Raro buraco negro com o tamanho de Júpiter pode estar a vaguear pela Via Láctea

Uma equipa de astrónomos do Observatório Astronómico Nacional do Japão (OANJ) descobriu evidências de um buraco negro do tamanho de Júpiter à deriva a cerca de 20 anos-luz do centro da Via Láctea.

Recorrendo ao radiotelescópio ALMA (Atacama Large Millimeter/Submillimeter Array), os investigadores encontraram correntes de gás molecular a orbitar o que parece ser um objeto massivo invisível. Esse movimento peculiar de gás no centro galáctico poderá ser um sinal do tipo mais elusivo de buraco negro – o de tamanho intermediário.

Uma vez que não emitem nenhuma radiação eletromagnética, os buracos negros são muito difíceis de encontrar, a menos que estejam a alimentar-se ativamente ou a colidir. Ou seja, isto significa que os buracos negros são invisíveis aos nosso métodos de deteção a menos que estejam a fazer algo monstruosamente percetível.

Ainda assim, sabemos que existem buracos negros de massa estelar, formados a partir do colapso do núcleo de uma estrela massiva, com até cerca de 100 vezes a massa do Sol, bem como buracos negros supermassivos, que possuem tamanhos a partir de 100.000 vezes a massa do nosso Sol.

Entre estes dois extremos, resta uma dúvida. Embora existam boas evidências indiretas da existência de buracos negros entre 100 e 100.000 massas solares, os buracos negros de massa intermédia, ainda é necessário confirmar a existência destes objetos.

O buraco negro candidato

“Quando verifiquei os dados do ALMA pela primeira vez, fiquei muito animada porque o gás observado mostrou movimentos orbitais óbvios, que sugerem fortemente um objeto massivo invisível à espreita”, disse a astrofísica Shunya Takekawa, do OANJ, em declarações ao portal New Scientist.

Dados similares foram observados como resultado de colisões entre nuvens de supernovas, mas o objeto – chamado HCN – 0,009–0,044 – não mostra nem a forma nem o padrão de expansão associado a uma colisão desse tipo. Além disso, pesquisas anteriores, também levadas a cabo pelo OANJ, identificaram o HCN como um possível buraco negro.

Com base na forma e no movimento dos fluxos de gás, a equipa de investigação foi capaz de inferir que o objeto tem uma massa equivalente a cerca de 32.000 sóis. Esta massa torna-o um forte candidato para o tal elo perdido no rol dos buracos negros, reunindo toda esta massa num objeto do tamanho de Júpiter.

Procura buraco negros inativos

Além de potencialmente apontar para a descoberta de um buraco negro intermediário, a investigação revela para aquele que poderia ser um novo método de descoberta de buracos negros inativos.

Assim como o movimento do gás, a sua ionização na parte interna da órbita sugere que, em algum momento, ocorreu fotoionização, choque dissociativo ou ambos no objeto. Estes processos são normalmente observados em buracos negros ativos. Portanto, se um buraco negro estiver intermitentemente ativo, pode produzir ionização capaz de ser detetada depois de já ter diminuido a sua atividade novamente.

“Os resultados fornecem evidências circunstanciais de um buraco negro de massa intermediária no centro galáctico, sugerindo também que as nuvens compactas de alta velocidade podem ser sinais de buracos negros adormecidos em abundância na nossa galáxia”, escreveram os investigadores no artigo esta semana disponibilizado para pré-visualização no arXiv.org.

De acordo com o estudo, as observações têm o potencial de aumentar o número de candidatos a buracos negros não luminosos, fornecendo uma nova perspetiva para a pesquisa destes objetos massivos.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Tambem tenho um buraco negro adormecido na minha garagem, o unico problema é que de vez em quando liberta um cheiro fétido, será que vai acordar?

RESPONDER

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …

Terramotos modificaram a geografia de Porto Rico (e a NASA mostra como)

Os terramotos que Porto Rico tem sentido desde dezembro passado, que causaram pelo menos um morto e milhões de dólares em prejuízos, estão também a mudar a geografia desta ilha das Caraíbas. A agência espacial …

Maldivas desesperam por fundos enquanto continuam a afundar

As Maldivas correm o risco de desaparecer completamente a menos que o Governo consiga aceder a financiamentos para combater a subida das águas. Atualmente, 80% do país está um metro abaixo do nível do mar. "Não …

O avião-baleia da Airbus já fez o seu primeiro voo

https://vimeo.com/385554265 O BelugaXL, da Airbus, é um avião-baleia e é a aeronave com mais espaço de carga do mundo. O avião foi desenvolvido para transportar peças de aviões entre as várias fábricas da empresa europeia e …