Portuguesa libertada em Maputo após 24 horas em cativeiro

Andrew Moir / Flickr

Maputo, Moçambique

Maputo, Moçambique

Uma portuguesa raptada no centro de Maputo na quarta-feira foi libertada 24 horas depois e encontra-se bem de saúde, disse esta sexta-feira à Lusa fonte do Consulado Geral de Portugal na capital moçambicana.

A mesma fonte não avançou mais detalhes, referindo apenas que o caso foi resolvido na noite de quinta-feira.

A mulher tinha sido raptada na quarta-feira, na avenida Julius Nyerere, uma das zonas mais seguras de Maputo, perto da Presidência moçambicana e junto da delegação da União Europeia em Moçambique.

Este foi o segundo rapto em apenas três dias envolvendo cidadãos portugueses em Maputo.

Na segunda-feira, cinco homens armados levaram um cidadão português, depois de dominarem um polícia e um segurança privado, na avenida Mao Tse Tung, também no centro da capital moçambicana e junto a um café movimentado, segundo o relato da imprensa local.

Estes dois casos somam-se a outro rapto, ocorrido a 27 de janeiro, quando um empresário foi levado na avenida Karl Marx, uma das mais movimentadas da cidade, por três homens armados com uma metralhadora AKM.

Depois de algumas semanas sem casos conhecidos, os raptos regressaram à capital moçambicana, num momento em que a falta de resposta das autoridades policiais provoca o aumento da perceção de insegurança, apesar de o novo Governo, empossado em janeiro, ter apontado o combate à criminalidade organizada como uma das suas prioridades.

Segundo a Agência de Informação de Moçambique (AIM), o último rapto aconteceu quando decorria em simultâneo uma reunião do Conselho Consultivo da Polícia em Maputo.

“É uma situação preocupante, não restam dúvidas”, comentou Orlando Mudumane, porta-voz da Polícia da República de Moçambique na cidade de Maputo, citado hoje pelo diário Mediafax, repetiu o discurso habitual das autoridades de que estão a trabalhar na resolução dos casos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …

Depois do balde de água fria da pandemia, Israel vai ficar melhor do que nunca. Tudo pelos turistas

Israel está fechado em casa e viajar para este país não faz parte dos planos de muitas pessoas. No entanto, este período de acalmia pode mesmo ser o melhor momento para planear uma viagem - …

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …