Portugal tem 4 mil milhões de fundos europeus para alterações climáticas

PSD / Flickr

O ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva

O ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva

O ministro do Ambiente anunciou hoje que Portugal vai ter mais de quatro mil milhões de euros para projetos relacionados com adaptação e mitigação das alterações climáticas, no âmbito do acordo de parceria relativo aos fundos estruturais até 2020.

“Decidiu-se alocar 20% de todos os fundos [comunitários] à mitigação e adaptação às alterações climáticas e no caso português significa que mais de quatro mil milhões de euros serão destinados a investimentos” nas áreas de prevenção e redução dos efeitos das mudanças do clima, disse Jorge Moreira da Silva.

O responsável pelo Ambiente, Ordenamento do Território e Energia falava à agência Lusa depois da cerimónia de assinatura dos protocolos para a modernização da rede de 931 estações de monitorização dos recursos hídricos que decorreu em Lisboa.

Para Moreira da Silva, “quatro mil milhões de euros é um valor muito significativo para uma área que é de elevada prioridade nacional e europeia”.

Trata-se de apoios ao investimento em projetos em áreas como água, gestão de riscos de incêndios ou proteção da costa, no âmbito da adaptação às mudanças do clima.

Quanto à mitigação, os fundos comunitários para esta área podem apoiar projetos de gestão eficiente de resíduos, desenvolvimento de energias renováveis, formas mais adequadas de mobilidade urbana ou de maior eficiência energética em todos os setores da economia.

“Estamos a falar da descarbonização do nosso modelo de desenvolvimento, de produção e de consumo e, por outro lado, de uma maior resiliência aos riscos da mudança climática na água, na costa e na nossa floresta”, realçou o ministro.

O governante lembrou que Portugal tem “competências elevadas” na área do ambiente, energia e desenvolvimento sustentável e “este vai ser um elemento central” para a concretização de projetos para gerar valor económico, emprego e proteção ambiental.

Portugal é um dos países europeus com maior risco devido às consequências das alterações climáticas, uma situação que se refletiu nas tempestades registadas na costa no inverno.

Na quarta-feira, o Governo português e a Comissão Europeia finalizaram as negociações sobre o Acordo de Parceria relativo às prioridades de financiamento dos fundos estruturais europeus para o período 2014-2020, através do qual serão disponibilizados 21 mil milhões de euros para Portugal.

O quadro de programação proposto a Bruxelas pelo Governo assenta em quatro eixos temáticos essenciais: competitividade e internacionalização, capital humano, inclusão social e emprego e sustentabilidade e eficiência no uso dos recursos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

António Guterres reconheceu que a sua geração falhou desafio da emergência climática

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, assumiu no domingo que a sua geração falhou numa resposta apropriada ao desafio da emergência climática e que compreende agora que os jovens podem e devem liderar esta …

O PSD ultrapassou o PCP e tornou-se no partido mais rico em imóveis

O PSD ultrapassou o PCP, sendo agora o partido português mais rico em imóveis. Os ativos fixos tangíveis - que inclui imóveis, automóveis e outros bens - dos sociais-democratas aumentaram mais de quatro vezes entre …

Mais cinco minutos? Adiar o despertador não é uma boa ideia

Mais cinco minutos na cama ou acordar mal toque o despertador? Apesar de esse cochilo parecer inofensivo, a verdade é que adiar o despertador não é uma boa ideia. Se faz parte da equipa dos mais …

Há uma planta na Austrália que é masculina, feminina e bissexual

Cientistas da Bucknell University (Austrália) descobriram uma espécie de planta que pode ser masculina, feminina e bissexual. Os investigadores publicaram a descoberta na revista PhytoKeys e chamaram a amostra, que foi descrita em 1970, mas não …

Astrónomos descobrem a mais antiga colisão de galáxias conhecida

Uma equipa internacional de investigadores descobriram o exemplo mais antigo de uma colisão entre duas galáxias. A luz dessa fusão teve de viajar durante 13 mil milhões de anos para chegar até nós, uma vez …

Asteróide do tamanho da Torre Eiffel vai passar pela Terra. É a segunda maior aproximação em 120 anos

Na segunda-feira, dia de S. João no Porto, um asteróide muito grande - que pode ser tão grande como a Torre Eiffel - vai passar pela Terra a mais de 45 mil quilómetros por hora. O …

As eleições foram repetidas em Istambul. Erdogan voltou a perder (e por mais)

O candidato da oposição Ekrem Imamoglu ganhou hoje de novo as eleições municipais em Istambul, após a anulação de uma primeira votação, infligindo ao presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, o pior revés eleitoral em 17 …

No Azerbaijão, há chamas que ardem há quatro mil anos

Chamas altas dançam sem descanso num trecho de 10 metros de encosta. É o Yanar Dag - que significa "montanha em chamas" - na Península Absheron, no Azerbaijão. "Este fogo queimou 4.000 anos e nunca parou", …

A lendária Cidade Perdida do Deus Macaco é um refúgio de espécies "extintas"

A Cidade Branca, imponente sítio arqueológico detetado em 2012 nas selvas das Honduras, é também um "ecossistema prístino e próspero, cheio de espécies raras e únicas". A ONG americana Conservation International chegou a essa conclusão depois …

As mulheres têm mais doenças autoimunes do que os homens. A culpa pode ser da placenta

A hipótese da compensação da gravidez mostra que a evolução pode ter tido um papel importante no sistema imunológico das mulheres. Há cerca de 65 milhões de aos, depois da época dos dinossauros, surgiu o primeiro …