/

Portugal na NBA: Neemias Queta foi escolhido

DAVID BECKER / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

Neemias Queta em jogo dos Utah State

Momento inédito na história do deporto português. O jovem poste foi contratado pelos Sacramento Kings, equipa que ganhou 10 milhões de adeptos.

Se já havia muitos portugueses a ficarem acordados de madrugada para ver em direto jogos da NBA, a partir de outubro deste ano haverá jogos com ainda maior audiência em Portugal: Neemias Queta vai jogar pelos Sacramento Kings.

No draft desta madrugada o jovem poste tornou-se o primeiro português a ser escolhido para o melhor campeonato nacional de basquetebol. Foi o número 39 entre as escolhas deste ano.

O jogador de 22 anos, formado no Barreirense, chegou a jogar pelo Benfica em 2017/18, sobretudo pela equipa B da Luz. Depois mudou-se para os Estados Unidos da América, aos 19 anos, e brilhou nos últimos três anos no basquetebol universitário, ao serviço dos Utah State Aggies – foi eleito duas vezes o melhor defensor da temporada.

“Estou muito contente com o que aconteceu. Foi lindo. Já esperava por este dia há muito tempo e finalmente chegou o dia!”, disse Neemias, à Sport TV, acrescentando que acredita que pode jogar alguns minutos na próxima temporada: “É uma boa equipa e uma equipa jovem. Eles precisavam de um defesa e este ano também conseguiram o Davion Mitchell, por isso acho que a equipa melhorou nos aspetos que precisava com a nossa entrada”.

Curiosamente, o poste vai jogar em Sacramento, a cidade onde a portuguesa Ticha Penicheiro foi “estrela” nas Sacramento Monarchs ao longo de mais de 10 anos, e onde foi campeã em 2005.

A partir desta sexta-feira, os Sacramento Kings “têm mais 10 milhões de adeptos”: os portugueses todos, lê-se na página do clube no Facebook.

Na época passada os Kings foram uma das piores equipas na Conferência Oeste da NBA: 12.º lugar, com 31 vitórias e 41 derrotas.

A nova temporada começa no dia 19 de outubro.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.