Professor alemão julgado em suposto caso de canibalismo

Um professor de 41 anos acusado de ter matado outro homem com a intenção de comer o seu corpo foi a julgamento na terça-feira na capital da Alemanha.

De acordo com os promotores, o réu conheceu a vítima, um mecânico alemão de 43 anos, num site de encontros poucas horas antes do assassinato, que decorreu em setembro, segundo a agência dpa, citada pela ABC News.

O réu, identificado apenas como Stefan R. por motivos de privacidade, terá matado a vítima no seu apartamento em Berlim, espalhando depois partes do corpo em diferentes zonas da cidade. Embora os promotores não garantam que houve canibalismo, partes do corpo da vítima nunca foram encontradas, informou o Der Spiegel.

As autoridades procuraram o mecânico desaparecido durante semanas, até que alguns ossos fossem encontrados numa floresta no norte de Berlim e o suspeito foi rastreado com a ajuda de cães farejadores.

Este não é o primeiro caso do género no país. Em 2006, um tribunal alemão condenou Armin Meiwes por assassinato e perturbação da paz por matar e comer um homem que conheceu ‘online’. Meiwes está a cumprir pena de prisão perpétua.

Um agente da polícia alemão foi condenado em 2015 por assassinar um homem que conheceu num fórum ‘online’ dedicado ao canibalismo. Os promotores disseram que a vítima tinha fantasiado sobre ser comida, mas não havia evidências de que o suspeito realmente o tivesse feito.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE