Plantas podem ajudar-nos a encontrar cadáveres escondidos

Cientistas botânicos da Universidade do Tennessee, nos Estados Unidos, estão a investigar como é que as plantas podem ajudar a encontrar cadáveres escondidos. Assim, árvores e arbustos podem ser úteis no trabalho de investigação policial.

Tradicionalmente, as equipas de busca têm uma tarefa árdua. Vaguear a pé por uma enorme área florestal à procura de um cadáver enterrado não é propriamente o trabalho mais fácil do mundo. No entanto, a polícia pode agora contar com a ajuda da natureza.

Num estudo publicado este mês na revista Trends in Plant Science, os investigadores explicam como é que a copa das árvores pode ser usada em missões de recuperação de cadáveres. Mudanças químicas nas plantas, por exemplo, pode ser um sinal de que um corpo está enterrado nas redondezas, sugerem os cientistas.

“Em paisagens abertas mais pequenas, patrulhas a pé podem ser eficazes para encontrar alguém desaparecido, mas em partes mais florestadas ou traiçoeiras do mundo como a Amazónia, isso não será possível”, explicou o autor principal Neal Stewart Jr., professor na Universidade do Tennessee, num comunicado citado pela EuropaPress.

“Isto levou-nos a ver as plantas como indicadores da decomposição humana, o que poderia levar a uma recuperação mais rápida e possivelmente mais segura do corpo”, acrescentou.

Os investigadores estão a estudar como é que a área ao redor do cadáver muda as concentrações de nutrientes no solo e, consequentemente, essas mudanças manifestam-se nas plantas próximas ao local.

“O resultado mais óbvio seria uma grande libertação de azoto no solo, especialmente no verão, quando a decomposição acontece tão rapidamente”, explica Stewart. “Dependendo da rapidez com que as plantas respondem ao influxo de azoto, pode causar mudanças na cor e na reflexão da luz nas folhas”.

Há um senão: os animais também podem morrer nos lugares onde as pessoas desaparecem. Por isso, seria importante encontrar metabólitos específicos para a degradação humana.

“Uma ideia é que se tivéssemos uma pessoa específica que desapareceu e era, digamos, um fumador ávido, ela poderia ter um perfil químico que poderia desencadear algum tipo de resposta única da planta, tornando mais fácil de a localizar”, salienta Stewart, embora garante que, nesta fase, essa ideia é pouco plausível.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A máscara de Marcos Rojo deixou uma criança a chorar

Imagem impressionante, na véspera de um jogo do Boca Juniors. Adaptando a ideia da publicação que será reproduzida mais abaixo, o futebol não é só uma bola a circular num relvado entre 22 jogadores. O futebol …

Erupção do vulcão nas Canárias pode durar até 84 dias

A erupção vulcânica de Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma pode durar entre 24 e 84 dias, com uma média geométrica de cerca de 55 dias, segundo cálculos do Instituto Vulcanológico das Ilhas …

PCP insiste que Governo vá “mais longe” e baixe o preço da energia

O PCP insistiu esta terça-feira que o Governo não se deve ficar pelo “não aumento” dos preços da energia, mas sim ir “mais longe”, intervindo para baixar estes valores, apontando que o executivo tem instrumentos …

Amnistia Internacional acusa farmacêuticas de recusar aumento da oferta de vacinas

Quando faltam 100 dias para o fim de 2021, a organização não governamental apela às farmacêuticas que forneçam dois mil milhões de vacinas a 82 países com rendimento baixos e médio-baixos, no sentido de se …

Lituânia avisa cidadãos para não comprarem telemóveis chineses devido à censura dos dispositivos

A tensão continua a aumentar entre a Lituânia e a China. O país europeu está agora a recomendar aos cidadãos que não comprem telemóveis chineses porque os dispositivos censuram alguns termos. O Ministério da Defesa da …

Talibã nomeiam enviado afegão para a ONU - e pedem para falar com líderes mundiais

Os talibã pediram para falar com os líderes na Assembleia Geral das Nações Unidas, a acontecer esta semana em Nova Iorque, e nomearam o seu porta-voz, Suhail Shaheen, a viver em Doha, como embaixador na …

"Erros" no currículo. Raquel Varela perdeu "apoio" para bolsa de 4 mil euros e leva caso a tribunal

A investigadora Raquel Varela está envolvida numa polémica depois de ter perdido o apoio do Instituto de História Contemporânea, no âmbito de um concurso a fundos públicos, devido a alegados "erros" no currículo. A notícia …

Nem com a maternidade o PS segura Coimbra. Sondagem dá vantagem ao PSD, numa corrida apertada

Na semana das autárquicas, uma sondagem aponta para que o PSD consiga roubar a Câmara de Coimbra ao PS, apesar da corrida estar apertada. A corrida autárquica em Coimbra tem sido uma das mais quentes da …

Após gestos obscenos, ministro da saúde brasileiro testa positivo à covid-19 em Nova Iorque

Governante brasileiro ficará em isolamento em Nova Iorque, enquanto a restante comitiva continua com as reuniões bilaterais. Perante a notícia divulgada pelo governo brasileiro, espera-se, agora, uma reação dos porta-vozes dos países cujos líderes se …

FBI confirma que corpo encontrado é de Gabby Petito. "Homicídio", diz médico legista

O FBI anunciou que o corpo encontrado no domingo, num parque natural de Wyoming, nos EUA, é de Gabrielle Petito, a jovem cujo desaparecimento cativou a atenção do mundo. Análise preliminar confirmou que os restos mortais …