População da Coreia do Sul cai pela primeira vez na história

A população da Coreia do Sul caiu pela primeira vez na história, com o país a lutar contra o envelhecimento populacional e a taxa de natalidade cronicamente baixa.

Os últimos dados do censo, divulgados no fim de semana, mostram que a população era de 51.829.023 em dezembro, abaixo dos 20.838 do ano anterior, avançou o Guardian esta segunda-feira. A população aumentou todos os anos na última década, embora a taxa de crescimento tenha caído de 1,49% em 2010 para 0,05% em 2019, segundo a Yonhap.

Dados divulgados pela agência noticiosa mostraram que o país registou 275.815 nascimentos em 2020, em comparação com 307.764 mortes. Esta tendência – que também levou a um declínio populacional no Japão – aumenta a pressão sobre o Governo quanto aos desafios demográficos de longo prazo, num dos países com uma das taxas de fertilidade mais baixas do mundo.

De acordo com a Yonhap, o despovoamento não se limita às regiões rurais. Na capital do país, Seul, a população caiu pouco mais de 60.000 no ano passado.

O Governo do Presidente Moon Jae-in anunciou recentemente iniciativas para encorajar casais a terem mais filhos, incluindo um pagamento de 1 milhão de won (cerca de 755 euros) para grávidas e um abono mensal para menores de 12 meses. Os críticos defendem que estas medidas são insuficientes para fazer face aos custos de educação e de habitação.

Alguns especialistas apontaram ainda a crescente oposição das mulheres em relação às normas sociais. Em 2018, 22% das sul-coreanas solteiras consideravam o casamento uma parte necessária da vida, em comparação com 47% há uma década. Essa mudança reflete a queda no número de casamentos, de 434.900 em 1996 para 257.600 no ano passado.

A taxa de natalidade da Coreia do Sul caiu para um nível recorde de 0,92 em 2019, o mais baixo entre todos os membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). Este número está abaixo da taxa de 2,1 necessária para manter a população estável. Há 50 anos, a taxa de natalidade era de 4,53.

Se as tendências persistirem, o Governo prevê que a população da Coreia do Sul cairá para 39 milhões em 2067, altura em que 46% da população terá mais de 64 anos.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.