Produção de energia dentro das células influencia envelhecimento

As mitocôndrias dentro das células podem ser a chave para um envelhecimento sem doenças. Uma pesquisa da Escola de Saúde Pública Harvard T.H. Chan, nos EUA, descobriu que manipular as redes mitocondriais dentro das células, seja por restrição alimentar ou por manipulação genética que a imite, pode aumentar a vida útil de animais e promover a saúde.

O estudo, publicado na revista científica Cell, mostra a biologia básica envolvida na capacidade das células de processar a energia, que declina ao longo do tempo, levando ao envelhecimento e a doenças relacionadas com a idade. O mesmo estudo mostra também como intervenções, como períodos de jejum, podem promover um envelhecimento saudável.

As mitocôndrias, estruturas produtoras de energia nas células, existem em redes que mudam dinamicamente de acordo com a procura de energia. A capacidade de fazer isso diminui com a idade, mas o impacto que isso tem sobre o metabolismo e a função celular nunca foi muito claro.

Neste estudo, os cientistas mostraram uma ligação causal entre as mudanças dinâmicas nas formas das redes mitocondriais e a longevidade.

Os cientistas usaram C. elegans (vermes de nematódeos), que vivem apenas duas semanas e, portanto, permitiram um estudo de envelhecimento em tempo real em laboratório.

As redes mitocondriais dentro das células geralmente alternam entre estados fundidos e fragmentados. Os investigadores descobriram que restringir a dieta dos vermes – ou imitar a restrição alimentar através da manipulação genética de uma proteína sensora de energia, chamada proteína quinase ativada por AMP (AMPK) -, manteve as redes mitocondriais em estado fundido ou “jovem”.

Além disso, os cientistas descobriram que essas redes juvenis aumentaram o tempo de vida ao comunicar com orgãos denominados peroxisomas para modular o metabolismo das gorduras.

Heather Weir, principal autora do estudo, explicou que “as condições de baixa energia, como restrição dietética ou jejum intermitente, demonstraram anteriormente promover o envelhecimento saudável. Compreender por que isso acontece é um passo crucial para ser capaz de aproveitar os benefícios de forma terapêutica. As nossas descobertas abrem novos caminhos na procura de estratégias terapêuticas que reduzem a probabilidade de desenvolver doenças relacionadas com a idade à medida que envelhecemos”.

“Embora trabalhos anteriores tenham demonstrado que o jejum intermitente pode diminuir o envelhecimento, estamos apenas a começar a compreender a biologia subjacente. Oosso trabalho mostra quão crucial a plasticidade das redes de mitocôndrias é para os benefícios do jejum. Se travarmos mitocôndrias num estado, bloqueamos completamente os efeitos do jejum ou restrição alimentar na longevidade”, referiu William Mair, autor sénior do estudo.

Os próximos passos para os cientistas incluem testes do papel que as redes mitocondriais têm no efeito do jejum em mamíferos, e se os defeitos na flexibilidade mitocondrial podem explicar a associação entre obesidade e risco aumentado de doenças relacionadas com a idade.

PARTILHAR

RESPONDER

A polícia holandesa achava que tinha em mãos o mafioso mais procurado da Europa. Afinal, era só um fã de F1

Um homem de Liverpool de 54 anos pensava que o grande evento da sua viagem aos Países Baixos seria assistir ao Grande Prémio de Fórmula 1, mas acabou detido numa prisão de alta segurança por …

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …