Puma testa versão biodegradável de um dos seus modelos mais famosos

A Puma desenvolveu uma versão experimental de um dos seus ténis mais famosos de sempre: os Suede. O objetivo é testar o produto de forma a torná-lo biodegradável.

O modelo Re: Suede, que utiliza a mais recente tecnologia atualmente disponível, será produzido com materiais mais sustentáveis, como camurça curtida Zeology, TPE biodegradável e fibras de cânhamo.

Segundo o Bussiness Wire, esta versão é uma experiência reforçada e atualizada, após a exploração da Puma no espaço em 2012, e a primeira tentativa da marca criar uns ténis biodegradáveis no âmbito da sua coleção InCycle. Contudo, após quatro temporadas, o modelo foi descontinuado devido à baixa procura e à necessidade de mais pesquisa e desenvolvimento.

Desde 2012 que o departamento de inovação da Puma tem estado a trabalhar para ultrapassar as limitações tecnológicas da coleção InCycle, a fim de aplicar esses conhecimentos nos Re: Suede.

As melhorias incluem a utilização de materiais novos e inovadores como a camurça Zeology, que é produzida com um processo de curtimento mais sustentável e garante maior conforto ao utilizador, comparativamente a outros materiais biodegradáveis. A sola dos ténis também foi melhorada para garantir o desgaste ideal.

A Puma tem como objetivo partilhar os resultados e as perceções obtidas com a indústria para obter um impacto ainda maior quando se trata de abordar o desafio da gestão de resíduos na indústria de calçado em geral.

A circularidade é um dos pilares da estratégia de sustentabilidade “Forever Better” da Puma. Até 2025, a marca alemã pretende reduzir o desperdício aumentando o nível de poliéster reciclado nos seus produtos para 75%, definindo esquemas de devolução de produtos nos seus principais mercados.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE