Portugal 2-1 Irlanda | Ronaldo bisa para a História

António Cotrim / Lusa

Ronaldo marca o golo 110 pela seleção de Portugal frente à Irlanda do Norte

Estava a ser mau demais. Frente a uma frágil Irlanda, que havia perdido os dois jogos anteriores, incluindo em casa com o Luxemburgo, Portugal entrou em campo como claro favorito ao triunfo.

Fernando Santos quis deixar essa mensagem para a equipa, lançando um “onze” teoricamente muito ofensivo, mas o seleccionador mostrou ter estudado mal a lição e apresentou um sistema táctico perfeitamente desadequado ao adversário em causa, mais adaptado a defrontar uma equipa de ataque que desse espaços na defesa.

É certo que Cristiano Ronaldo até falhou um penálti, mas Portugal fez muito pouco e não fosse CR7 – que chegou aos 111 golos e tornou-se o maior marcador internacional de sempre – bisar perto do fim e a derrota seria certa.

Primeira parte pobre da equipa das “quinas”. Fernando Santos apresentou uma equipa virada para a frente, com Bruno Fernandes e Bernardo Silva como médios-ofensivos, num 4-3-3 que apresentava Rafa Silva e Diogo Jota nas alas, para dar profundidade…

Mas a forma como a Irlanda se apresentou (e era expectável), recuada no terreno, anulou essa profundidade, ao mesmo tempo que Cristiano Ronaldo, o avançado solitário, dava pouca presença na área.

Assim os irlandeses apenas por duas vezes vacilaram, uma em que Jeff Hendrick fez penálti sobre Bruno Fernandes (e Ronaldo desperdiçou, aos 15 minutos) e outra em que Diogo Jota atirou ao poste.

Perto do fim do primeiro tempo, John Egan fez o tento irlandês.

Segunda parte praticamente de sentido único, com Portugal a carregar no ataque, mas a esbarrar na fechada defesa irlandesa. Mesmo a entrada de André Silva, para dar presença na área, não resolvia o problema, uma vez que a bola não chegava ao homem do Leipzig.

Cruzamentos, remates, muita cerimónia à entrada da área irlandesa, até que aos 89 minutos, de cabeça, Cristiano Ronaldo fez o 1-1 e atingiu os 110 golos internacionais, ultrapassando Ali Daei.

Se o caro leitor já sentia um certo alívio pelo tento de CR7, imaginamos que tenha saltado da cadeira aos 90’+6′, quando o novo recruta do Manchester United acorreu a um cruzamento de João Mário para fazer, novamente de cabeça, o 2-1 final – que, apesar de tudo, coloca justiça num resultado, como os números sustentam.

Melhor em Campo

Grande exibição de Egan, central do Sheffield United, que esta quarta-feira, no Algarve, fez de “homem dos sete instrumentos” (ou pelo menos dois).

Além de ter sido uma das torres da fortaleza irlandesa, somando cinco intercepções e oito alívios, Egan subiu ao ataque com grande critério e marcou o golo irlandês, criando também uma ocasião flagrante. O seu GoalPoint Rating de 8.3 só podia dar a distinção de MVP da partida.

Resumo

  // GoalPoint

PARTILHAR

RESPONDER

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …

Rui Rio, presidente do PSD

Rio apresenta recandidatura. "Seria muito prejudicial para o país se o PSD mudasse agora de líder"

O presidente do PSD apresentou, esta sexta-feira, na cidade do Porto, a sua recandidatura à liderança, tendo considerado que "seria muito prejudicial", não só para o país como para o partido, mudar agora de líder. Rui …

"Conquistem a vaga no relvado": aviso à UEFA sobre a nova Liga dos Campeões

Associação das Ligas Europeias contra vagas garantidas para clubes que não terminarem o campeonato nacional num dos primeiros lugares. A reunião da Associação das Ligas Europeias de futebol terminou com o reforço de posições públicas contra …

Bloco diz que as suas nove propostas foram rejeitadas. Governo aponta avanços em sete

O Bloco considerou, esta sexta-feira, que o Governo recusou as suas nove propostas para chegar a acordo no Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). O Executivo, por sua vez, considera que há avanços negociais em …

Comissão de inquérito ao Novo Banco. PSD frisa "maioria popular", PS queixa-se de "partidarite"

Os partidos apreciaram, esta sexta-feira, o relatório final da comissão de inquérito ao Novo Banco, aprovado em julho, com o PSD a destacar a "maioria popular" nas conclusões e o PS a criticar a "partidarite" …