Cientistas portugueses identificam tipo de stresse que mata o parasita da malária

Yes Meeting

A cientista Maria Manuel Mota

O stress oxidativo, provocado por químicos ou por alterações na dieta, pode resultar numa redução de 90% do número de parasitas.

Uma equipa de investigadores do Instituto de Medicina Molecular de Lisboa, liderada pela investigadora Maria Manuel Mota, descobriu que a susceptibilidade à malária da pessoa infectada se reduz drasticamente através da manipulação do metabolismo relacionado com o stress oxidativo, que pode ser provocado por fármacos ou alterações na dieta.

A forma como a doença progride não está apenas relacionada com as características do agente infeccioso, sendo que as características genéticas do hospedeiro, ou pessoa infectada, também desempenham um papel fundamental nesse processo, permitindo controlar de forma mais ou menos eficiente esse mesmo agente.

Além disso, há também quem defenda que os hábitos alimentares podem também exercer algum tipo de influência no progresso da infecção.

Assim, a equipa de cientistas manipulou a dieta de cobaias de laboratório por períodos curtos de tempo (quatro dias), avaliando seguidamente o nível de infecção causado pelo parasita da malária.

A investigação, publicada na revista Nature Microbiology, mostra que o aumento dos níveis de pró-oxidantes, os químicos que induzem stresse oxidativo, causado por alterações na dieta resultam numa redução de 90% da carga parasitária durante a fase da infecção no fígado e, portanto, na diminuição da severidade da doença.

Os alimentos oxidantes são ricos em gorduras ou têm muitos açúcares e o mecanismo usado pelo hospedeiro para eliminar o parasita da malária, agora descoberto, poderá contribuir para explicar como certas alterações genéticas, associadas a níveis elevados de stresse oxidativo, foram resultado de um processo de selecção natural nas populações, por conferirem um elevado nível de protecção contra a malária.

Duas outras doenças sanguíneas fazem também parte das alterações genéticas associadas ao nível de stresse oxidativo: a anemia falciforme, e a beta talassémia.

A anemia falciforme, doença hereditária caracterizada pela produção anormal de hemoglobinas, causa uma deficiência no transporte de oxigénio e gás carbónico, e a beta talassémia, doença hereditária caracterizada por redução da taxa de síntese da cadeia beta, uma das cadeias de globina – família de proteínas capazes de transportar oxigénio e outros gases – que formam a hemoglobina, resultando em sintomas de anemia.

“Encontrámos um novo mecanismo para matar com facilidade o parasita da malária, o Plasmodium falciparum, que vem de uma resposta inflamatória do organismo do hospedeiro. Ao mesmo tempo, verificámos que há grupos de pessoas com características genéticas que têm uma resposta pró-oxidativa fortíssima na fase sanguínea da doença”, explica Maria Mota.

A investigadora reconhece que a sua equipa “pode ter arranjado um explicação para o facto de haver grupos de população humana com muito menos casos de malária, além do grupo com problemas genéticos como a anemia falciforme ou a beta talassémia”.

Vanessa Luís, a autora correspondente do artigo, reconhece, no entanto, que “ainda não sabemos as implicações a longo prazo desta mudança na doença”.

Natural de Vila Nova de Gaia e licenciada em Biologia pela FCUP, a imunologista Maria Mota é doutorada em parasitologia molecular e investigadora principal na Unidade de Malária do Instituto de Medicina Molecular de Lisboa. Uma das reputadas cientistas portuguesas, foi Prémio Pessoa em 2003.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Área Metropolitana de Lisboa em contingência até ao fim de agosto

O Governo vai manter a Área Metropolitana de Lisboa (AML) em situação de contingência até ao final de agosto, apurou o jornal Observador junto do Executivo socialista liderado por António Costa. De acordo com o …

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos por justa causa, disse …

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …

Pelo menos 42 feridos em Beirute em confrontos entre polícia e manifestantes

Pelo menos 42 pessoas ficaram feridas, esta terça-feira, em confrontos entre manifestantes e a polícia, pelo quarto dia consecutivo, nas proximidades do Parlamento em Beirute. De acordo com a Cruz Vermelha libanesa, dos pelo menos 42 …