Queremos lince ibérico em junho mas ainda não sabemos como

Programa de Conservación Ex-situ del Lince Ibérico / Wikimedia

Lince Ibérico bebé

O secretário de Estado do Ordenamento do Território afirma que acredita numa reintrodução do lince-ibérico no país, em junho, mas as associações ouvidas pela Lusa dizem não estar reunidas as condições mínimas.

“Vamos desenvolver todas as ações necessárias para garantir o cumprimento deste objetivo”, afirmou Miguel de Castro Neto aos jornalistas, no final dos encontros com várias associações do setor que decorreram no Ministério do Ambiente.

“Neste momento não há nada que nos leve a adiar a decisão para o próximo ano”, referiu o governante. Contudo, “em última análise, o que pode acontecer é não reintroduzirmos o lince-ibérico em local nenhum se não tivermos condições”, admitiu o secretário de Estado, frisando que este não é o cenário previsto pelo Governo.

As declarações surgem depois de o comité ibérico do projeto LIFE+ Iberlince ter apontado o final da primavera como a altura escolhida para a reintrodução no lince-ibérico em zonas como o Vale do Guadiana.

Região não está preparada

A Liga para a Protecção da Natureza (LPN) e a Associação Nacional de Proprietários Rurais, Gestão Energética e Biodiversidade (ANPC) já vieram mostrar o seu descontentamento pelo pouco tempo existente entre a tomada de decisão e a concretização da libertação desta espécie, referindo que poderão não estar reunidas as condições mínimas em junho.

Para que a ação ocorra com sucesso, é necessário garantir que existem coelhos bravos suficientes para servir de alimento ao lince-ibérico e também assegurar que estão firmados protocolos para a segurança das populações, o que de acordo com estas entidades ainda não aconteceu.

“Neste momento continuamos preocupados”, disse à Lusa Eduardo Santos, da LPN, depois de se reunir com o secretário de Estado.

O representante salientou que “é preciso reavaliar toda esta situação e escolher um local melhor e um momento melhor para avançar”.

Isto porque “se as coisas não correrem bem, vão pôr em causa todos os esforços anteriores, o que poderá fazer o processo recuar muitos anos. Além de que começar um projeto sem garantias vai minar no futuro todos os esforços que venham a ser levados a cabo”, adiantou Eduardo Santos.

Precisa-se mais coelhos

Já o presidente da ANPC, António Paula Santos, indicou aos jornalistas que “seria prudente esperar até fevereiro porque nessa altura a estirpe hemorrágica irá fazer-se sentir nas populações de coelhos”, o que permitirá “ter a certeza de que os coelhos ganharam resistência”.

“Não queremos participar num processo de solta do lince-ibérico correndo o risco de, três meses depois, voltarmos a uma situação de quebras de 90% dos coelhos, como aconteceu na zona de Mértola”, exemplificou o dirigente.

A ANPC solicitou ainda que o Governo “pondere a data de junho, mas que não deixe cair a reintrodução do lince-ibérico porque não é essa a intenção”.

Segundo o secretário de Estado Miguel Neto, o processo de reintrodução do lince-ibérico vai ocorrer de forma gradual no Vale do Guadiana, sendo que primeiro serão libertados três animais, depois mais três e finalmente dois.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os olhos são (mesmo) o espelho da alma. Estudo revela que experiências traumáticas afetam as pupilas

Uma nova investigação acaba de revelar que as pupilas podem revelar se uma pessoa sofreu uma experiência traumática no passado. Recentemente, uma equipa de investigadores da Universidade de Swansea, no Reino Unido, descobriu que as pupilas …

No Japão, é possível contratar um agente privado para sabotar a sua própria relação

Na Terra do Sol Nascente, é possível contratar um agente privado para sabotar a sua própria relação (sem ter de arcar com as culpas). De acordo com a BBC, estes agentes privados chamam-se "wakaresaseya" e têm …

Arqueologia estelar revela restos de antigo enxame globular. É o "último do seu género"

Uma equipa de astrónomos, incluindo Ting Li e Alexander Ji do Instituto Carnegie, descobriu uma corrente estelar composta pelos restos de um antigo enxame globular que foi dilacerado pela gravidade da Via Láctea, há 2 …

Petição para Reino Unido incluir Portugal no corredor aéreo com quase 30 mil assinaturas

O jornal em língua inglesa com maior circulação em Portugal lançou uma petição pela Internet a pedir ao Governo britânico para reconsiderar e incluir Portugal no corredor aéreo com o Reino Unido, já assinada por …

eBussy é o novo elétrico modular que se transforma em 10 carros diferentes

10 em 1. O eBussy, um veículo elétrico projetado pela alemã ElectricBrands, permite variar a carroçaria numa dezena de configurações diferentes. A fabricante alemã ElectricBrands revelou o seu mais recente carro-conceito: o eBussy, um elétrico modular capaz …

República Dominicana nega que Juan Carlos tenha entrado no país

A imprensa espanhola noticiou, esta terça-feira, que o rei emérito de Espanha estaria na República Dominicana, depois de ter anunciado que ia viver para fora. Mas as autoridades deste país negam essa informação. De acordo com …

Fome causada pelo coronavírus mata 10 mil crianças todos os meses

A cada mês que passa, 10 mil crianças morrem devido à fome causada pela pandemia do novo coronavírus. Há ainda 500 mil crianças malnutridas todos os meses. A pandemia do novo coronavírus está a intensificar problemas …

Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem clandestina que o FBI

A operação Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem utilizados por John Edgar Hoover, o temível líder do FBI durante quase 50 anos. Durante quase 50 anos, John Edgar Hoover liderou o FBI, ficando conhecido …

Por três dólares, já é possível comer refeições de avião em casa

A empresa Tamam Kitchen, líder na produção de alimentos para várias companhias aéreas de Israel, decidiu vender ao público e a baixo custo as refeições que habitualmente vende a empresas de aviação e que depois …

Ministério Público está a investigar acidente com Alfa Pendular em Soure

O Ministério Público está a investigar o descarrilamento do comboio Alfa Pendular, em Soure, que, na última sexta-feira, provocou dois mortos, oito feridos graves e 36 feridos ligeiros. Questionada na sexta-feira pela agência Lusa, a Procuradoria-Geral …