As raparigas leem e escrevem melhor do que os rapazes

 

De acordo com um estudo recente, as raparigas norte-americanas leem e escrevem melhor do que os rapazes. As diferenças entre os géneros são visíveis no quarto ano de escolaridade.

Um estudo recente, publicado pela Associação Americana de Psicologia, analisou os resultados dos testes de mais de 3,4 milhões de estudantes, nos 4.º, 8.º e 12.º anos nos Estados Unidos, durante 27 anos, e concluiu que o desempenho das raparigas começa a ser melhor do que o dos rapazes logo no quarto ano de escolaridade. Esta diferença vai aumento à medida que os anos passam, frisam os cientistas.

David Reilly, doutorando na Griffith University e principal autor do estudo, refere que “o pensamento comum é de que os rapazes e as raparigas na escola primária começam com as mesmas habilidades cognitivas, mas esta investigação sugere o contrário“.

Segundo a recente investigação, cujo artigo científico foi publicado no American Psychologist, as raparigas demonstram “melhor capacidade de leitura e escrita do que os rapazes” logo desde o quarto ano de escolaridade.

Os investigadores começaram por analisar os resultados da Avaliação Nacional do Progresso Educacional referentes ao 4.º ano e encontraram logo diferenças no que diz respeito ao desempenho dos dois géneros. A diferença revelou-se ainda mais acentuada no 8.º e no 12.º anos e, adianta o Diário de Notícias, muito mais significativa para a escrita do que para a leitura.

Reilly explica ainda que há evidências de que as raparigas usam os dois hemisférios cerebrais quando executam as duas tarefas. Já o rapazes tendem a usar apenas um dos hemisférios. “A função de linguagem bilateral oferece alguns benefícios, o que poderia explicar a vantagem feminina observada em ambas as tarefas”, adianta o cientista.

Estes resultados não sugerem, necessariamente, que as raparigas e os rapazes têm estilos de aprendizagem radicalmente diferentes, sendo, por isso, precisos mais estudos para entender quais as razões que explicam as diferenças entre géneros na leitura e na escrita.

“Estas evidências sugerem que a segregação de género na educação reforça estereótipos negativos, algo que pode ser prejudicial. Mas, por outro lado, sugere também que precisamos de adaptar a educação para atender as necessidades dos rapazes e encorajá-los a ler e a escrever mais”, diz Reilly.

Pesquisas futuras poderiam ajudar os educadores a encontrar novas formas de melhorar a aprendizagem de habilidades cruciais, como ler e escrever.

PARTILHAR

RESPONDER

A Família Real inglesa vai ter um novo membro (e será já no início de 2021)

A Rainha Isabel II vai ter mais um bisneto. A princesa Eugénia anunciou hoje, através das redes sociais, que está à espera do seu primeiro filho. Também a Casa real já se pronunciou sobre a …

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …