Político canadiano expulso do parlamento por chamar opositor de “racista”

O político canadiano Jagmeet Singh, que lidera o Novo Partido Democrático de esquerda, foi expulso da Câmara dos Comuns durante o dia de quarta-feira, depois de chamar Alain Therrien,  membro do partido Bloc Québécois, de ‘racista’.

Segundo noticiou a NPR na quinta-feira, Therrien se opôs a uma moção que visava reconhecer o racismo sistémico na Royal Canadian Mounted Police (Polícia Real do Canadá, em tradução livre).

A moção, segundo partes lidas em voz alta por Singh, solicitava uma revisão do orçamento do órgão policial e a divulgação dos relatórios de uso da força. A moção também mencionava “vários povos indígenas que morreram nas mãos” daquela força policial “nos últimos meses”.

Singh afirmou ter ficado chocado com o voto “não” de Therrien. “Olhei para trás e vi-o não apenas a dizer ‘não’, mas também a fazer contato visual comigo e a acenar com a mão”, contou, referindo ainda que, depois disso, foi obrigado a sair do parlamento. “Naquele momento, fiquei com raiva”, acrescentou.

Imediatamente após a votação, Singh esclareceu à liderança da Câmara dos Comuns que chamou Therrien “de racista” e que acreditava mesmo no que tinha dito, recusando-se a desculpar-se, tendo então sido expulso pelo resto do dia.

Mesmo depois de ser expulso, Singh – que é sikh e o primeiro líder desta minoria num partido político federal -, não se desculpou.

“Nesse gesto, vi exatamente o que tem acontecido por tanto tempo. As pessoas não vêem o racismo como uma grande coisa, não vêem o racismo sistémico e a matança de povos indígenas como uma grande coisa, não vêem os negros a ser objeto de violência e a ser mortos como uma grande coisa”. Naquele “momento eu vi a face do racismo”, rematou.

Na quinta-feira, informou a CBC, o líder do Bloc Quebecois, Yves-François Blanchet, defendeu a ação do seu partido, negando que Therrien tivesse feito o gesto descrito por Singh. Blanchet também exigiu que Singh se desculpasse com o partido e disse que o parlamento deve ter impor uma punição “severa” se Singh se recusar.

Já o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, mostrou na quinta-feira o seu apoio público a Singh.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pessoas a andar na rua em Viena, Áustria

Em caso de apagão geral, Áustria é o primeiro país europeu a ter um Plano B(lackout)

E se houvesse um apagão que afetasse todo o continente europeu? O cenário é o argumento que o Ministério da Defesa austríaco tem usado para enviar um aviso à população desde o início deste mês. A …

Só um terço das empresas em Portugal têm gestores com um curso superior

O estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos refere que este valor é negativo para o país já que a formação superior dos gestores está associada à produtividade e há maior probabilidade da empresa começar …

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN

PAN já enviou memorando de entendimento ao Governo

O partido Pessoas–Animais–Natureza enviou ao Governo, esta sexta-feira, o memorando de entendimento com cerca de 60 propostas, no âmbito do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual …

Alterações ao Orçamento de 2021 custaram, afinal, muito mais do que o estimado pelo Governo

Apenas duas das 291 medidas adicionadas representaram um impacto anual de 88 milhões de euros, com o Governo a calcular, durante a especialidade, que a totalidade custaria 3,2 milhões de euros. As alterações feitas ao Orçamento …

Entre a pandemia e os preços da energia, Marcelo alerta que chumbo do OE criaria "mais um problema"

O Presidente da República reiterou, esta sexta-feira, que deseja evitar uma crise política criada por um eventual chumbo do Orçamento de Estado, porque "só juntaria um problema" à pandemia e à subida dos preços dos …

França dá a partir de dezembro "cheque-combustível" de 100 euros

França vai dar a partir de dezembro um “cheque-combustível” único de 100 euros a cerca de 36 milhões de condutores que ganham menos de 2.000 euros por mês devido à escalada dos preços do gasóleo …

Parlamento aprova extinção do SEF

A extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi aprovada na Assembleia da República, esta sexta-feira, com os votos a favor do PS, BE e da deputada não-inscrita Joacine Katar Moreira. O texto final apresentado …

Mais oito mortes e 930 novos casos de covid-19. Incidência sobe

Portugal registou, esta sexta-feira, mais oito mortes e 930 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 930 novos …

A ministra da Cultura, Graça Fonseca.

De "propaganda" a "manipulação populista". Tweets polémicos do Ministério da Cultura causam alvoroço nas redes sociais

O Ministério da Cultura, tutelado por Graça Fonseca, usou a conta oficial no Twitter para enaltecer os investimentos do Governo PS no setor, e foi mais longe, comparando-os aos do Governo PSD/CDS. Na terça-feira, foram publicados …