Raios cósmicos podem ter desempenhado um papel fundamental na origem da vida

A influência dos raios cósmicos no início da vida na Terra pode explicar a preferência da natureza pela estrutura das moléculas biológicas.

Dois investigadores da Universidade de Stanford, nos EUA, sugerem que a interação entre proto-organismos antigos e raios cósmicos pode ter sido responsável por uma preferência estrutural crucial, conhecida como quiralidade, nas moléculas biológicas. Se esta teoria estiver correta, significa que toda a vida pode compartilhar a mesma preferência quiral.

Segundo o Sci-News, a quiralidade baseia-se na existência de versões espelhadas das moléculas: tal como as nossas mãos (esquerda e direita), duas formas quirais de uma mesma molécula têm formas que correspondem ao reflexo uma da outra, mas não se alinham se forem sobrepostas.

Nas principais biomoléculas, a visa usa apenas uma forma quiral. No entanto, se a versão espelhada for substituída pela versão regular dentro de um sistema biológico, o sistema deixará de funcionar por completo.  No caso do ADN, por exemplo, um único açúcar na posição incorreta perturbaria a estrutura helicoidal estável da molécula.

Há muito tempo que a comunidade científica debate o facto de a quiralidade da vida ser fruto do acaso ou de alguma influência ainda desconhecida. Louis Pasteur, que descobriu a homoquiralidade biológica em 1848, levantou a hipótese de que, se a vida é assimétrica, tal pode ser explicado pela assimetria nas interações fundamentais da física.

De acordo com o novo artigo científico, publicado no dia 20 deste mês no Astrophysical Journal Letters, os investigadores propõem que a quiralidade biológica que testemunhamos atualmente na Terra se deve à evolução e à radiação magneticamente polarizada, onde uma pequena diferença na taxa de mutação pode ter promovido a evolução da vida baseada no ADN, em vez de se basear na imagem espelhada”, explicou Noemie Globus.

(dr) Simons Foundation

Depois de atingirem a atmosfera da Terra, os raios cósmicos degradam-se em partículas fundamentais e criam uma espécie de “chuva de partículas”. Ao nível do solo, a maioria dos raios cósmicos existe apenas como partículas conhecidas como muões.

Os muões são extremamente instáveis e polarizados magneticamente, o que significa que compartilham a mesma orientação magnética. Quando os muões decaem, produzem eletrões com a mesma polarização.

Os investigadores acreditam que essa capacidade de penetração dos muões permite que, tanto eles como os eletrões, consigam afetar as moléculas quirais na Terra e em qualquer outro lugar do Universo. “Somos irradiados constantemente por raios cósmicos. Os efeitos são pequenos, mas constantes em todos os lugares do planeta onde a vida pode evoluir, e a polarização magnética dos muões e dos eletrões é sempre a mesma. Mesmo noutros planetas, os raios cósmicos teriam os mesmos efeitos“, disse Globus.

A hipótese dos cientistas é que, no início da vida na Terra, a radiação constante e consistente afetou a evolução das duas formas de vida espelhadas de maneiras diferentes, fazendo com que uma prevalecesse em relação à outra.

Essas pequenas diferenças na taxa de mutação teriam sido mais significativas quando a vida estava a começar e as moléculas envolvidas eram muito simples e mais frágeis. Nessas circunstâncias, a influência quiral dos raios cósmicos, pequena mas persistente, poderia ter produzido a quiralidade biológica única que vemos atualmente.

Os investigadores querem realizar várias experiências para comprovar a sua teoria, e esperam que futuras amostras orgânicas, recolhidas de cometas, asteróides ou de Marte, podem também exibir um viés quiral. A física fundamental pode estar relacionada com a origem da vida.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …