65 anos depois, reeditada nova série de “As Sete Bolas de Cristal”, de Tintin

Hergé

Tintin e As Sete Bolas de Cristal

Tintin e As Sete Bolas de Cristal

Uma nova série do álbum “As Sete Bolas de Cristal”, da banda desenhada “As Aventuras de Tintin”, publicada pela primeira vez em 1948, foi esta quarta-feira apresentada, 31 anos depois da morte do artista belga Hergé.

Segundo a imprensa, a nova versão do álbum feito por Hergé desde 1929 até à sua morte, em 1983, será substancialmente diferente da primeira das 24 aventuras de banda desenhada de Tintin, o repórter belga mais famoso do mundo.

Um segundo volume deve aparecer no outono, mas outras edições especiais ainda não têm data marcada.

De acordo com Benoit Peteers, que escreveu a biografia “Hergé, filho de Tintin”, sobre a vida e a obra do autor de banda desenhada belga, a primeira vez que Tintin foi publicado no estrangeiro foi em Portugal.

A edição de Tintin em álbum só começou em Portugal em 1988, 52 anos depois de “O Papagaio”, pela mão da Editorial Verbo.

Os álbuns de Tintin que estavam no mercado português tinham, desde finais dos anos 1980, a chancela da Editorial Verbo e a personagem principal tinha sido traduzida para Tintim.

A aventura “Tintin no Congo” foi publicada na revista católica portuguesa Papagaio, com o título “Tintin em Angola” nos anos 1930.

Em 2012, a justiça belga recusou a proibição da venda do livro “Tintin no Congo“, de Hergé, após um cidadão da República Democrática do Congo ter apresentado uma queixa alegando que a obra tinha um teor racista.

O tribunal que julgou o caso entendeu que a obra, cuja primeira edição em livro data de 1946, não era “movida por intenções racistas, tendo em conta o contexto da época”.

Desde 2007, Mbutu Mondondo, cidadão da República Democrática do Congo residente na Bélgica, tenta que as edições de “Tintin no Congo” sejam retiradas do mercado ou, em alternativa, sejam acompanhadas de um prefácio que explique o contexto político e cultural da altura, tal como acontece, desde 1991, nas edições em Inglaterra, onde o livro é colocado nas livrarias nas secções para adultos e não para crianças porque o “conteúdo pode ser ofensivo”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mexia não vai deixar que chineses interfiram no plano estratégico da EDP

O presidente da EDP, António Mexia, garantiu que não vai deixar que nenhum acionista impeça o desenvolvimento do plano estratégico da empresa, deixando o aviso à China Three Gorges. Em entrevista concedida ao Jornal Económico, António …

Impostos indiretos subiram com Governo de Costa e são já 55% da carga fiscal

Os impostos indiretos têm vindo a aumentar em Portugal. Dados da Direção-Geral do Orçamento mostram que o peso da tributação indireta no total da receita fiscal do subsector Estado, em 2018, ascendeu a 55,4%, o …

Espanha pode ficar isenta de cumprir caudais do rio Tejo por causa da falta de chuva

Os caudais do Tejo podem ficar ainda mais baixos dentro de semanas. Com a falta de chuva, Espanha deverá invocar a exceção prevista na Convenção de Albufeira para não libertar os valores mínimos de água …

Haaland tem cinco namoradas e meio mundo atrás dele (mas pode seguir o caminho da Red Bull)

Apesar do interesse de grandes clubes do futebol mundial, Haaland pode seguir o trilho da Red Bull e transferir-se para do Salzburg para o Leipzig. O norueguês é uma das maiores jovens promessas da atualidade. Erling …

PSD pondera propor fim dos debates quinzenais e torná-los mensais

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …

Cerca de 40% dos hospitais têm ruturas diárias de medicamentos

Os preços "excessivamente baixos dos medicamentos genéricos" são a causa mais importante identificada pelos hospitais para as ruturas de fornecimento. Quase 40% dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) indicam ter diariamente ruturas no fornecimento …

Secretário de Estado: despenalizações como a que absolveu o Benfica vão terminar. "Será inapelável"

João Paulo Rebelo assegurou que a entrada em vigor da lei de combate à violência no desporto evitará situações como a que levou à recente anulação do castigo imposto ao Benfica. O secretário de Estado da …