Há planetas parecidos com o Tatooine de Star Wars (e as órbitas dos seus discos são bizarras)

Uma equipa de astrónomos descobriu geometrias orbitais estranhas em discos protoplanetários em torno de estrelas binárias. Enquanto os discos que orbitam os sistemas estelares binários mais compactos partilham quase o mesmo plano, os discos que circundam binários largos têm planos orbitais muito inclinados.

Nas últimas duas décadas, milhares de planetas foram encontrados a orbitar outras estrelas além do Sol. Alguns desses planetas orbitam duas estrelas, assim como a casa de Luke Skywalker, do Star Wars, o Tatooine.

Os planetas nascem em discos protoplanetários, mas a maioria dos discos estudados até agora orbita apenas uma estrela. Os exoplanetas Tatooine formam-se em discos em torno de estrelas binárias, os chamados discos circumbinários.

Estudar os locais de nascimento dos planetas Tatooine oferece uma oportunidade única de aprender sobre a forma como os planetas se formam em diferentes ambientes. Os astrónomos já sabem que as órbitas das estrelas binárias podem entortar e inclinar o disco ao seu redor, resultando num disco circumbinário desalinhado em relação ao plano orbital das suas estrelas hospedeiras.

“Com o nosso estudo, queríamos aprender mais sobre as geometrias típicas dos discos circumbinários”, disse o astrónomo Ian Czekala, da Universidade da Califórnia, em comunicado citado pelo EurekAlert.

Czekala e a sua equipa usaram os dados do ALMA para determinar o grau de alinhamento de 19 discos protoplanetários em torno de estrelas binárias.

Os astrónomos compararam os dados ALMA dos discos circumbinários com a dúzia de planetas Tatooine que foram encontrados com o telescópio espacial Kepler. Para sua surpresa, a equipa descobriu que o grau em que as estrelas binárias e os seus discos circumbinários estão desalinhados depende fortemente do período orbital das estrelas hospedeiras.

De acordo com o estudo publicado na revista científica The Astrophysical Journal, quanto menor o período orbital da estrela binária, maior a probabilidade de hospedar um disco alinhado com a sua órbita. No entanto, os binários com períodos superiores a um mês geralmente hospedam discos desalinhados.

Como a principal missão Kepler durou quatro anos, os astrónomos conseguiram descobrir planetas em torno de estrelas binárias que se orbitam umas às outras em menos de 40 dias. Todos esses planetas estavam alinhados com as suas órbitas estelares. Um mistério persistente era se haveria muitos planetas desalinhados que Kepler teria dificuldade em encontrar.

“Com o nosso estudo, agora sabemos que provavelmente não há uma grande população de planetas desalinhados que o Kepler não encontrou, já que discos circumbinários em torno de estrelas binárias estreitas também costumam estar alinhados com os seus hospedeiros estelares”, acrescentou Czekala.

Os astrónomos concluem que planetas desalinhados ao redor de grandes estrelas binárias devem andar por aí e que seria uma população interessante de procurar com outros métodos de descoberta de exoplanetas, como imagens diretas e microlentes.

Agora, Czekala quer descobrir por que existe uma correlação tão forte entre o alinhamento do disco e o período orbital da estrela binária.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ministro da Saúde do Brasil infetado com covid-19

Eduardo Pazuello, ministro da Saúde brasileiro, está infetado. Também esta quarta-feira, o governante foi admoestado por Jair Bolsonaro, que negou haver intenção do Brasil comprar 46 milhões de doses de vacina chinesa. O ministro da Saúde …

PSD vai votar contra o OE2021. PS acusa Rio de abandonar defesa do "interesse nacional"

O secretário-geral adjunto socialista disse esta quarta-feira que não surpreende o voto contra do PSD à proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), considerando, no entanto, que Rui Rio “deixou cair” o valor do …

As vacas preferem interagir cara a cara com as pessoas. Ficam mais relaxadas

Um novo estudo descobriu que as vacas preferem interagir com os seres humanos cara a cara e que ficam os animais ficam mais relaxados com este tipo de interação do que quando ouvem uma voz …

Marcelo promulga diploma que reduz debates europeus para dois por semestre

O Presidente da República promulgou o diploma aprovado por PS e PSD que reduz os debates europeus no parlamento para dois por semestre, depois de ter vetado uma primeira versão que previa apenas um por …

Poderia o gato de Schrödinger existir na vida real? A Ciência pode responder em breve

Poderia o gato de Schrödinger existir na vida real? Uma equipa de investigadores propõe uma experiência que pode resolver essa questão espinhosa de uma vez por todas. Já alguma vez esteve em mais de um sítio …

As montanhas geladas de Plutão são fruto de um processo único (e inverso ao da Terra)

As montanhas descobertas em Plutão durante o "flyby" da nave New Horizons pelo planeta anão em 2015 estão cobertas por um manto de metano gelado, criando depósitos brilhantes impressionantemente parecidos aos das cadeias de montanhas …

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …