF. Um dos 23 arguidos da operação Rota …