Profanadas 107 sepulturas de um cemitério judeu em França

A Câmara Municipal de Westhoffen anunciou em comunicado que foram esta terça-feira encontradas “inscrições antissemitas” em 107 túmulos do cemitério judeu daquele departamento, perto de Estrasburgo, no leste da França.

“Esta descoberta ocorre enquanto marcas antissemitas já tinham sido encontradas (na manhã de hoje) no município de Schaffhouse-sur-Zorn”, a cerca de 20 quilómetros de Westhoffen, segundo a mesma fonte.

A polícia “está atualmente, a realizar os primeiros atos de verificação e de investigação” no cemitério profanado. “É a consternação, é o choque”, reagiu Maurice Dahan, presidente do Consistório israelita do departamento do Baixo-Reno, à France-Presse (AFP). Dahan indicou que o cemitério tem cerca de 700 sepulturas e que aquelas que foram profanadas foram “essencialmente” manchadas com “cruzes suásticas”.

Por sua parte, o prefeito Jean-Luc Marx condenou “com a maior firmeza estes odiosos atos antissemitas que atingem mais uma vez o Baixo-Reno e expressou o seu total apoio à comunidade judaica”, indica o comunicado. A Alsácia é confrontada, há vários meses, com um aumento de graffiti e degradações de caráter antissemita e/ou racista.

No mesmo departamento do Baixo-Reno, 96 sepulturas do cemitério judeu de Quatzenheim, a cerca de 15 quilómetros de Westhoffen, foram profanadas com inscrições antissemitas em 19 de fevereiro deste ano, assim como as do cemitério de Herrlisheim, no nordeste de Estrasburgo, em 11 de dezembro de 2018.

Em meados de abril, inscrições racistas e antissemitas foram descobertas nas paredes da Câmara Municipal de Dieffenthal (Baixo-Reno). Alguns dias depois, suásticas e insultos foram marcados na fachada da casa de um eleito em Schiltigheim, perto de Estrasburgo.

Inscrições de caráter antissemita também foram descobertas, no início de março, em frente a uma escola de Estrasburgo e suásticas nas paredes de uma antiga sinagoga em Mommenheim. Câmaras municipais e representantes eleitos foram também alvo de ataques.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Vacina deve ser um bem global de saúde pública". OMS critica "nacionalismo de vacinas"

A Organização Mundial de Saúde (OMS) criticou na quinta-feira o "nacionalismo de vacinas" para a covid-19, afirmando que qualquer país terá benefícios económicos e de saúde se o resto do mundo recuperar da pandemia. "O nacionalismo …

Depois da explosão, os protestos em Beirute. Manifestantes anti-Governo pedem mudança política urgente

Esta quinta-feira, dezenas de manifestantes foram dispersos com gás lacrimogéneo quando protestavam na sequência da explosão em Beirute, capital do Líbano, que provocou pelo menos 149 mortos, cinco mil feridos e a destruição de casas …

Em vez de flores, família de Fernanda Lapa pede donativos por Bruno Candé

A família da atriz, que faleceu esta quinta-feira, apela a que quem queira oferecer flores para o funeral faça antes um donativo para os herdeiros do ator Bruno Candé, que foi assassinado, em Lisboa. "A Família …

Orbán diz que todos os migrantes ilegais são potenciais "bombas biológicas"

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orbán, defendeu esta sexta-feira que se deve impedir a chegada de imigrantes ilegais ao país porque estes são potenciais "bombas biológicas" devido à covid-19. Conhecido pelos seus discursos contra …

Donald Trump proíbe transações com empresa chinesa detentora do TikTok

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe as transações com a ByteDance no prazo de 45 dias e o Senado já aprovou o projeto de lei que proíbe o descarregamento e utilização da aplicação. …

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …

Novo Banco tinha autorização de Bruxelas para financiar venda de imóveis

A DG Comp da Comissão Europeia autorizou o Novo Banco a conceder crédito aos compradores do imobiliário vendido pela instituição. Quando o Novo Banco foi constituído, o acordo assinado entre a Direção Geral da Concorrência europeia …

Quase cinco meses depois, a Champions está de volta

A Liga dos Campeões é retomada esta sexta-feira, quase cinco meses depois da suspensão devido à pandemia de covid-19. Suspensa logo depois do jogo Leipzig-Tottenham, disputado a 11 de março, a prova milionária está de regresso …