A receita de Maduro para se manter no poder: Adeus velha guarda, olá tecnocratas

(h) Miraflores Press Office

Nicolás Maduro tem uma nova estratégia para fortalecer o seu partido: substituir a velha guarda por jovens tecnocratas. O plano tem-se revelado um sucesso.

O governador Rafael Lacava conta com quase 1 milhão de seguidores no Instagram, ganhando popularidade com as suas publicações mediáticas. O venezuelano faz parte de uma nova fornada mais jovem e mais cosmopolita do Partido Socialista do seu país.

Depois de um período complicado vivido na Venezuela de grande depressão económica, a abordagem de políticos como Lacava estabilizou a economia e trouxe comida de volta às prateleiras.

A ascensão de políticos mais pragmáticos, como Lacava, “é de certa forma surpreendente num país que se tornou cada vez mais repressivo, empobrecido e isolado do Ocidente”, escreve o The New York Times. Mas, ao que tudo indica, a fórmula tem resultado.

Tudo isto faz parte do plano engendrado por Nicolás Maduro para sobreviver às duras sanções aplicadas pelos Estados Unidos.

O sucesso desta nova abordagem pode ajudar o Governo de Maduro a aumentar as suas previsões pouco encorajadoras antes das eleições presidenciais de 2024. Um bom resultado poderia trazer legitimidade ao seu Governo e libertá-lo das sanções norte-americanas.

O discurso de Lacava deixa de parte os slogans anti-imperialistas do partido e os seus ataques habituais às elites endinheiradas. Em vez disso, apostou na sua reputação e apoio à livre iniciativa.

Maduro precisa que estes jovens membros do partido tenham sucesso, mas também tem medo de permitir que o superem, disse Yvan Serra, cientista político da Universidade de Carabobo, em declarações ao jornal americano.

A ideia de Maduro passa por substituir a velha guarda do partido — que enfrenta uma forte reprovação do povo venezuelano — por jovens tecnocratas.

Tecnocracia é um sistema ideológico de Governo no qual os governantes são escolhidos com base na sua experiência numa determinada área de responsabilidade, particularmente no que diz respeito ao conhecimento científico ou técnico.

Ainda que esteja longe dos seus tempos áureos, a economia venezuelana tem vindo a recuperar. No ano passado, a economia do país cresceu pela primeira vez em oito anos, de acordo com o Observatório Financeiro da Venezuela, uma organização sem fins lucrativos dirigida por dois ex-deputados da oposição.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.