Previsão de chuva de ferro derretido e neve de areia quente em anã castanha

NASA/JPL-Caltech/University of Western Ontario/Stony Brook University

O clima numa anã castanha: chuva de pedras e ferro derretido', 'neve' de areia quente

O clima numa anã castanha: chuva de pedras e ferro derretido’, ‘neve’ de areia quente

A primeira previsão do tempo para uma estrela anã castanha acaba de ser divulgada – e os prognósticos para esta “estrela falhada” não são nada bons. Os astrónomos da NASA prevêem chuva de ferro derretido e “neve” de areia quente, com possibilidade de trovoadas e furacões.

Observações efectuadas pelo telescópio Spitzer, da agência espacial americana, revelaram surpreendentemente nuvens turbulentas que circulam à volta de uma estrela anã castanha.

As estrelas anãs castanhas são consideradas uma espécie de versão “fracassada” de um astro normal, já que não conseguiram adquirir massa suficiente para sustentar o contínuo processo de fusão de átomos.

A previsão meteorológica foi divulgada no 23º encontro da Sociedade Americana de Astronomia, em Washington, e é o retrato mais detalhado já feito de um planeta fora do sistema solar.

Ao comentar o estudo, o professor Adam Burgasser, da Universidade da Califórnia, fez uma brincadeira com a canção de jazz “Let It Snow! Let It Snow! Let It Snow!”:

“Vamos todos cantar a previsão de nossa estrela anã castanha mais próxima: deixemos nevar pedras, deixemos nevar areia, deixemos nevar minerais“, cantou Burgasser.

Os astrónomos escolheram para o estudo um sistema especial, com um par de estrelas anãs castanhas, o Luhman 16AB – o mais próximo da Terra com presença de estrelas anãs, a 6,5 milhões de anos-luz do nosso sistema solar.

NASA/JPL-Caltech

Uma estrela anã castanha é uma espécie de astro "fracassado", que não adquiriu massa suficiente

Uma estrela anã castanha é uma espécie de astro “fracassado”, que não adquiriu massa suficiente

“As tempestades em estrelas castanhas são muito mais violentas e variáveis”, diz à BBC Aren Heinze, da Stony Brook University, de Nova York.

“A chuva é quente demais para se transformar em água. Provavelmente trata-se de ferro derretido e silicatos (areia).”

À medida que os astros giravam ao redor do próprio eixo, os astrónomos procuravam mudanças no brilho da superfície – sinais da existência de nuvens.

Adam Burgasser / UCSD

Adam J. Burgasser, professor de Astrofísica da Universidade da Califórnia

Adam J. Burgasser, professor de Astrofísica da Universidade da Califórnia

“Isso faz de nós ‘astro-meteorologistas’. Nós conseguimos prever quão encoberto o tempo ficará, qual será a temperatura e quanto vento haverá num determinado dia”, diz Burgasser.

Os ventos detectados na Luhman 16AB possuem velocidades de 160 a 640 quilómetros por hora. As temperaturas alcançam 1,2 mil graus e há nuvens a cobrir metade da superfície do planeta.

Uma nuvem em particular chega a cobrir sozinha 20% da estrela. Os astrónomos compararam-na com a Grande Mancha de Júpiter, uma gigantesca tempestade que cobre 1% do planeta.

“Mas ao que tudo indica, a Grande Mancha Vermelha não é assim tão grande”, diz Burgasser.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Governo deixa cair lay-off simplificado. Novo apoio vai variar em função da quebra de faturação

O apoio às empresas em lay-off que retomarem a atividade será diferenciado em função da quebra de faturação, com vista a direcionar as ajudas públicas “a quem mais precisa”, afirmou esta terça-feira a ministra do …

Grupo de precários da Casa da Música dispensado de serviço via e-mail "meia hora depois" de uma vigília de protesto

Cerca de 13 trabalhadores "precários" da Casa da Música, no Porto, foram dispensados dos concertos que tinham alocados para o mês de junho. Em declarações à Lusa, Hugo Veludo, um dos 13 assistentes de sala …

Sete detidos em operação na Quinta da Fonte ficam em prisão preventiva

Os sete homens que foram detidos numa operação policial no bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na segunda-feira, ficaram em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, revelou à agência Lusa a Polícia …

O parasita da malária tem o seu próprio relógio interno

Um novo estudo acaba de revelar que, mesmo quando cultivados fora do corpo, os parasitas da malária conseguem manter o seu ritmo. Quando uma pessoa contrai malária, acontece uma dança rítmica dentro do corpo. Os sinais …

Maduro e Guaidó juntam-se na luta contra a pandemia. EUA acusam país de impedir voos humanitários

O governo do Presidente venezuelano e o líder da oposição Juan Guaidó acordaram procurar conjuntamente fundos para combater a pandemia da covid-19 na Venezuela, de acordo com um documento divulgado esta terça-feira na televisão oficial. No …

Marítimo "aplaude" Costa no espectáculo de Bruno Nogueira e pede adeptos nos Estádios

Com recurso a fotografias de António Costa no Campo Pequeno, a assistir ao espectáculo "Deixem o pimba em paz" de Bruno Nogueira, o Marítimo "aplaude" o gesto do primeiro-ministro e apela a que o futebol …

Sexta extinção em massa cada vez mais próxima. Mais de 500 vertebrados estão em risco

Uma sexta extinção em massa está cada vez mais perto, alertam os cientistas. Mais de 500 espécies de vertebrados estão sob ameaça de extinção devido aos seres humanos. Em 2015, o biólogo da Universidade de Stanford …

O Oumuamua pode ser um icebergue de hidrogénio (e um dos objetos mais raros do Universo)

Uma equipa de astrónomos da Universidade de Yale e da Universidade de Chicago propôs uma nova descrição para o Oumuamua, o primeiro objeto interestelar a passar pelo nosso Sistema Solar. De acordo com a nova teoria …

A Via Láctea pode ter sido esmagada por campos magnéticos quando ainda era um "bebé cósmico"

Nos primeiros dias do Universo, quando a Via Láctea ainda era apenas um bebé cósmico, campos magnéticos poderosos podem tê-la esmagado e ter tido um grande impacto no seu crescimento. Em entrevista ao NewScientist, astrofísicos da …

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …