Estes pinguins vivem numa ilha de plástico (mas a realidade é pior do que isso)

Ninguém nos disse, mas nós sabemos: o lixo plástico que se acumulou no nosso oceano está fora do controlo. Um vídeo viral de cientistas do Pacífico Sul mostrou agora as terríveis consequências das nossas ações.

Muitas vezes, quando o problema está tão distante de nós, perdemos a noção do quão terrível ele é. Imagens publicadas no Facebook da World Wildlife Foundation, WWF, mostram um grupo de pinguins a flutuar sobre o que parece ser uma ilha de plástico.

O vídeo causou muita indignação desde que foi publicado pela primeira vez, no dia 8 de abril deste ano, com muitas pessoas a questionar: “Como é que os humanos foram capazes de fazer isto?”, uma pergunta muito difícil de responder sem sentirmos alguma culpa.

https://twitter.com/reysilbread/status/982472972853129216

Acontece que o vídeo que se tornou viral era, na verdade, uma farsa. Porém, com uma mensagem importante a reter. De acordo com o Snopes, as imagens foram manipuladas pela WWF para dar a entender que os animais estavam a discutir por causa do plástico.

Mas calma. Antes de pensar que se trata de uma notícia falsa, a WWF defendeu-se, dizendo que o vídeo deveria ser educacional. Aliás, quando publicaram o vídeo na rede social, escreveram também um artigo que explicava esta mesma questão. “Felizmente, a nossa descoberta de pinguins numa ilha de plástico não é genuína”, escreveram.

Ainda assim, vivemos num mundo no qual esse cenário não pode ser completamente posto de lado. “Esta não é uma piada do dia 30 de abril, mas um sério problema“.

O objetivo da WWF era fazer com que as pessoas pensassem neste assunto, e refletissem sobre o que estamos a fazer ao nosso meio ambiente. “Devemos todos refletir sobre nós próprios, sobre o que fazemos pelo nosso planeta diariamente”, refere o artigo da WWF.

Se os humanos estão a despejar dez milhões de toneladas de plástico no oceano todos os anos, qual será o nosso destino? O vídeo não parece retratar um cenário tão diferente daquele que nos espera.

Em 2050, os cientistas preveem que haverá mais plástico no oceano do que peixes. Assim, não é difícil imaginar um futuro em que os pinguins sejam forçados a viver numa ilha de plástico.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Guerra ao plástico não são campanhas educativas sobre o que é um plasticão ou taxas por sacos plásticos e afins. A guerra ao plástico não deve começar no fim da cadeia mas sim nas fábricas que o produzem. Mas não há coragem. É o que se f…

RESPONDER

Ninguém consegue decifrar inscrições misteriosas encontradas em folhas de palmeira

Uma inscrição antiga, numa Língua que ninguém consegue identificar, está entre os mais de 70 mil manuscritos recolhidos de diferentes lugares na Índia e que fazem parte do acervo da Biblioteca de Manuscritos Orientais do …

Quantidade de açúcar nos pacotes volta a diminuir em 2020

Os pacotes individuais de açúcar vendidos nas prateleiras e nos espaços de restauração dos supermercados vão ter menos quantidade a partir de 2020, dois anos depois de ter passado das 8 para as 5/6 gramas.  …

Ryanair prevê cancelamento de 600 voos na Europa, 100 só em Portugal

A companhia aérea Ryanair indicou na quarta-feira que prevê cancelar até 300 voos diários dos dias 25 e 26 deste mês, devido a perturbações provocadas pela greve de tripulantes de cabine em Portugal, Espanha e …

Há um enorme tesouro de diamantes escondido nas profundezas da Terra

Há toneladas de diamantes escondidos no interior da Terra, enterrados a mais de 160.000 metros abaixo da superfície, apurou um estudo científico realizado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), em parceria com várias Universidades dos …

Produtos sem glúten têm mais gordura, açúcar e aditivos

A revista francesa “60 Milhões de Consumidores“ lançou recentemente um alerta sobre os produtos que não contêm glúten e chamou a atenção dos franceses que adotaram uma alimentação sem esta proteína. Ao contrário do que se …

Fio magnético pode vir a ser usado para detetar cancro

Investigadores da Escola de Medicina da Universidade de Stanford, nos EUA, desenvolveram um fio magnético que poderá vir a ser utilizado para detetar células cancerígenas. A ideia é que este fio magnético seja inserido na veia …

Desvendado mistério do papiro de Basileia

Durante séculos, ninguém o conseguiu ler. Agora, o mistério do papiro de Basileia foi finalmente desvendado, graças à ajuda da luz ultravioleta. Um equipa de cientistas da Universidade de Basel, na Suíça, descobriu que o papiro …

Primeiro não flutuava. Agora o novo submarino espanhol não cabe nas docas

Primeiro não flutuava, por excesso de peso, e agora, não cabe nas docas. O novo submarino da Marinha Espanhola é um embaraço para a Defesa do país vizinho e um caso flagrante de derrapagem, com …

Quase um milhão de refeições escolares desperdiçadas

Quase um milhão de refeições escolares que tinham sido encomendadas foram desperdiçadas porque os alunos faltaram, revela o relatório anual do ministério da Educação sobre cantinas concessionadas a privados. Entre setembro do ano passado e 31 …

Arrojada no céu: Aston Martin apresenta carro voador de luxo

A Aston Martin apresentou recentemente o Volante Vision Concept, uma aeronave arrojada e futurista destinada a transportar passageiros em voos de médias e longas distâncias. A Aston Martin pôs em cima da mesa as suas soluções …