Portugueses premiados por investigação para cura funcional do VIH

simcsea / Flickr

-

Cientistas portugueses estão a desenvolver estratégias de luta contra a infeção por VIH para impedir a entrada do vírus nas células não afetadas e evitar que as já infetadas produzam novos vírus, uma investigação premiada a nível europeu.

“O que propomos no nosso trabalho são duas estratégias novas e complementares, dirigidas para o que se chama a cura funcional da infeção pelo VIH”, relatou hoje à agência Lusa Pedro Borrego, investigador do Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz.

A investigação integra-se nos trabalhos de desenvolvimento de novas soluções e estratégias para a cura de infecções virais crónicas, nomeadamente VIH, hepatite B e hepatite C.

Foi o trabalho escolhido para ganhar 100 mil euros por um painel de cientistas internacionais que integram o programa Partnering for Cure, uma iniciativa pioneira na Europa apoiada pela Bristol-Myers Squibb.

A distinção é divulgada a dois dias do Dia Mundial de Luta Contra a SIDA, assinalado na segunda-feira.

As estratégias propostas são baseadas em terapia genética, ou seja, “o agente terapêutico que vai desenvolver a atividade terapêutica é material genético, genes ou frações de genes”, e esta atividade será dirigida para dois alvos de ação complementares, explicou Pedro Borrego.

O investigador avançou que um dos alvos “vai atuar na entrada do vírus em células novas, que não estão infetadas, impedindo essa entrada, e outro [será] dirigido para a latência do vírus, em células que já estão infetadas”.

Para prevenir a entrada do vírus em novas áreas será utilizada uma pequena proteína que vai ligar-se às partículas virais no exterior da célula, impedindo que ele se ligue e infete uma nova célula.

“Complementarmente, vamos atuar também nas células que já estão infetadas, através de um sistema novo de edição genómica, vamos provocar alterações no genoma pró viral do vírus que existe na célula infetada e, ao provocar essas alterações, vamos tornar a expressão do vírus defectiva, isto é, vamos impedir a correta expressão do vírus na célula já infetada e impedir que produza novos vírus infecciosos”, especificou o cientista.

A principal importância apontada nesta abordagem relaciona-se com o facto de, na infeção pelo VIH, haver estabelecimento de reservatórios virais, em diferentes tipos de células ou locais anatómicos, como tecido linfático, onde o vírus continua a replicar-se, de uma forma estável e persistente ao longo do tempo, mesmo na presença de terapêutica anti-retroviral e de respostas do sistema imunitário.

O trabalho proposto é um estudo pré-clínico, o que quer dizer que vai ser desenvolvido e estudado in vitro e não integra teste e aplicação das estratégias em ensaios em animais, o que será realizado somente numa fase posterior.

Na solução proposta, “vamos dar elementos para a própria célula produzir estes agentes terapêuticos, os quais depois vão atuar nas duas fases distintas do ciclo de replicação viral”, resumiu Pedro Borrego.

“Estamos honrados e entusiasmados por receber o prémio de investigação Partnering For Cure”, que vai facilitar o desenvolvimento do trabalho, salientou.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas explicam porque trabalhar à noite faz mal aos intestinos

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta …

Marinha dos EUA admite que vídeos de OVNI's são verdadeiros (e não era suposto ninguém saber)

A Marinha dos EUA confirmou que imagens de OVNIs que surgiram nos últimos anos são reais e que nunca pretenderam que o vídeo fosse visto pelo público. As imagens que apareceram pela primeira vez online em …

O Pólo Norte vai ter um hotel de luxo (iluminado pelas auroras boreais)

https://vimeo.com/360873720 O hotel "mais a norte do mundo" só existirá durante um mês e o glamping de luxo será para muito poucos: o custo é de 95 mil euros por pessoa por três dias. Em 2020, o …

Whitney Houston vai regressar aos palcos (em holograma)

Whitney Houston vai "regressar" aos palcos, em formato holograma. Foi anunciada uma digressão da cantora por várias salas do Reino Unido, em 2020. Os planos para uma digressão de holograma de Whitney Houston têm sido discutidos …

Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não …

Par de patinadores no gelo mais medalhado de sempre anuncia fim da carreira

Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram esta quarta-feira o fim da carreira. “Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos …

Elon Musk é o líder mais inspirador da tecnologia da atualidade

Elon Musk foi nomeado o líder mais inspirador no setor da tecnologia, de acordo com um estudo publicado pela Hired, uma plataforma para contratação de pessoal em 14 cidades em todo o mundo. O estudo, chamado …

De portas abertas para quem precisa. Frigoríficos solidários crescem em Paris

A Cantina do 18.º bairro parisiense foi o primeiro espaço deste projeto solidário, inaugurado há dois anos. Atualmente existem 38 restaurantes em França que acolhem os frigoríficos solidários. Em dois anos, o projeto dos frigoríficos solidários …

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …