Em Portugal, mais de 40% dos casos são “falsas urgências”

Em 2017, as “falsas urgências” representaram 41,1% dos casos alvo de triagem nos hospitais em todo o território nacional.

Dados disponíveis no portal do Serviço Nacional de Saúde permitiram concluir que, em todo o território nacional, as “falsas urgências” representaram 41,1% dos casos alvo de triagem nos hospitais. Além disso, há sete hospitais no país onde mais de 50% das idas às urgências são motivadas por causas não urgentes.

Segundo o Público, mais de 50% das idas às urgências nesses sete hospitais são casos em que os doentes recebem uma pulseira verde (pouco urgente), azul (não urgente) ou branca (atividade programada), as menos graves na escala de Manchester.

Os sete hospitais em causa são o hospital Amadora-Sintra, Loures, Lisboa Norte (Santa Maria e Pulido Valente), Garcia de Orta e Cascais – na Área Metropolitana de Lisboa – e em Póvoa de Varzim/Vila do Conde e Santa Maria Maior – distrito do Porto e Braga, respetivamente.

Pelo contrário, os hospitais que registam menos situações deste género são o Centro Hospitalar do Porto, o da Cova da Beira e o de Coimbra, nos quais as “falsas urgências” não excedem os 30%.

Os dados permitem ainda concluir que na origem destas “falsas urgências” estão a falta de médicos de família e pouca literacia em saúde. As “falsas urgências” têm um impacto negativo e “muito significativo”, já que aumenta a pressão sobre os profissionais de saúde e o tempo de espera dos utentes, aponta o Hospital Santa Maria Maior, em Barcelos.

Os hospitais têm realizado várias iniciativas para incentivar os utentes a dirigirem-se aos centros de saúde. O Hospital de Loures, por exemplo, tem mantido contacto com os centros da sua área “para potenciar parcerias e proporcionar melhores cuidados aos utentes, quer ao nível da prevenção, quer ao nível do acompanhamento de doenças crónicas”.

Já o Centro Hospitalar de Póvoa de Varzim/Vila do Conde tem tentado reduzir as idas à urgências, tendo atribuído um médico e um enfermeiro de família a todos os utentes residentes nos dois concelhos. Além disso, as consultas não programadas foram reforçadas e os horários de atendimento foram prolongados.

No Hospital de Santa Maria Maior, em Barcelos, está a ser realizado um estudo sobre o grupo de doentes não urgentes que recorre às urgências, de modo a perceber as suas motivações.

Mas é no Garcia de Orta que a situação merece mais atenção, já que se identificou que 87% dos utentes se deslocam à urgência pelos mesmos motivos que vão ao centro de saúde. Assim, foi criado o Grupo de Resolução High Users de modo a reduzir o número de idas evitáveis às urgências, mas também “melhorar a orientação e o encaminhamento dos utilizadores frequentes para os cuidados de saúde e apoio social de que necessitam”.

Ainda assim, os hospitais do Serviço Nacional de Saúde atenderam em 2017 6.318.257 urgências, um decréscimo de 87 mil em relação a 2016. Este valor representa um decréscimo de 1,4%, o maior em cinco anos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente da federação russa de atletismo suspenso por obstruir investigação

O presidente da federação de atletismo da Rússia e outros seis elementos da federação foram, esta quinta-feira, suspensos, devido a irregularidades relacionadas com uma investigação antidoping. O presidente da federação de atletismo da Rússia, Dmitri Shliajtin, foi …

Avó e tios do bebé deixado no lixo estão a tentar a guarda da criança

O embaixador de Cabo Verde em Portugal explicou, esta sexta-feira, que a mãe e os irmãos da cabo-verdiana suspeita de abandonar o filho num ecoponto estão a tentar obter a guarda da criança por acreditarem …

Esta tecnologia de edição de genoma pode mudar o mundo (mas o seu criador tem receio disso)

A inovação de Kevin Esvelt tem potencial para ser usada tanto para o bem como para o mal. Os perigos que pode advir dela, deixam o biólogo reticente em relação a esta tecnologia, que também …

Governo quer "conciliação" entre tribunais criminais e de família em casos de violência doméstica

O Governo quer que os juízes de instrução possam determinar simultaneamente as medidas de coação a um agressor em contexto de violência doméstica e as medidas provisórias relativas às crianças, seja de promoção e proteção …

Sp. Braga critica autarquia por transmitir jogo do Flamengo em ecrã gigante

O Sporting de Braga acusou a Câmara Municipal de Braga de desrespeitar o clube e os seus adeptos por colaborar na organização da transmissão da final da Taça dos Libertadores de futebol, entre Flamengo e …

Hermínio Loureiro pede suspensão de mandatos na FPF e COP

Hermínio Loureiro pediu a suspensão dos mandatos de vice-presidente da FPF e do COP, esta sexta-feira, na sequência da acusação do Ministério Público na operação Ajuste Secreto. Numa carta enviada à FPF, a que a agência …

Oxford escolhe "emergência climática" para Palavra do Ano 2019

A Palavra do Ano 2019 escolhida pelos Dicionários de Oxford foi "emergência climática", "situação na qual é requerida uma ação urgente", revelou na quinta-feira esta componente da editora da Universidade homóloga. A Palavra Oxford do Ano …

Erro no IRS de 2015. Contribuintes podem contestar nova liquidação

O novo apuramento do imposto abrange cerca de dez mil declarações no valor de 3,5 milhões de euros. A Autoridade Tributária e Aduaneira já enviou uma carta aos contribuintes cuja liquidação do IRS relativo a 2015 …

Jesus vai receber título de cidadão honorário do Rio de Janeiro

O técnico português do Flamengo será condecorado, na próxima segunda-feira, com o título de cidadão honorário do Rio de Janeiro. A distinção a ser entregue pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro foi anunciada num cartaz …

Governo compromete-se a concluir processo de regularização dos precários

O Governo comprometeu-se com a conclusão, no início da legislatura, do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), mas sem avançar uma data concreta. O debate temático sobre o PREVPAP, que decorreu …