Voos e 2 mil libras. Reino Unido oferece incentivos a cidadãos da UE que queiram abandonar o país

O Governo britânico está a oferecer incentivos financeiros para os cidadãos da União Europeia (UE) deixarem o Reino Unido, meses antes do prazo para solicitar o estatuto de residente permanente

De acordo com o jornal britânico The Guardian, os cidadãos da União Europeia (UE) foram discretamente adicionados ao regime de regresso voluntário do Governo, onde um apoio financeiro é oferecido como um incentivo para regressar ao seu país de origem.

Os pagamentos podem incluir voos e até 2.000 libras. O objetivo, segundo o diário, é ajudar alguns migrantes no Reino Unido a partirem voluntariamente.

Pessoas que trabalham para ajudar cidadãos vulneráveis ​​da UE no Reino Unido disseram que a oferta de dinheiro para voltar para o seu país de origem contradiz a alegação do Governo de que está a fazer tudo o que pode para encorajar as pessoas a registar-se para obter o estatuto de residente permanente.

O prazo para os europeus que vivem no Reino Unido se candidatarem ao regime de residente permanente é 30 de junho.

“Está claro no nosso trabalho de caso que alguns dos cidadãos mais vulneráveis ​​da UE ainda não resolveram a sua situação. Barreiras à aplicação e atrasos na tomada de decisões do Home Office continuam a ser fatores significativos. Esta mensagem confusa sobre o estatuto estabelecido de um lado e os retornos voluntários do outro prejudica seriamente a alegação do governo de que os direitos dos europeus vulneráveis ​​serão protegidos após o Brexit”, disse Benjamin Morgan, que dirige o projeto de direitos dos sem-abrigo da UE no Public Interest Law Center.

“Algumas pessoas podem optar por não obter o estatuto e podem não querer permanecer no Reino Unido após o prazo. É por isso que escrevemos às partes interessadas para informá-los de que os cidadãos que desejam deixar o Reino Unido podem agora ser elegíveis para apoio para ajudá-los a fazê-lo sob o esquema de retorno voluntário”, explicou um porta-voz do Home Office.

Esta notícia surge num momento em que um relatório o Conselho Conjunto para o Bem-Estar dos Imigrantes (JWCI) alertou que milhares de trabalhadores europeus corriam o risco de perder o seu direito legal de permanecer no Reino Unido.

O relatório adverte que milhares de cidadãos europeus que atualmente desempenham funções-chave de trabalhadores no setor de saúde, bem como aqueles que trabalham na construção, manufatura e agricultura, correm o risco de perder o seu estatudo no Reino Unido.

Também o Observatório da Migração expressou preocupação com o risco de alguns grupos não serem registados até 30 de junho. O ministro da imigração, Kevin Foster, disse que o relatório do JCWI apresentou “uma imagem incrivelmente enganosa do esquema de assentamento da UE”, uma vez que se baseou “numa pequena pesquisa com menos de 300 pessoas conduzida há um ano”.

“Desde então, milhões de pedidos foram recebidos pelo esquema”, disse Foster. “Já tivemos quase 4,9 milhões de inscrições para o esquema de assentamento da UE de enorme sucesso. Faltam agora menos de seis meses para o prazo final de 30 de junho de 2021 e eu encorajaria todos os elegíveis a inscreverem-se agora para garantirem os seus direitos sob a lei do Reino Unido”.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …