Primeiro-ministro palestiniano alvo de atentado em Gaza

EEAS / Flickr

Rami Hamdallah

Sete pessoas ficaram feridas, esta terça-feira, em Gaza, na sequência de uma explosão que tentou atingir o comboio em que seguia o primeiro-ministro palestiniano, disseram à France Presse elementos das forças segurança.

Rami Hamdallah e o chefe dos serviços de informações palestiniano, Majid Faraj, que também se encontrava na comitiva de visita a Gaza, não ficaram feridos, acrescentaram as fontes da AFP.

“Uma explosão aconteceu, esta terça-feira, em Beit Hanoun, junto ao comboio do primeiro-ministro. Não há feridos”, afirmou o porta-voz do Interior em comunicado. No entanto, testemunhas e elementos da delegação indicam que, pelo menos, sete pessoas ficaram feridas, embora não se conheça ainda a identidade das vítimas.

O escritório do Presidente palestiniano, Mahmoud Abbas, responsabilizou o Hamas, movimento islamita que controla o enclave há uma década e que, apesar do processo de reconciliação e da transferência de poder à Autoridade Nacional Palestiniana (ANP) estipulada em outubro, mantém as competências do Interior e Segurança.

“O ataque ao Executivo é um ataque à unidade do povo palestiniano”, declarou o porta-voz da Presidência, Nabil Abu Rudeina.

Porém, o movimento islamita já condenou o ataque e afirmou que este incidente ameaça o processo de reconciliação entre as fações palestinianas. “O Hamas condena o crime contra o primeiro-ministro Rami Hamdallah e o considera parte de uma tentativa que pretende desestabilizar a segurança em Gaza e frustrar os esforços para alcançar a união nacional”, expressou numa declaração oficial publicada no Twitter.

O grupo islamita também condenou “as acusações da Presidência da ANP por responsabilizá-lo por este crime” e o porta-voz da organização palestiniana, Fawzi Barhoum, já pediu que os corpos de segurança e do Ministério do Interior “abram uma investigação urgente e imediata para saber todas as circunstâncias do crime, apontar responsáveis e levá-los à justiça”.

De acordo com a agência noticiosa palestiniana Maan, pouco depois do incidente, que danificou três carruagens do comboio, o Hamas deteve vários suspeitos.

Hamdallah estava no local, onde estava previsto inaugurar uma usina de tratamento de águas e reunir-se com as autoridades do enclave litorâneo. O primeiro-ministro prosseguiu com a agenda e garantiu que este incidente não o ia impedir de cumprir as suas obrigações. Entretanto, o governante e a delegação já saíram de Gaza e dirigem-se novamente a Ramala, na Cisjordânia.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Missão a Marte poderá ser fatal para os astronautas

Os astronautas de uma futura viagem a Marte estarão expostos, na ida e volta ao planeta vermelho, a cerca de 60% do total de radiação recomendada para toda a sua carreira profissional, revelou um novo …

Tony transformou autocarro em Arca de Noé para salvar animais do Florence

Enquanto muitos americanos fugiam do furacão Florence, um camionista de 51 anos fazia o percurso inverso com uma missão em mente. Dentro de um autocarro, Alsup transportou mais de 60 animais da costa da Carolina …

Mais de 500 rinocerontes mortos na África do Sul este ano

A caça furtiva na África do Sul causou a morte a 508 rinocerontes, entre janeiro e agosto deste ano, o que significa um decréscimo no número de espécimes caçados, em relação a 2017, anunciou o …

Número de mortos em naufrágio na Tanzânia sobe para 170

O número de pessoas que morreram no naufrágio de um navio de passageiros no lago Vitória, na Tanzânia, subiu para 170, de acordo com os meios de comunicação locais. As operações de resgate recomeçaram na manhã …

Há um satélite-pescador no espaço

O Satélite britânico RemoveDebris está a navegar no espaço desde junho e lançou com sucesso uma rede em órbita com o objetivo de capturar material que anda à deriva em redor da Terra. O satélite-pescador britânico …

Governo cumpriu “rigorosamente” acordo com setor do táxi

O Ministro Ambiente, João Matos Fernandes, disse este sábado que o governo cumpriu “rigorosamente” o acordo que assinou com a duas associações que representam os taxistas para a modernização do setor. "Não é verdade que se …

Juízes defendem acórdão que desvaloriza violação de mulher inconsciente

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses sai em defesa dos dois magistrados, um dos quais o presidente da entidade, que assinaram o acórdão que desvaloriza a gravidade da violação de uma mulher inconsciente, numa discoteca, …

Salas para maiores de 18 anos levam à demissão do director de Serralves

O director artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, demitiu-se do cargo depois de a administração ter limitado a maiores de 18 anos uma parte da exposição dedicada ao fotógrafo norte-americano Robert …

Isabel do Santos desmente ação contra João Lourenço mas processo deu entrada no Supremo

Isabel do Santos, filha do antigo Presidente da Angola, desmente ter entrado com uma ação contra o atual Presidente João Lourenço. No entanto, o processo cível contra o Estado deu entrada no Supremo. De acordo …

Arqueólogos fazem "descoberta do Século" no Tejo (e tem pimenta)

Uma equipa de arqueólogos da Câmara Municipal de Cascais, do Projeto Municipal da Carta Arqueológica Subaquática do Litoral, descobriu uma nau que terá naufragado entre 1575 e 1625, e que é considerada a “descoberta do …