Putin garante que não vai enviar tropas terrestres para a Síria

korea.net

Vladimir Putin, presidente da Rússia

Vladimir Putin, presidente da Rússia

O Presidente russo reiterou que Moscovo não irá enviar tropas terrestres para apoiar as forças do regime de Bashar al-Assad na Síria, país onde a Rússia iniciou, em finais de setembro, uma intensa campanha de ataques aéreos.

“Não temos a intenção de o fazer, e os nossos amigos sírios sabem disso”, respondeu Vladimir Putin, quando questionado pelo canal de televisão russo Rossia 1, sobre um eventual destacamento de soldados russos na Síria.

Segundo o chefe de Estado russo, o objetivo da intervenção militar de Moscovo na Síria é “estabilizar as autoridades legítimas e criar condições para aplicar um compromisso político”.

A Rússia é um aliado tradicional do regime de Bashar al-Assad e várias vozes têm denunciado que os bombardeamentos russos, que pretendem atingir posições dos ‘jihadistas’ do Estado Islâmico no território sírio, têm também visado os grupos armados que contestam o regime de Damasco.

Apesar das recentes demonstrações por parte do exército russo — que conseguiu pela primeira vez destruir alvos com mísseis de cruzeiros disparados a uma distância superior de 1.500 quilómetros do destino -, Putin afirmou que a Rússia não está envolvida numa “corrida ao armamento” com o Ocidente.

“Não se trata de uma corrida ao armamento. É um facto que as armas modernas estão a melhorar e a mudar. E em outros países, isso acontece ainda mais rápido. É por isso que é necessário mantermo-nos atualizados”, afirmou o Presidente russo.

O Ministério da Defesa russo anunciou que os ataques aéreos conduzidos pela Força Aérea de Moscovo atingiram 63 alvos na Síria, nas últimas 24 horas, ações que destruíram, entre outros alvos, um posto de comando, posições fortificadas e depósitos de munições.

O ministério russo deu conta também de progressos nas negociações com o Pentágono sobre a segurança do espaço aéreo sírio, de forma a evitar eventuais incidentes entre os aviões russos e os aviões da coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos.

Desde o início da sua intervenção na Síria, a 30 de setembro, a Rússia realizou bombardeamentos com recurso a aviões de combate e a navios de guerra da frota do mar Cáspio.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Que grande filho da Putin!..
    Este “animal” continua a fazer tudo, para escalar os problemas com a NATO e para voltar à ilusão da Grande Rússia!!
    Não interessa como, nem a que preço!!

RESPONDER

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …