Pode ter sido descoberta a bactéria que levou ao fim da civilização Asteca

Pixabay

Complexo arqueológico de Teotihuacán (México) que testemunha o esplendor da civilização Asteca.

Complexo arqueológico de Teotihuacán (México) que testemunha o esplendor da civilização Asteca.

Uma equipa de investigadores acredita ter encontrado as provas genéticas que confirmam que o Império Asteca desapareceu no seguimento de uma doença levada pelos conquistadores europeus.

Ninguém conseguiu ainda explicar o que motivou a redução drástica desta civilização dos cerca de 25 milhões de pessoas, aquando da chegada dos europeus em 1519, até apenas cerca de um milhão um Século mais tarde.

Cerca de 80% da população Asteca terá desaparecido entre 1545 e 1550 e várias teorias defendem que a culpa foi das doenças levadas pelos europeus, nomeadamente sarampo, varíola ou tifo, mas até agora, não havia evidências concretas que o confirmassem.

Mas uma equipa de investigadores do Instituto alemão Max Planck Para a Ciência da História Humana acredita que detectou provas de uma estirpe primitiva e mortal de salmonela, que terá contribuído para o colapso Asteca, depois de sequenciar fragmentos de ADN retirados dos dentes de 29 corpos enterrados em Oaxacan, no sul do México.

“A equipa separou o ADN bacteriano do ADN humano e, depois de comparar os resultados com mais de 2700 genomas bacterianos modernos, descobriu que várias das pessoas que testaram pareciam ter sido infectadas por uma estirpe mortal de salmonela entérica chamada Paratyphi C“, destaca o Science Alert, que divulga a investigação.

Trata-se de uma estirpe rara de salmonela que ainda existe nos dias que correm, especialmente nos países em vias de desenvolvimento, e que provoca a febre entérica, uma doença similar à febre tifóide, mas com sintomas mais ligeiros, incluindo septicemia, febre, vómitos e diarreia.

A salmonela Paratyphi C pode ser transmitida pela água e por alimentos como leite e vegetais crus, mariscos e ovos.

Os geneticistas do Instituto Max Planck acreditam que esta estirpe de salmonela “contribuiu para o declínio da população [Asteca] durante o surto de 1545 no México”, provocando a morte de milhões de nativos, conforme destacam no estudo publicado no site bioRxiv.

Em 1576, terá ocorrido outro surto da doença que terá vitimado mais uns milhões de Astecas.

Convém destacar que esta investigação ainda vai ser alvo de revisão e que está, por isso, a ser encarada com cautela. Alguns cientistas que não estiveram envolvidos no estudo estão cépticos com os resultados.

Mas o que é certo é que outra investigação, também divulgada no site bioRxiv, parece confirmar a teoria dos cientistas do Max Planck, apontando ter detectado provas da existência de Salmonela Paratyphi C na Europa, cerca de 300 anos antes de alegadamente ter causado a tal epidemia letal no México.

Esta pesquisa da Universidade de Warwick no Reino Unido foi feita a partir do genoma bacteriano retirado de uma mulher enterrada na Noruega, em 1200, e é “a mais antiga evidência genética conhecida da estirpe de Salmonela Paratyphi C, podendo ser um sinal de que esta “circulava na Europa, antes de os colonos europeus chegarem ao México”, destaca o Science Alert

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Desculpem, mas a legenda da imagem (bem como o uso desta última, a bem dizer) contém um erro: Teotihuacán não é uma cidade asteca… A civilização que edificou Teotihuacán – nome atribuído pelos astecas, vários séculos após a cidade ter sido abandonada, e que significa “Lugar dos deuses” ou “Lugar daqueles que conhecem o caminho dos deuses” – conheceu o seu máximo florescimento por alturas de 400/450 d.C. (século V da nossa era), ou seja, pelo menos uns bons oitocentos anos antes do esplendor dos astecas…
    A grande pirâmide do sol, visível na fotografia que ilustra (mal) o artigo, terá sido concluída por volta de 100 d.C., isto é, mais de mil anos antes dos mexicas (o povo/etnia que deu corpo à civilização asteca), então ainda semi-nómadas, terem fundado a sua própria capital, Tenochtitlan, futura capital do império asteca, cujas ruínas se encontram sob a moderna Cidade do México.

RESPONDER

Asteróide passará a grande velocidade pela Terra em março. É o maior (e o mais veloz) de 2021

Um asteróide com um diâmetro de até 1,7 quilómetros passará pela Terra a grande velocidade no próximo mês de março, de acordo com dados publicados recentemente pelo Laboratório de Propulsão a Jato da NASA. Apesar de …

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …