Porto vs Besiktas | Falsa partida para o dragão

FC Porto sofreu os primeiros golos em jogos oficiais esta época e, consequentemente, a primeira derrota. O Besiktas foi ao Estádio do Dragão vencer por 3-1, com dois antigos jogadores que actuaram em Portugal a terem total protagonismo no primeiro tento da noite.

Para a história fica um Porto que dominou no segundo tempo, rematou muito, mas foi tacticamente ultrapassado por uma formação turca que chegou com pragmatismo junto à baliza de Iker Casillas e soube aproveitar as suas melhores ocasiões.

O Jogo explicado em Números

  • O Porto conseguiu o primeiro remate enquadrado logo no primeiro minuto, por Marega, mas o Besiktas cedo mostrou que não estava no Dragão para ver jogar. Com passes longos para as laterais, onde estavam Babel e Quaresma, os turcos criavam perigo e, aos dez minutos, somavam 46% de posse e dois remates, embora nenhum enquadrado.
  • Não espantou o primeiro golo dos visitantes, aos 13 minutos, por Talisca, de cabeça, após cruzamento de Quaresma. Um tento 100% construído por antigos jogadores da Liga portuguesa.
  • Porto teve de ir atrás do prejuízo e Óliver acertou no poste aos 19 minutos, num bom lance de insistência portista. E essa intensidade deu frutos aos 21 minutos, com Tosic a fazer autogolo após canto de Alex Telles. Nesta fase o Besiktas tinha, apesar de tudo, mais bola, 52%, e quatro remates, mais um que os portistas (ambos um enquadrado).
  • Adivinhava-se o tento do FC Porto, mas foi o Besiktas a marcar de novo, através de um grande golo de Tosun, num remate de fora da área aos 28 minutos. Um “balde de água fria” no Dragão.
  • Os turcos iam-se superiorizando ao Porto nos duelos individuais, com 61% ganhos, e os portugueses nos cantos (5-1). De resto o equilíbrio era nota dominante à meia-hora: 53% de posse para os portistas; seis remates, dois enquadrados, para cada equipa; 77% de eficácia de passe para ambos.
  • O intervalo chegou com o Besiktas em vantagem, em especial pela melhor abordagem táctica na exploração dos espaços concedidos pelos portistas que, por seu turno, mostravam maior intensidade.
  • Em termos estatísticos apenas detalhes separavam as duas equipas: 8-9 em remates a favor dos turcos, 2-3 enquadrados, 51% de posse para os “dragões”, 75% de eficácia de passe para os portugueses, 77% para o seu adversário.
  • Besiktas superior nos duelos individuais (63%), Porto nos cantos (6-1).
  • Talisca era o melhor nesta altura, com um golo em dois remates (um enquadrado), três passes para finalização, um drible eficaz e uma movimentação imprevisível – GoalPoint Rating de 7.3.
  • Mais Porto no reatamento, com seis remates (só um enquadrado) nos primeiros 15 minutos após o descanso e 61% de posse nesta fase. Também nos duelos os números melhoraram, com 57% ganhos. As entradas de André André e Otávio para a zona central ajudaram a essa mudança.
  • Brahimi foi subindo no GoalPoint Ratings em paralelo à melhoria de rendimento do Porto e, pelos 75 minutos, já era o segundo melhor em campo, com 6.7, graças a uma ocasião flagrante criada em dois passes para finalização, quatro dribles eficazes em oito tentativas, oito duelos ganhos em 13 e o máximo de recuperações de bola: dez.
  • Domínio total do Porto no segundo tempo, com 62% de posse na segunda parte, por volta dos 80 minutos, e dez remates nesta fase, três enquadrados. O problema é que o Besiktas soube adaptar-se à nova realidade e retirou espaços aos “dragões” na zona central, o que dificultou a criação de oportunidades de golo.
  • E foi contra a corrente de jogo que Babel fez o 3-1 para o Besiktas, a concluir na grande área um centro atrasado de Álvaro Negredo.

O Homem do Jogo

O brasileiro já tinha feito estragos na anterior visita a Portugal, com um golo apontado ao Benfica na Luz. Desta vez, no Porto, Anderson Talisca voltou a facturar, desta feita de cabeça, e foi o melhor em campo com base no GoalPoint Ratings, com 7.2.

