Encontrada poeira interestelar na Terra mais velha do que o Sistema Solar

(dr) Hope Ishii / University of Hawaii

Os cientistas afirmam que as partículas recolhidas da atmosfera terrestre, originalmente depositadas por cometas, são mais antigas do que o Sistema Solar e podem dar mais informação sobre como os planetas e estrelas se formaram.

Segundo o Science Alert, estas partículas cósmicas viveram pelo menos 4,6 mil milhões de anos e viajaram distâncias incríveis, de acordo com a nova pesquisa sobre a sua composição química.

A equipa de cientistas por trás da investigação, publicada esta semana no Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), está confiante de que esta poeira interestelar se trata dos materiais básicos que compõem os corpos planetários do nosso Sistema Solar.

“As nossas observações sugerem que estes grãos representam a poeira interestelar pré-solar sobrevivente que formou os blocos de construção de planetas e estrelas”, afirma a investigadora que lidera o estudo, Hope Ishii, da Universidade do Havai, em Manoa.

Esta é uma rara oportunidade de estudar os materiais que formaram o Sistema Solar. Os cientistas pensam que se desenvolveu a partir de um disco colapsado de nuvens gasosas à volta do Sol e, agora, têm precisamente nas mãos a poeira que pode ter estado por lá.

O silicato, o carbono e o gelo amorfos que existiam há mil milhões de anos foram obliterados ou retrabalhados nos planetas que existem nos dias de hoje, com a forma original dessas substâncias agora encontrada sobretudo nos cometas.

Em vez de capturar um cometa, a equipa utilizou amostras recolhidas por uma nave estratosférica da NASA, partículas queimadas de cometas que eventualmente se instalaram na atmosfera da Terra, e analisou a sua composição química.

Em particular, analisaram um subgrupo de partículas vítreas chamadas GEMS (vidro com metal incorporado e sulfetos), que medem apenas algumas centenas de nanómetros de largura – menos de um centésimo da espessura de um fio de cabelo humano.

Os resultados mostraram que estes grãos foram originalmente fundidos num ambiente que era frio e rico em radiação. Uma pequena quantidade de calor foi suficiente para quebrar as ligações nos grãos, o que sugere que se formaram num lugar como a nebulosa solar externa – a nuvem de poeira, hidrogénio, hélio e outros gases ionizados dos quais o Sistema Solar se formou.

“A presença de tipos específicos de carbono orgânico nas regiões interna e externa das partículas sugere que o processo de formação ocorreu inteiramente a baixas temperaturas”, explica um dos investigadores, Jim Ciston, do Lawrence Berkeley National Laboratory.

“Assim sendo, estas partículas de poeira interplanetárias sobreviveram desde antes da formação dos corpos planetários do Sistema Solar e fornecem uma perspetiva sobre a química desses antigos blocos de construção”, acrescenta.

De acordo com os investigadores, algum tipo de material orgânico pegajoso pode ter sido responsável por estes grãos se terem aglomerado e, eventualmente, formar planetas nos primeiros anos frios e vazios do Sistema Solar.

“Este é um exemplo de investigação que procura satisfazer o desejo humano de entender as origens do nosso mundo”, conclui Ishii. Os cientistas vão agora continuar a investigar mais a fundo estas partículas cósmicas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Na Colômbia, há um "arco-íris líquido" que é descrito como a 8ª maravilha do mundo

Escondido nos confins da Serra da Macarena, na Colômbia, está o rio Caño Cristales. De dezembro a maio, o curso de água é como outro qualquer, apesar de estar rodeado de um dos ecossistemas mais …

Com uma nova interface neural, a telepatia já é possível

Uma equipa internacional de cientistas deu um passo adiante no desenvolvimento de interfaces neuronais para propor uma interface que envolve a transferência de informação entre as pessoas diretamente. As interfaces cérebro-computador podem melhorar as habilidades individuais …

Bombeiros profissionais ameaçam deixar de prestar serviço voluntário nas corporações

Os bombeiros voluntários das associações humanitárias admitem deixar de prestar serviço voluntário nas corporações, caso a Liga dos Bombeiros Portugueses continue por concluir o acordo coletivo de trabalho, que está em negociação há mais de …

Baleia encontrada morta nas Filipinas com 40 quilos de plástico no estômago

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou a imprensa local. O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, …

Macron convoca reforços após novos confrontos de coletes amarelos

A nova manifestação de "coletes amarelos", no sábado, registou distúrbios violentos na capital francesa. Como resposta, o presidente francês Emmanuel Macron convocou um reforço das forças de segurança. O dia de sábado marcou mais um protesto …

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …

Maduro prepara reestruturação do Governo venezuelano

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu aos ministros do seu Governo que ponham os seus cargos à disposição, a fim de impulsionar uma "reestruturação profunda" do Executivo. O anúncio foi feito este domingo através do …