A sua movimentação foi uma dor-de-cabeça para a defesa portista, bem como a sua capacidade de remate e último passe. Marcou a cruzamento de Ricardo Quaresma e registou bons números, em especial na primeira parte: dois remates, um enquadrado, três passes para finalização, um drible eficaz, oito duelos ganhos em 14, dois desarmes e três intercepções e quatro faltas sofridas.

https://twitter.com/_Goalpoint/status/908042998541320193

Jogadores em foco

  • Brahimi 6.3 – O melhor jogador do Porto. O argelino foi subindo de produção e destacou-se naquilo que melhor sabe fazer: os dribles – quatro eficazes em 11 tentativas. Registou ainda dois remates e fez dois passes para finalização.
  • Pepe 6.7 – Excelente jogo do ex-portista. O internacional português registou 12 alívios, o máximo do jogo, mas também quatro desarmes, duas intercepções e nove recuperações de bola. Ganhou oito de 11 duelos.
  • Felipe 5.9 – Apesar de o Besiktas pouco ter atacado no segundo tempo, Felipe acabou por ter uma prestação meritória, com seis alívios, três intercepções, dois desarmes e dois remates bloqueados.
  • R. Quaresma 5.6 – O extremo português saiu sob um forte aplauso dos adeptos portistas, no final da segunda parte, apesar de ter saído dele o passe para o 1-o de Talisca. Fez dois remates, um enquadrado, e ainda dois passes para finalização.
  • Hutchinson 6.2 – O médio-defensivo canadiano foi uma parede onde o Porto esbarrava regularmente. Terminou com belos números defensivos: sete desarmes, três alívios, dois bloqueios de remate, ganhou 12 duelos em 15, recuperou sete vezes a bola e acertou 89% dos passes.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Manuel Alegre e Agustina Bessa-Luís votados para o Nobel

A Academia de Ciências de Lisboa apontou Manuel Alegre e Agustina Bessa-Luís a possíveis candidatos para receberem o próximo Prémio Nobel da Literatura, após convite do Comité Nobel da Academia Sueca. Ainda faltam alguns meses para …

Sushi e peixe cru podem provocar “anisakiasis”

As infecções por parasitas intestinais estão a aumentar com a popularidade do sushi e os riscos do consumo de peixe cru ficaram novamente ilustrados com um caso insólito. O caso foi relatado pelo médico norte-americano Kenny Banh …

Casa dos Horrores: o pai das crianças já tinha raptado a companheira

O mundo ainda está em choque com a descoberta macabra feita pela polícia da Califórnia no passado domingo. Mas o horror vem de trás. O casal David e Louise Turpin é suspeito de manter os 13 …

Fisco espanhol acusa Shakira de fraude fiscal

O fisco espanhol pediu ao Ministério Público para acusar a cantora colombiana Shakira de fraude fiscal, que terá cometido entre 2011 e 2014, noticiou hoje o jornal espanhol La Vanguardia. A administração fiscal espanhola apresentou este …

A fórmula do plástico mais resistente do mundo continua perdida

Uma invenção revolucionária que poderia deixar o mundo mais seguro. Assim foi definido o starlite, material resistente ao fogo e a altas temperaturas, cuja fórmula permanece desconhecida - e poderá estar perdida. O material foi criado …

Não, ter plantas em casa não é prejudicial para a saúde

Desde sempre que a ideia de que ter plantas em casa é prejudicial para a saúde está enraizada na mente de todos - crença, no entanto, comprovadamente errada. A ideia surgiu pelo facto de, no processo …

Deco registou quatro queixas por dia sobre compras online em 2017

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, Deco, recebeu 1.642 reclamações sobre compras feita pela internet em 2017, numa média de quatro queixas por dia, número que sobe para 8.538 no caso da rede …

Vai passar pela Terra um "arranha-céus" a 122 mil quilómetros por hora

Um "asteróide potencialmente perigoso" dirige-se para a Terra a uma velocidade de mais de 122.000 quilómetros por hora, informou a agência espacial norte-americana NASA. O asteróide 2002 AJ129 vai aproximar-se da Terra no próximo dia 4 …

Adepto condenado por morte com very-light detido no Estádio da Luz

O homem condenado há 20 anos por causar uma morte com um very-light foi detido no sábado pela PSP no Estádio da Luz, onde estava proibido de entrar na sequência de uma condenação por posse …

Condutor bêbado adormeceu ao volante... e o seu Tesla parou sozinho

Talvez no futuro os automóveis autónomos consigam levar passageiros bêbedos até casa sem colocar outras pessoas em risco, mas por agora não se pode esperar que nem mesmo um Tesla faça isso. Já é muito …